Gente, me perdoem postar o que escrevi, acho escroto, parece que estou me exibindo, etc… mas pessoal pediu, e preferi postar a sequencia toda…

Barnabezinho 29/01/2018 at 16:20
Sobre a mina das cotas, um CVR longo.

Quando eu dava aula em pré comunitário, tinha a aula inaugural.
Eu gostava de torturar a pobraiada. Sempre fui assim. Achava que no mundo ideal as pessoas seria iguais por seu esforço, e que o socialismo seria fruto da força das pessoas. Claro, entendia tudo errado mas fazia meu papel.

Eu explicava a eles que medicina era um curso impossível para quem não tivesse preparo específico. Digo “preparo” a família da pessoa desde a sua fecundação já estar obrando em prol de se fazer um médico na família. É IMPOSSÍVEL a uma menina que gastou metade da sua vida tentando dar, cuidar dos irmãos, e bater nas colegas na porta da escola, superar o mais medíocre dos candidatos aprovados em qualquer curso de medicina. Não é fatalismo, é realidade estatística.

Assim, eu explicava para aquela moçada isto. E via o desânimo brotar igual mofo no páo. Impressionava há uns anos atrás a falta de tenacidade da pessoas. Jovens de uns 20 anos que simplesmente desabavam. Menina chorava, me xingava, rapazinho fazia discurso. E eu explicava que isso não mudaria nada na vida futura deles. sintomaticamente quem ficava puto era quem abandonava primeiro o pré.

Eu falava a eles que havia um preço a pagar para ter um futuro melhor, e às vezes este preço era mais barato do que eles imaginavam. Eu perguntava a eles exatamente isso;

-Quanto vale para vocês seu futuro? Quanto vocês pagariam, o que aceitariam perder para conseguir seu futuro?

geral começava a risadinha e eu cortava logo. Avisava que cu e boceta eram coisas baratas e que o valor destas não pagaria o serviço – a não ser que começassem a negociar desde já seus talentos.

Eu insistia e esclarecia.
– Quanto vale seu futuro: carro bom, casa maneira, familia de comercial de Qualy, filhos saudáveis, pais sendo cuidados, renda decente, moral e respeito social? um braço? uma perna?
– Uma perna vale seu futuro? vale ou não vale?

Geral falava que não, claro. Aí eu mostrava as notas de corte da Uerj para Medicina. Corte para geral, corte para escola publica, corte para negros e… corte para deficientes. Quando eu frisava que o deficiente precisava de 1/3 da nota do são para entrar na universidade e que para vários cursos sobravam vagas, o povo ficava puto. Achava injusto, absurdo – “porra, mas o cara só tá sem a perna!” – e no fim, ficavam bem chateados com a constatação de que nem dando o toba conseguiriam chegar lá.

Não inventei nada, é só a constatação.Temos uma juventude sem fibra, sem força de vontade. Temos cotas que amolecem mais e mais a carne desse povo. é o pior dos mundos: pobres, invejosos, frageis moral e intelectualmente, sendo empurrados para universidades marxistas já com um discurso vitimizador pronto e azeitado. Uma merda, e se há uns anos atrás já estava ruim, hoje então…

Trouxa Bananense 30/01/2018 at 16:17

BarnaBICHA….o que você recomenda pra um desses pobretões??? Qual curso hoje compensa mais pela baixa nota de corte e cotas??? E que seja proveitoso?

Barnabezinho 30/01/2018 at 16:43

1) o vagabundo QUER ESTUDAR?
2) Se quer, tem inclinação para que?
3) Tem interesse em se dedicar?
4) Curso bom não existe. Existe bom aluno, bom profissional. Já viu a greta funda em que a gente se mete pra ver isso, né. Pobre tem de fazer TÉCNICO pra arrumar um troco e depois, sem a pressão da fome e da familia, caçar algo bom pra estudar. Foda-se os talentos, eles ficam pra hora certa. Talento não se perde, oportunidade sim.
5) Técnico? Isso, tipo JOAQUIN TEIXEIRA: Enfermagem, mecânica, edificações, eletrotécnica, TI, patologia clínica, radiologia, edificações, telecom, essas merdas. Tirar CNH cedo, e já ir focando no ENEM – sem essa babaquice de querer entrar de primeira. entrar na faculdade é MOLE, foda é sair dela.
6) Se der, pagar uma particular. foda-se, tu precisa do diploma ou do conhecimento? pega a porra do papel, na particular é mais rápido e tem bolsa pra tudo. Pública é essa caca de maconheiros, greves, professores toscos, demoras inexplicáveis…
7) OLHE O MERCADO. Olhe sites tipo Catho, infoblowjobs, essas merdas. Veja o que empresas GRANDES pedem. O que a firma de esquina precisa é de peão, a firma boa precisa de GENTE. Menino amigo meu seguiu alguns conselhos meus, se dedicou legal. Faz engenharia mecãnica na Uerj, e depois de três anos de estágio, está na Odebrecht O&G, empresa excelente. Técnico em mecânica, estudou inglês, CNH, aparência de ser humano, educado, saudável. disputou vaga com mais de 60 do país inteiro e levou. Este é o esquema. Tu tem de ser bom o suficiente pra qualquer coisa que apareça, depois que tu mata a fome tu começa a pensar claramente.

 Trouxa Bananense 30/01/2018 at 16:31

Já foi mais fácil…..vejo hordas de gente entrando em SENAI-SENAC-CEFET/ IFs- SESC…cursinhos técnicos……já já vai dar uma entupida forte….

E a pergunta sobre faculdade continua….qual a mais fácil de entrar e que vai dar mais custo benefício pro vagabundo…digo estudante????????

Ricardão 30/01/2018 at 16:32

Você vê hordas, mas… quantos mecânicos BONS você conhece?

Quando disse fazer um curso técnico quis dizer fazer o curso E trabalhar direito.

Sempre haverá espaço para bons profissionais. Aliás, é o que mais falta hoje em dia.

Trouxa Bananense 30/01/2018 at 16:47

ok…mas o que tu falava exatamente pra um aluno seus desses cursinhos pré??? Se ele estava ali não era pra fazer técnico…

Barnabezinho 30/01/2018 at 17:02

Falava era isso mesmo aí. Que sendo pobre, tinha de ponderar friamente se valia a pena a universidade. Que entrar éra fácil, mesmo.Depois piorava e iria piorar bastante até se formar. E depois de formados, ainda iria piorar mais um bocado até parar de piorar. E, com alguma sorte e muito esforço, depois de uns anos, iria começar a melhorar, mas isso seria algo perene.
Eu dizia para eles buscar suas aptidões, e fugir do senso comum de direito-medicina-engenharia. Primeiro porque a maioria simplesmente não passaria, segundo porque pra ser um engenheiro de merda, é mole, pra ser um cara bom se exige muito mais do que vontade, apenas. Se tu é bom com artes, vai fazer a merda da arte e SE VIRA pra ganhar grana. tive alunos que se deram bem assim. Ontem mesmo encontrei um amigo do tempo de pré, perto de lá de casa. formado em geografia na Uerj, licenciatura… está trabalhando com licenciamento ambiental, agora em Paranaguá… se virou, capacitou, achou nicho de mercado e ta bem.

0
Compartilhar
  • Money addicted 24/02/2018 at 07:30

    1st

    0
  • Showizards 24/02/2018 at 07:51

    Second

    0
  • RalaTudo 24/02/2018 at 07:59

    Second

    0
  • Mineirausfall 24/02/2018 at 08:00

    Third.

    0
  • From_The_Tower 24/02/2018 at 08:19

    Ótimos CVR Barna.
    Vejam se puderem o site Vagas Arrombadas…. 60% são chorões mimimi e defensores da CLT… mas tem muita vaga arrombada mesmo… principalmente Design e TI basicão… aí o pessoal cai de pau … mas não adianta…
    as profissões de cunho técnico e braçais superam….

    Geralmente é assim: anúncio de vaga Nutella exigem uma série de coisas e salário é 1.000 reais.
    Aí surgem os que trabalham em funções ditas mais simples .. ganhando 2,5k a 3k. Pessoal fica revoltadinho. Porque estudaram muito … mas não são “reconhecidos e valorizados”. Assim como no boom da construção civil era comum mestre de obras tirando 12k e bancários vinham se queixar na padoca pois recebiam 2k.
    kkkk

    0
    • Gustavones 24/02/2018 at 09:11

      Aqui na região uma vaga de atendente de dentista ou de auxiliar administrativo(ar condicionado e wifi inclusos) paga por volta de um salário mínimo, um operador de colheitadeira leva uns 5 paus(com ar sem wifi).

      0
      • Neco 24/02/2018 at 09:13

        Ia comentar isso, operar de colheitadeiras, ganha bem.

        0
        • 300esparta 24/02/2018 at 10:05

          claro, quanto custa uma colheitadeira?????

          Não tem nem lógica essa comparação.

          0
          • Gustavones 24/02/2018 at 10:12

            O valor do sálario não é relação direta do valor da colheitadeira, a relação é com a escassez de mão de obra. Poucos querem trabalhar no meio do mato, muitos querem trabalhar no ar condicionado e bem arrumados.
            Outro exemplo é relativo aos funcionários de serviços mais braçais, ou mais socialmente alvos de preconceito. Pra cortar porco num frigorífico você vai receber o dobro de um recepcionista, plano de saúde e transporte, simplesmente porque do contrário ninguém iria trabalhar ali.

            0
            • 300esparta 24/02/2018 at 10:28

              sim, isso é verdade.
              Mas vc não vai deixar algo de meio milhão na mão de um zé mané.

              0
              • Neco 24/02/2018 at 10:33

                Além disso hoje as modernas são computadorizadas. Ou seja não basta habilidades físicas para “dirigir” tem que ter capacidade de assimilar um monte de coisas.

                0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 09:23

      Aí se esbarra (de novo) na questão da (des)cultura.

      Não sei se isso ocorre em outros lugares, ou se isso é um fenômeno exclusivo do Banaling. As ocupações manuais, frequentemente, são tidas como “inferiores”. E as ditas intelectuais (medicina e advocacia são os exemplos clássicos), como “superiores”.

      Quantas vezes escutei, quando criança:

      “Vai estudar, senão tu vai ser gari.”

      Fora as novelas e noticiários, apresentando (geralmente, advogados) com seus milhões.

      Aí, a criaturinha, com os miolos curtidos nesse caldo de ilusões, pensa que ter estudado por quinze, vinte anos há de ser garantia de sucesso.

      0
      • Barnabezinho 24/02/2018 at 10:44

        Uma vez quando eu ralava de peão no ferro-velho, estava descansado do almoço sentado na calçada em frente ao galpão que estava montando com o pessoal… uma moça que passava na rua me usou de exemplo pro filho dela, dizendo – alto – que ele acabaria se tornando “feito ele” (me apontou e tudo )se não estudasse… fingi que não ouvi e meus colegas passaram anos me sacaneando.

        0
        • 300esparta 24/02/2018 at 10:50

          Será que vc não estava usando uma camiseta do PSOL nesse dia????

          0
    • Oriundo 24/02/2018 at 09:25

      Sem contar que o cabra pode fazer serviço extra alem do seu trabalho e faturar ainda muito mais.
      Ex. Manutenção em ar condicionado (carga de gás), chaveiro, etc.

      0
      • MND 24/02/2018 at 09:46

        Tudo se resumo a habilidade prática vs conhecimento teórico isolado. O que é remunerado é a habilidade, e não o conhecimento “puro”.

        Não adianta a pessoa ter decorado um monte de baboseiras durante o curso se aquilo não tem aplicação prática ou a pessoa não é capaz de transformar isso em uma habilidade.

        0
        • MND 24/02/2018 at 09:50

          E quanto mais rara e útil a habilidade, maior a remuneração.

          Conheço soldador altamente especializado, com nem ensino médio completo, ganhando muito mais que muitos “engenheiros de escritório”…

          0
          • Barnabezinho 24/02/2018 at 09:53

            Meu plano em 2008 era ou virar FP federal ou fazer curso e qualificação para soldador industrial. Justamente por causa do salário.

            0
            • Zenstress 24/02/2018 at 11:21

              Barnabezinho
              Meu plano em 2008 era ou virar FP federal ou fazer curso e qualificação para soldador industrial. Justamente por causa do salári…

              Barnabezinho,

              Uma vez, há mais de 10 anos, peguei um processo (trabalhista) de Macaé em que o sujeito era inspetor de solda (nível técnico) e ganhava >10.000,00 (fato incontroverso). Achei surreal, mas meu marido confirmou que um inspetor de solda experiente ganhava isso mesmo na época, farra do petróleo e supervalorização desse tipo de mão de obra. Parece que um bom profissional dessa área pode economizar zilhões para a indústria, salvando peças caras que de outra forma poderiam ser sucateadas. Mas Macaé agora é cidade fantasma…

              0
              • Bolhicio 24/02/2018 at 14:28

                Não duvidando de sua capacidade Barna, mas por graça divina você foi pelo caminho de FP

                Na época boa da Reduc qualquer soldador ganhava 5k fácil, muito marmanjo virou ‘rico de caxias’. Hoje essa turma tá com dificuldade de achar emprego pra ganhar salário mínimo, mercado murchou

                0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 10:01

      Bom exemplo esse do mestre de obras. Na época, faturava 12 KBRL. Hoje, talvez não chegue à metade disso (mais ainda é mais do que o referido bancário).

      Aí entra o que o MND comentou, identificar nichos de mercado (muita demanda e pouca oferta). Só que isso, provavelmente, não durará para sempre, seja pela queda de demanda (no exemplo do mestre de obras), seja pela expansão da oferta (conforme exemplificado no tópico).

      Já foi mais fácil…..vejo hordas de gente entrando em SENAI-SENAC-CEFET/ IFs- SESC…cursinhos técnicos……já já vai dar uma entupida forte….

      Se o cara é bom, vai procurar outro nicho. Mas, até dominar a habilidade necessária, levará, pelo menos, alguns meses. E, ainda que não consiga faturar o mesmo que antes, ainda conseguirá manter-se com a ocupação atual.

      Isso lembra outra coisa: poupança. Todavia, os banalings, via de regra, além de não pouparem, ainda fazem dívidas. Acreditam que o “bom momento” vai durar pra sempre. No primeiro golpe de realidade, se esborracham.

      0
    • 300esparta 24/02/2018 at 10:10

      Esse site eu não conhecia.

      Vagas arrombadas…. Pelo que li é 99% miimmi geração nutella quero trabalhar mas ganhar 10k pq eu MEREÇO!

      Vão é tomar no toba. FIVER manda abraço. Contrato um indiano pra fazer aquelas porcaria por 5 dólar e não tenho problema com CLT.

      Vão todos chorar seus direitos.

      Dito isso, hoje chamei um cara pra fazer tela de proteção para meu apt. Pelas contas que eu fiz, o cara vai ganhar R$500,00 em uma tarde.
      Não achava ninguém que fazia, e pelo que conversei com ele, ele entende do negócio.

      Então fiquem ai guerreando com o teclado enquanto no mundo real quem quer trabalhar ganha meio salário numa tarde.

      Obs: Tomara que eu não tenha CVR dessas telas…

      0
      • Jr 24/02/2018 at 10:28

        Também não conhecia e tive a mesma impressão. Vários comentários do autor da página do tipo “trabalhar como PJ sem meus direitos”, “como assim não pode processar o patrão?”, “chamar o real de temer?”

        0
      • MrQuim 25/02/2018 at 12:08

        sobre telas, tem umas que vc compra e vc mesmo instala, são com ímãs, nao fica tao pratico, mas é bem mais barato. aqui tenho uma pessoa que faz por preço barato, mas é um que veio de Minas e ainda cobra os preços de lá 🙂
        (moro no litoral de SP)

        0
  • Neco 24/02/2018 at 08:57

    Bom dia.

    Muito bom este tópico. É bem por ai mesmo. Porem, vai piorar, cada mais candidatos e menos vagas, a menos que o país volte a crescer a casa de 8 a 10% ao ano.
    Com automação e robótica vindo forte, vai piorar.
    Esse ano temos uma oportunidade de começar a mudar isso, e creio que vai mudar.

    0
  • Barnabezinho 24/02/2018 at 09:56

    Bom dia! me desculpem o texto longo, mais uma vez. Aqui a gente confunde fortemente capacidade, qualificação e formação. O moleque com ensino médio já acaba achando que não vai pegar no pesado porque “estudou”… e como hoje em dia ninguém passa fome…

    0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 10:04

      Bom dia!

      Que é isso, ficou massa.

      0
    • Zenstress 24/02/2018 at 12:20

      Eu achei excelente e providencial. Tenho uma filha em época de pré-vestibular…

      0
    • Juliana 24/02/2018 at 15:06

      q isso rapaz, tópico massa! parabens.

      0
  • Alta Mogiana 24/02/2018 at 10:07
  • Alta Mogiana 24/02/2018 at 10:08

    Quem viveu essa época viveu. Seria interessante tentar resgatar parte dessa cultura a nossos filhos.

    Eramos felizes e nao sabiamos!!! (((Ken)))

    Publiée par Ken X Paula sur Vendredi 26 janvier 2018

    0
  • Alta Mogiana 24/02/2018 at 10:11

    Trocentos anos depois ……

    Cientistas desvendam como funcionava o “portão do inferno” romano
    Em um templo pagão, uma força misteriosa ceifava animais, mas poupava sacerdotes. Agora, cientistas finalmente descobriram o truque por trás do ritual

    https://exame.abril.com.br/ciencia/cientistas-desvendam-como-funcionava-o-portao-do-inferno-romano/

    0
    • bolha buritis 24/02/2018 at 16:43

      Desenho dos Simpsons já teve isso. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Era um parque do Flanders.

      0
  • Jr 24/02/2018 at 10:29

    Bom dia.
    FIRST, bom sábado a todos!

    0
  • Enoch Root 24/02/2018 at 10:29

    Já que o assunto é educação, faculdade, curso técnico, deixe-me dar uma palhinha da terra dos cangurus.

    Aqui as criancas entram com 5 anos no Prep. É facultativo… Pode entrar com 6, mas entra no Prep mesmo assim. Então todos acabam entrando com 5. Primario vai do ano Prep ao ano 7. Secundario vai do 8 ao 12.

    Dependendo do estado, você nao é mais obrigado(*) a frequentar a escola depois dos 16 anos, independente de em qual ano/série está. Isso acaba coincidindo com o ano 10. Se você decidir sair, pode fazer TAFE, que é escola tecnica. Muitos Australianos fazem isso pq emprego tecnico paga muito bem. Algumas carreiras sao somente tecnicas, como a de contador.

    Se vc ficar, os anos 11 e 12 vão servir para uma média para a seleção para a universidade. Algumas carreiras são undergrad (ou seja, entra direto depois do ano 12) como Engenharia. Outras sao postgrad, ou seja, faz um major na area e entra depois, como Medicina. Nas carreiras postgrad, vc enfrenta mais uma seleção depois do major.

    O ensino é pago, mesmo em universidade publica. Tem bolsas e empréstimos dosponiveis, tanto do governo qto privadas. As universidades são autônomas.

    O ensino, no geral, é considerado um dos melhores do mundo (acho que estao em 8 ou 9 no PISA) e as credenciais academicas obtidas aqui sao muito valorizadas, inclusive sendo aceitas direto em muitos países.

    Espero ter contribuido.

    (*)As criancas nao sao obrigadas a frequentar a escola, mas devem ser educadas entre os 6 e os 16 anos. Pode ser homeschooling, por exemplo…

    0
    • Ardêncio 24/02/2018 at 11:09

      Muito interessante.
      Além da baixa qualidade de exatas e ciências, aqui ainda há a tarefa de se blindar os filhos de ideologias perniciosas.

      0
  • 300esparta 24/02/2018 at 10:32

    “O ensino é pago, mesmo em universidade publica. Tem bolsas e empréstimos dosponiveis, tanto do governo qto privadas. As universidades são autônomas.

    O ensino, no geral, é considerado um dos melhores do mundo ”

    Seria mera coincidência??

    0
  • Neco 24/02/2018 at 10:57

    Quando morava no CE, tinha um amigo que trabalhava em uma engarrafadora de água mineral que envasava os garrafoes de 20 its.
    A empresa saiu da capital, mais pro interior, e por causa das normas da qualidade, só queria gente com o segundo grau completo. Resultado, não conseguia estabilizar a equipe, pois esses formados não queriam manusear os garrafoes de água, já que cada um pesa 20 kg.

    0
    • Seu Madruga das Cavernas 24/02/2018 at 14:45

      Porra, o trabalho é um tipo de crossfit roots e ainda assim vagabundo não quer.

      0
  • Neco 24/02/2018 at 11:13

    Quem não viu ainda o vídeo sobre a cnbb, não deixe de ver, já esta em vídeos em alta:

    Fala de como os recursos da campanha da fraternidade são usados, e das ligações complicadas da cnbb com a igreja. Fala do CONIC e das outras igrejas, temos que divulgar ao máximo.

    0
  • Mente do Mal 24/02/2018 at 11:34

    Bom dia.

    Bolsonaro tem plano de privatizações.

    *https://www.oantagonista.com/economia/ministro-de-bolsonaro-preve-r-700-bi-em-privatizacoes/

    0
  • 300esparta 24/02/2018 at 11:52

    Olha como é bom investir no Brasil, temos grande segurança jurídica!!!!

    Jornal da Globo
    MT tem milhares de processos de disputas de terra na Justiça

    A tecnologia expôs o resultado de décadas de emissão desordenada de títulos de terra.

    https://globoplay.globo.com/v/6528630/programa/

    0
  • Johnnyboy 24/02/2018 at 12:08

    Já que hoje esta meio devagar aqui…

    Vou postar um debate aqui no facebok numa postagem de uma professora da UERJ.. muito conhecida pois tem envolvimento com política…

    Vai ficar meio longo mas tá beleza!

    0
  • Johnnyboy 24/02/2018 at 12:09

    A postagem original:
    Sonia Rabello
    19 h ·

    O STF precisa reconhecer o direito à revisão geral anual de todos os funcionários públicos. O pleito dormita há 10 anos esperando ser julgado. Resolvendo a questão de forma a compensar as perdas inflacionárias e mantendo o valor real do pagamento pelo cargo, não há porque ter a desculpa dos penduricalhos para uma ou outra classe de supostos privilegiados.

    http://www.soniarabello.com.br/magistrados-penduricalhoos-e-reajuste-geral-dos-servidores-publics/

    0
    • Johnnyboy 24/02/2018 at 12:10

      minha resposta:

      “Entre 53 países pesquisados, o Brasil é o que a apresenta a maior diferença entre o salário de um funcionário público federal e o de um trabalhador da iniciativa privada.
      No resto do mundo, o setor público paga em média “apenas” 16% a mais que o setor privado. A situação brasileira é única.
      E piora: o gasto do país com funcionários públicos é de 13,1% do PIB. É o maior percentual entre todos os países analisados. Muito acima de países como Portugal, França e EUA. Nestes, o gasto do governo com funcionalismo é de 9% do PIB.
      Já o Chile gasta apenas 6,4% do PIB com funcionários, menos da metade do Brasil.
      E um detalhe curioso: segundo o Banco Mundial, o quadro do funcionalismo brasileiro pode ser considerado “enxuto” em relação ao resto do mundo. Ao passo que, no Brasil, 5,6% da população empregada está no setor público, nos países da OCDE este percentual é de quase 10%.
      Ou seja: o alto gasto com funcionalismo no Brasil não decorre de um excessivo número de funcionários público, mas sim do elevado custo (altos salários) deles.
      Mais: sete em cada dez funcionários públicos estão no grupo dos 10% mais ricos do país.
      Assim, o governo é simplesmente o maior concentrador de renda no Brasil.
      Os servidores federais civis ganham, em média, R$ 130.000 por ano. No Ministério Público Federal, R$ 205.000. No Legislativo, R$ 216.000. E no Judiciário, R$ 236.000.
      Além desses salários magnânimos, há também vários benefícios atrelados ao cargo: auxílio-moradia, auxílio-transporte, auxílio-educação, auxílio-funeral, auxílio plano de saúde, reembolso por despesas médicas e odontológicas etc.
      Só o auxílio-moradia dos juízes custa R$ 1 bilhão por ano aos pagadores de impostos.
      A coisa é tão surreal que um juiz morando em uma mansão, se locomovendo em carro chique com motorista particular, e com filho em escola caríssima recebe auxílio-moradia, auxílio-transporte e auxílio-educação.
      E o descalabro começa cedo: ao passo que um advogado recém-formado é contratado por cerca de R$ 3.100 no setor privado, se ele fizer concurso para o Poder Executivo começará já com um salário de R$ 18.283. Nos poderes Legislativo e Judiciário, os salários iniciais são ainda mais altos: cerca de R$ 30 mil por mês.
      Enquanto isso, o trabalhador do setor privado, que é quem produz e é tributado para sustentar toda essa farra, tem uma renda média de R$ 2.100 por mês.
      Eis a grande injustiça causada pelo estado: a pesada carga tributária sobre o setor privado, que afeta empregos e impede aumentos salariais, existe para sustentar o setor público e seus salários magnânimos. Funcionários públicos vivem à custa dos trabalhadores da iniciativa privada, os quais ganham pouco porque têm de pagar impostos para bancar esses privilegiados”.

      0
      • Johnnyboy 24/02/2018 at 12:12

        O cara do contra:

        Ernesto Leão

        De que tipo de servidor você está falando? Se não deixar claro que as distorções concentram-se em casos específicos (p/ex.: magistrados, parlamentares, comissionados, servidores do legislativo e do judiciário, gestores que incorporaram remunerações de cargos ao longo da carreira, terceirizados das OS’s etc.), a sua análise fica, no mínimo, incompleta.
        Do jeito que você colocou, parece que todos os servidores públicos são privilegiados que mamam nas tetas do estado. Tal análise é, no mínimo equivocada e preconceituosa.
        Outra coisa que também precisa ser levada em conta: a iniciativa privada paga muito mal no Brasil, menos do que nos outros países que você citou. Portanto, boa parte dessa distorção parte de um nivelamento por baixo.
        Afinal de contas, é um escárnio ver advogados ganhando R$ 3.100 por mês, não é mesmo?

        ______

        EU:

        “Outra coisa que também precisa ser levada em conta: a iniciativa privada paga muito mal no Brasil, menos do que nos outros países que você citou”.

        Perfeito!

        E é essa mesma iniciativa privada mal paga, sem reajustes anuais, com alto índice de desemprego que banca o funcionalismo público, o que expõe ainda mais o descolamento da realidade em querer falar em fazer valer reajustes anuais pra recomposição da inflação.

        ____

        Ernesto Leão

        Volto a perguntar: de que tipo de funcionário público você está falando?

        – Comissionados (muitos dos quais são indicados políticos)?
        – Servidores que ganham e/ou incorporam remunerações de cargos DA-S e DA-I ao longo da carreira, gerando às vezes os famosos super-salários?
        – Servidores do Legislativo e do Judiciário, incluindo parlamentares, procuradores e juízes?
        – Militares reformados e respectivos(as) pensionistas?
        – OS’s e tercerizados em geral, inclusive os donos das empresas que ganham as licitações para fornecer mão de obra?
        – Servidores públicos federais, estaduais, municipais ou todos?

        Sem esses esclarecimentos, a sua visão – e a do Banco Mundial – peca ao insinuar uma generalização. Ao contrário do que imagina, a grande maioria dos funcionários públicos não ganha tão bem assim e os altos salários concentram-se em nichos específicos.
        E quanto ao reajuste anual, o que a Sonia Rabello questiona é a falta de uma data-base para o funcionalismo, a exemplo do que existe há décadas na iniciativa privada. Graças a essa lacuna, tem muito governante que passa 4 ou 8 anos sem dar um mísero centavo de reajuste aos servidores, causando assim um forte achatamento salarial por conta das perdas com a inflação.
        Não há nenhum descolamento de realidade nisso.

        0
        • Johnnyboy 24/02/2018 at 12:13

          EU:

          Os dados foram postos aí.

          Não entendo o interesse em especificar qual tipo de servidor específico, o problema é geral, e a comparação abrangente.

          Por acaso a reivindicação do reajuste anual exclui os tais “servidores de nicho” que ganham muito bem?

          E discordo, não são tão poucos assim…. Todo o judiciário, magistrados e servidores, todo o ministério público, de membros a servidores… Todo o legislativo…. E uma parte bem relevante do executivo Federal…. É bastante gente sim…. Pra não falar nos comissionados citados por você…..

          Ora, se na iniciativa privada há data base há décadas como vc diz….. Então pra quem tá achando ruim no setor público, que vá para iniciativa privada…..
          Só que na iniciativa privada tem demissão, tem a empresa fechar em razão da incompetência de políticos que acham que são os escolhidos pra mudar o mundo é só fazem cagadas… E todos nós pagamos por elas….
          Outra coisa que tem há décadas na iniciativa privada é se aposentar pelo teto do inss… Enquanto o serviço público vinha até bem pouco tempo com a insana aposentadoria integral e com equivalência à remuneração da ativa…

          ___

          Eu:

          Ah, e não é escárnio um advogado receber 3100 reais.
          Escárnio é um técnico judiciário receber 5000 mais benéficos.

          ____

          Ernesto Leão

          Quando falo dos nichos, eu me refiro à falta de racionalização que existe na administração pública brasileira, dentro da qual a gestão de pessoal faz parte. Isso é que tem que ser corrigido, não arrochar servidores que historicamente ganham pouco, como professores, merendeiras, pessoal administrativo etc.
          Por exemplo: você sabia que, na Prefeitura do Rio Janeiro – que é a segunda maior cidade do país – tem servidor de carreira com vencimento abaixo do salário mínimo e que, por falta de um plano de cargos e salários decente, necessita receber um adicional pra ficar dentro da lei? Ou você acha que isso também é um privilégio absurdo e inaceitável?
          Também não disse que são poucos os que ganham (bem) acima da média. Eu quis dar a entender apenas que eles não são a maioria. Daí, a minha crítica à generalização.
          Quanto à opção por serviço público x iniciativa privada, entendo que ela depende de cada um. Já conheci gente que sempre lutou pra ser funcionário público e também vi gente que sempre rejeitou essa idéia, preferindo os desafios do mundo corporativo privado. E, na boa? Ninguém deve ser condenado por isso. Cada um é cada um.
          A iniciativa privada tem tudo isso que você falou sim: desemprego, instabilidade, falência etc. Nisso, você tá certo. Já no funcionalismo público tem más condições de trabalho, falta de recursos, carência de pessoal… se tiver dúvidas, dê uma passadinha num hospital público ou numa escola municipal da periferia pra entender o que eu estou falando. Uma repartição sem ar condicionado, com poucos computadores e móveis velhos também serve.
          Em relação à politicagem, nós a conhecemos na intimidade, pois os políticos são simplesmente os nossos chefes imediatos. Viu como isso é bom?
          No que tange à previdência, acredito que todos mereçam aposentadorias e pensões dignas, independentemente do que fizeram ao longo da vida. É uma questão de humanidade, não de regime de trabalho.
          Por fim, arremato dizendo que, num país com o custo de vida que temos, um advogado ganhar R$ 3.100 por mês é um escárnio sim; assim como afirmo que é bem digna a remuneração de R$ 5.000 para um profissional de nível médio, seja um técnico judiciário ou qualquer outro trabalhador público ou privado.
          No fundo, o pior escárnio de todos é existir pobre de direita no Brasil.

          0
          • Johnnyboy 24/02/2018 at 12:14

            EU:

            Ernesto Leão eu gostaria de encerrar ilustrando o que eu havia dito anteriormente quanto ao descolamento da realidade.
            Veja bem, eu também acredito que todos mereçam aposentadorias e pensões dignas, independentemente do que fizeram ao longo da vida.
            Assim como concordo que 5.000 mil reais é uma remuneração pra lá de digna pra alguém com ensino médio num cargo técnico.
            Acontece que os recursos são escassos.
            90% da população não recebe 5000 mil reais, ainda mais com estabilidade e benefícios como auxilio saúde, alimentação e auxilio creche.
            Então o advogado de 3100 reais, as cozinheiras, os porteiros, os atendentes de loja, pedreiros da construção civil, caminhoneiros, motoristas de ônibus….vigilantes noturnos (que também muitas vezes tem condições precárias de trabalho) bancam a dignidade que todos nós desejamos…..mas apenas pra alguns…. enquanto não desfrutam dessa dignidade.
            Quantos patrões na iniciativa privada não gostaria de pagar salários dignos para seus funcionários… ter funcionários felizes e comprometidos, recebendo muito bem.
            Acontece que há impostos extorsivos e toda a dificuldade de se empreender no país…(pra bancar os projetos de mundo ideal e a dignidade dos servidores públicos) se o dono de uma padaria pagar 5000 reais pra cada funcionário, mais benefícios, ele QUEBRA.
            Esse é o descolamento da realidade…. servidores públicos muitas vezes reivindicam sua dignidade, pouco se lixando pra situação de quem vai arcar com o custo… a POPULAÇÃO!
            E aqui ninguém esta defendendo “nivelar por baixo”.
            O que esta em jogo é a capacidade que a sociedade tem de sustentar por meio de impostos pesadíssimos uma realidade que nem mesmo ela desfruta, para tornar o mundo do serviço publico digno (o que é muito bom), enquanto ela sofre e esta muito longe de desfrutar de condições remotamente parecidas…. como a aposentadoria com vencimentos integrais e equiparáveis aos da ativa… um verdadeiro privilégio, diante de uma massa de aposentadorias na faixa de 1 salario minimo (o grosso do INSS) com pouquíssima que se limitam ao teto…..
            Aí esta o descolamento da realidade….
            Agora eu de fato não entendo seu comentário sobre ter pobre de direita.
            Estranho mesmo é ter pobre de esquerda…. pois são tantos os “esquerdistas caviar”, ou alguém acha mesmo que Chico Buarque é algum desprivilegiado? O Gregório Duvivier? A turma do eixo Leblon-Ipanema (meca do PSOL no RJ)…..
            Além da casta de servidores públicos que figuram no percentual mais abastado da sociedade.
            “desconfio de todo idealista que lucra com seu ideal”.
            O pobre é essencialmente conservador, cristão… por mais que a esquerda se recuse a aceitar… ou os atores globais (José de Abreu, Fernanda Montenegro.. e outros tantos) que desfrutam de uma bela condição de vida e viagens no exterior….insistam em querer nos fazer crer no contrário.
            Eu por outro lado acho tão deprimente ver pessoas chegarem a idade adulta adulando facínoras, ditadores sanguinários…. e repetir os mesos mantras que levaram centenas de milhões à morte em países em que as mentiras do socialismo, comunismo alcançaram a hegemonia…..
            Dizem que o conceito de loucura é repetir as mesmas ações e esperar resultados diferentes…..
            Então é no minimo curioso que após décadas e após inúmeras experiências que sempre fadam ao fracasso, um grande numero de pessoas insista em defender que cada erro que se repita não foi a “real” experiência maravilhosa que a esquerda persiste em prometer.
            É triste assistir que uma ideologia alicerçada na inveja, no fracasso pessoal, que no fim tem sempre o mesmo resultado que é criar uma casta burocrática privilegiada por onde passa, que se mantem mediante a concentração de poder, desagua no totalitarismo, na expropriação.. tudo isso enquanto ilude pessoas com promessas do paraíso na terra, por mudanças estruturais na sociedade….. como acontece na Venezuela hoje… graças aos ideais da esquerda sendo postos em prática.
            É perfeitamente crível ser pobre e ser de direita, se defender do Estado, enquanto individuo, ter sua propriedade (conquistada com muito trabalho e dedicação) respeitada e protegida da ânsia coletivista de um Estado Hipertrofiado que toda esquerda quer….
            Mas os tempos estão mudando… a informação tem chegado as pessoas livre das manipulações, das doutrinações ideológicas feitas nas escolas e em todas as universidades… os tempos certamente serão melhores…. então para os desavisados…..

            É melhor Jair se acostumando!

            0
            • Johnnyboy 24/02/2018 at 12:14

              Link do Face se alguém quiser conferir:

              O STF precisa reconhecer o direito à revisão geral anual de todos os funcionários públicos. O pleito dormita há 10 anos…

              Publiée par Sonia Rabello sur Vendredi 23 février 2018

              0
              • Jr 24/02/2018 at 13:09

                Clap Clap Clap!
                Deu uma surra bonita no esquerdoso! Ele quase que mandou um ‘vai estudar’, típico de quando não tem mais argumentos.

                0
  • Pé Vermelho 24/02/2018 at 13:06

    Não era pra deixar uns snipers na favela,
    quando os traficantes voltassem….
    ahh mais poderia pegar inocente! – pra isso temos as cameras hj em dia para serem justificada as ações, um “tirinho” no joelho ou no cotovelo pra começar…

    https://www.bonde.com.br/bondenews/brasil/traficantes-reassumem-apos-saida-de-militares-457136.html

    0
  • Neco 24/02/2018 at 13:08

    VIDA DE BILLY GRAHAM, O QUE FOI NA REALIDADE?

    0
    • Johnnyboy 24/02/2018 at 13:16

      humm

      Então esse Billy não era lá essas coisas…

      0
      • Neco 24/02/2018 at 18:06

        Já assisti muitos vídeos do pastor Moabel, acho que ele não esta mentindo. Também fiquei surpreso com o fato dele ser democrata.(O Billy).

        0
  • Knight-Doc 24/02/2018 at 13:11

    MOVIMENTO ESPÍRITA: QUAL O PREÇO DA PAZ?
    Jefferson Rodrigues Bellomo

    0
  • Ricardão 24/02/2018 at 13:41

    Aproveitei a promoção de livros do Nando Moura e comprei os seguintes livros:

    Rebelião das massas
    1964 O elo perdido
    Bandidolatria e democidio

    Queria até saber do Doc (mas qualquer um sinta-se convidado a opinar) o que achou desses livros

    Abraço

    0
    • Knight-Doc 24/02/2018 at 13:57

      Tenho todos, mas ainda não li o 1964…
      1. Rebelião das Massas – Deveria ser OBRIGATÓRIO sua leitura (e discussão) nas faculdades, independente da área q vc estivesse fazendo!
      2. Bandidolatria e Democídio – É um livro um pouco difícil pelo vacabulário técnico, mas é excelente!
      Eu comprei os livros restantes do OC, agora tenho TODOS…e é muita opressão, Jesus… 😀

      0
      • Ricardão 24/02/2018 at 14:05

        Penso em comprar também o desinformação e o
        Os EUA e a nova ordem mundial

        Esse segundo é o debate do OC com o Dugin … Vale a pena?

        0
        • Knight-Doc 24/02/2018 at 14:25

          Vale a pena, mas tem em pdf na internet… procura no site minhateca.com.br

          0
  • Francisco Quiumento 24/02/2018 at 14:41

    Boa tarde, mizifios!

    Estamos em firme marcha para MAIS BOSHTA?

    Perceberam nos últimos dias as notícias de ufanismo quase alucinado sobre o mercado imoBOLHÁrio?

    AGORA VAI! DESAGUEM-SE OS VASTOS ESTOQUES!

    Offinhos:

    1

    Pesquisadores em Harvard desenvolveram os príncípios de uma fotossíntese artificial 10 vezes mais capaz que a natural. Notícia na SciAmBr.

    Vai chover dinheiro, simples assim.

    2

    EI! ADVOGADO CARECA! TU MESMO!

    SIPHU!

    Benças e um bom final de semana, mizifios!

    0
  • Francisco Quiumento 24/02/2018 at 14:44

    Offinho

    AI, COMO NOSSA ARTE É LÔCA!*

    -https://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/filmes-brasileiros-tinta-bruta-e-bixa-travesty-sao-premiados-no-festival-de-berlim.ghtml

    -Pára de imitar as beeshas!
    -PÔ, MUIÉ! É ENGRAÇADO!

    0
    • Knight-Doc 24/02/2018 at 14:55

      Kkkkkk 😀

      0
      • bolha buritis 24/02/2018 at 16:42

        Horror, horror.

        Bençças Aníticas from Harvard.

        0
        • Floyd 24/02/2018 at 17:01

          To vendo essa inveja hétera recalcada!! o.O

          0
          • bolha buritis 24/02/2018 at 17:11

            Yeahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh !

            0
  • bolha buritis 24/02/2018 at 16:46

    Neco 24/02/2018 at 11:13
    Quem não viu ainda o vídeo sobre a cnbb, não deixe de ver, já esta em vídeos em alta:

    Fala de como os recursos da campanha da fraternidade são usados, e das ligações complicadas da cnbb com a igreja. Fala do CONIC e das outras igrejas, temos que divulgar ao máximo.

    ——————————————————

    Boa tarde BOB

    Esses vídeos merecem tópico.

    Nossa igreja não pode ser destruída por esses malditos comunistas.

    0
    • Neco 24/02/2018 at 18:09

      E tem varias outras envolvidas, tipo a Luterana, Batista. Todo o Conic.

      0
      • bolha buritis 24/02/2018 at 18:31

        Tem que bater forte nisso.

        0
  • Floyd 24/02/2018 at 17:08

    Ir lá encher o growler de cerveja, ficar bêbado e ir viver a vida.
    Bom fim de semana a todos!!

    0
    • bolha buritis 24/02/2018 at 17:11

      Vai lá.

      kkkkkkkkkkkk

      0
  • bolha buritis 24/02/2018 at 17:14

    AO VIVO

    Arrancada AO-VIVO – HotCampinas.com – Desafio dos Campões 2018

    https://www.youtube.com/watch?v=FwQpwAqGlJM

    0
  • Pao de queijo com cafe 24/02/2018 at 17:38

    Agora vai.

    0
  • galt 24/02/2018 at 18:14

    Acho excelente esse CVR e não discordo uma vírgula do que o Barna falou.

    Mas voltados para famílias de classe baixa e classe baixa média acho que vale acrescentar que nem todos os pais tem uma visão apurada da realidade como o Barna, ou melhor dizendo, a maioria mal consegue interpretar a realidade. Vejo que até alguns anos atrás, havia muitos pais iludidos com a expansão da economia, brasil bombando e precisando de profissionais qualificados, etc. Sem falar na expansão das UF, que fez com que qualquer estudante meia boca conseguisse uma vaga em uma UF. Logo era natural que os pais fizesse uma pressão para os filhos entrarem logo de cara em uma UF ao invés de um curso técnico.

    Venho de uma família pobre, mas limpinha e ajeitadinha, mas conheço alguns conhecidos entraram na UF por cota para fazerem engenharia, e além de serem pobre, a família era um caos. O que aconteceu…. sarrafada na engenharia, mudam para arquitetura…. sarrafada de novo, nego se formando e não sabe nem usar um autocad pq não possui computador em casa, mas conseguiram se formar na estica do prazo de jubilação.

    Enfim, não culpo os pais nem os filhos, afinal tudo mundo quer uma esperança de um futuro melhor e o PT ofereceu muito bem isso. Só fica a frase que marca a banânia: O Brasil não é para amadores.

    Bobeou por aqui, levou ferro.

    0
  • Ricardão 24/02/2018 at 18:15

    Entrevista do Jordan Peterson de quase 3h sensacional.

    Ele comenta a respeito das universidades por uma perspectiva incrível… A internet pode levar ao fim da necessidade das universidades – pelo menos com relação aos cursos de humanidades.

    Assistam

    0
  • bolha buritis 24/02/2018 at 18:34

    Olha aí Neco.

    AO VIVO ULTIMAS INFORMAÇÕES CUMBRE VIEJA E TERREMOTOS

    0
    • Neco 24/02/2018 at 18:48

      A coisa esta complicada. Mas não espero nada que nos atinja.

      0
  • bolha buritis 24/02/2018 at 18:35

    PDQ, viu as imagens da chuva na Cristiano Machado e Bernardo Vasconcelos ?

    https://www.youtube.com/results?search_query=chuva+bh&sp=EgIIAg%253D%253D

    0
    • Formiga atomica 24/02/2018 at 18:37

      Eu vi a chuva.

      0
      • bolha buritis 24/02/2018 at 18:40

        Foi toda pro seu lado. Aqui virou noite, mas a chuva foi mansa.

        0
    • Pao de queijo com cafe 24/02/2018 at 19:48

      Eita

      Tou em Sampa…

      0
  • Mineirausfall 24/02/2018 at 18:50

    Teste.

    0
    • bolha buritis 24/02/2018 at 18:57

      Pica-Pau Woody Woodpecker – Um dois três testando!

      0
      • Mineirausfall 24/02/2018 at 18:58

        Yeah! 😀

        Boa noite.

        0
        • bolha buritis 24/02/2018 at 19:00

          Boa noite Mineira !

          0
          • Mineirausfall 24/02/2018 at 19:01

            🙂

            0
  • Mineirausfall 24/02/2018 at 19:12

    Hmm… Os “laranjas” desses “movimentos fabianos” a concorrer para o Legislativo sendo apresentados.

    VSF://politica.estadao.com.br/noticias/geral,a-intencao-do-status-quo-e-se-manter-diz-guilherme-leal-sobre-politicos-atuais,70002202489

    0
  • Mister.M 24/02/2018 at 19:23

    Tarde!!
    Infelizmente nosso problema é cultural.
    Acredito que muito antes da falta de habilidade, capacidade, qualificação, cursos, enfim, antes de tudo isso, o problema é a vergonha. Sim, a vergonha!! A juventude simplesmente tem vergonha de trabalhar. E nunca, jamais, never, você desenvolverá uma técnica ou habilidade se você tem vergonha de exercê-la ou do que ela representa. Se você tiver vergonha nem mesmo a escumadeira opressora você aprende a manusear.
    Sempre houve estigma e preconceito com serviços “braçais ou de baixa complexidade”, FATO. Mas a situação atual é esquizofrênica. Os pais preferem um filho vagabundo a um filho em “subemprego” – ênfase nas aspas. Não há constrangimento em manter o nem-nem em casa, humilhação seria ele trabalhando no supermercado, por exemplo. “Meu filho? Não eduquei meu filho para ser pacoteiro no mercado.” Chamo isso de SÍNDROME DO KIKO – sim, aquele do chaves, o FDP do Baú passsou tanto aquela praga que formou uma geração de tesouros incapazes de se misturar com a “gentalha”.
    Resultado: nos mercados que frequento 99% das vagas ocupadas por pessoas de meia-idade ou idosos, aliás, não só nos supermercados, em muitos lugares já não se encontram jovens trabalhando. Me desculpem se minha percepção estiver distorcida, mas até mesmo no Shopping em muitas lojas antes você via “novinhas” e agora predominam as “coroas”, com o perdão do trocadilho.
    Poderia citar aqui fácilmente pelo menos uma dezena de atividades consideradas “subemprego” que remuneram bem, não exigem muito investimento de tempo (para aprender) e dinheiro (para começar) , nas quais você também vai se deparar apenas com pessoas de meia-idade ou mais velhas, raramente um rapaz mais novo na faixa dos 20 anos.
    Vou focar em apenas 1 exemplo e aqui cabe um CVR pessoal. Algum tempo atrás desocupei um imóvel, precisava limpar o terreno e manter a grama em ordem. O local era um pouco afastado e o jardineiro que temos contato aqui no bairro (que por sinal, tem mais de 40 anos) não se dispôs a ir. Rodei o bairro onde o imóvel estava localizado mais de uma vez para achar alguém. A cada pessoa cortando grama (todas passadas dos 30) eu parava o carro para solicitar o serviço e ninguém tinha disponibilidade no mesmo dia e nem na mesma semana. Resultado, depois de muito perguntar, consegui o contato de um Sr. de 60 ANOS que fez a limpeza do terreno e por alguns meses cuidou da grama – PREÇO: R$ 300,00 temers a limpeza e mais R$ 100,00 mensal.
    Dá para ficar rico? Não da porra, mas vive-se com dignidade SIM, melhor que muito CLT por aí.
    Resumindo, temos ínumeras necessidadas básicas do dia-a-dia carentes de mão de obra porque a juventude tem vergonha e a “velha guarda” não dá conta.
    No Brasil infelizmente as pessoas confundem trabalho com emprego. Trabalho é ruim, emprego é bom. Trabalho é para pobre desqualificado, emprego é para quem “estudou para melhorar de vida”.
    Aliás, chega a ser engraçado, desde cedo a criança ouve que precisa estudar hoje para não precisar se matar de trabalhar amanhã. Ou então, “a caneta pesa menos do que a enxada”. E assim o “mandioca-sapiens” brasileiro tem a brilhante conclusão de que quanto mais diploma de porra nenhuma ele acumular menos ele trabalhará. Mas, além de ninguém avisar, o animal passa mil horas “estudando” e não consegue concluir sozinho que SEM TRABALHO NÃO HÁ RENDA!!
    Uma última constatação interessante. Esse ciclo acima se repete na “classe-mérdia” via de regra. Como disseram acima, ninguém passa fome, então o ciclo continua. O pobre, aquele fudido mesmo, como a fome aperta mais do que a vergonha, mesmo sem 1 hora-aula ele já conclui o óbvio e mete a cara e se dá bem, enquanto o “mandioca-sapiens” está aprendendo Marx na faculdade ele está tendo uma aula de realidade com o SENHOR MERCADO.
    Enfim, desculpem o textão, mais do mesmo por outra perspectiva.

    0
    • Pao de queijo com cafe 24/02/2018 at 19:46

      Tópico

      0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:15

      Data venia, divirjo. O conteúdo aqui exposto é condição necessária, mas não é suficiente para o sujeito se estabelecer.

      O exemplo apresentado mais acima pelo Bolhício, ilustra isso bem. Os soldadores que antes conseguiam 5 KBRL, hoje não conseguem nem salário-mínimo.

      Ou seja, além de trabalhar, o indivíduo tem que ficar atento aos possíveis nichos.

      Imagine se os “novinhos” fossem para as atividades manuais, atraídos pelos atuais ganhos? O mercado seria deflacionado.

      De certa forma, é o que vem ocorrendo com as profissões ditas “qualificadas”.

      (Enquanto os “novinhos” não vão, os “senhores trabalhadores” vão faturando.)

      0
      • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:18

        O pior, é que já estou imaginando a resposta…

        “Pô, Mineira, já é difícil encontrar banalings que trabalhem…

        Trabalhar e poupar? Estás querendo demais…

        Trabalhar, poupar e, ainda por cima, ficar de olho nos ‘nichos de mercado’? Achas que estás aonde?!”

        0
      • civilizado 24/02/2018 at 20:34

        Temos que saber o pq dos veinhos estarem nos lugares desses jovens…será pq os jovens não querem nada com nada?…ou eles estão perdendo o lugar pros veinhos já aposentados?…que esse último caso..acho erradíssimo!!!

        0
        • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:40

          Infelizmente, a primeira hipótese parece ser a mais próxima do real.

          Segundo o relato, está faltando gente nessas ocupações, mesmo proporcionando uma remuneração melhor do que muito emprego formal.

          Maldita mídia, que encheu a cabeça dos jovens de BOSHTA!!!

          Aí está o resultado. Essa vitória (da mídia), ninguém lhes tira.

          0
          • civilizado 24/02/2018 at 20:52

            triste!!! pois esse serviço , no caso o primeiro emprego é mui qualificador…pois ensina a lidar com o dinheiro, ter responsabilidades, ser organizado, moldar o caráter, etc,etc,etc…

            0
      • Mister.M 24/02/2018 at 22:15

        Eu parto da premissa de que algo que sequer existe não pode ser melhorado. Enquanto no campo das ideiais, enquanto hipótese, posso reformular, adaptar, melhorar, etc, mas isso não lhe retira a natureza de ser isso, apenas uma hipótese se não for para o mundo real.
        É basicamente o que vemos hoje, boa parte dos jovens vive num mundo hipotético que só existe em suas cabeças, ou seja, todas suas expectativas estão baseadas em nada além de pura ilusão.
        Entendo quando você fala em nicho de mercado.
        Mas o ponto que estou levantando aqui me parece sofrer de um problema maior.
        Quer uma prova?
        Todo mundo está cansado de saber a realidade da advocacia no Brasil e mesmo assim uma HORDA DE MILHARES de jovens todos os dias está se matriculando no curso.
        Percebe como a questão ultrapassa o fator SALÁRIO?
        Voltando no meu texto anterior.
        Um mãe não teria vergonha em manter filha nem-nem num curso de Direito mas sentiria imensa frustração e vergonha em dizer que a mesma filha está fazendo o curso de manicure.

        0
        • Mister.M 24/02/2018 at 22:18

          Uma advogada recém formada ganha seus R$ 1500,00 reais e uma manicure em capital facilmente ganha o dobro disso, se tiver prática e boa clientela, mais do que o triplo.
          E a chance dessa recém advogada se tornar uma GRANDE advogada é muito menor do que a Manicure se tornar dona do próprio salão e empregar outras manicures.
          Ou seja, a análise supera o aspecto financeiro.

          0
          • Mister.M 24/02/2018 at 22:19

            Isso porque, no mundo hipotético da recém advogada, ela será a nova Presidente do STF, enquanto no mundo real da manicure ela, ancorada na realidade, chega muito mais longe.

            0
            • civilizado 24/02/2018 at 22:22

              Mas no caso da manicure ..ela está no teto de seus rendimentos, enquanto um advogado (por mais que tenha no Brasil) está em início de carreira…essa é a diferença do potencial da advocacia (e outros cursos) com a manicure

              0
            • Mineirausfall 24/02/2018 at 22:28

              Isso aí, é:

              – Um pouco de anacronismo (“diploma é garantia de sucesso” ou “advogado tem prestígio” – essa valia no tempo da avó dessa estudante de Direito).

              – Bastante propaganda (novelas e noticiários mostrando advogados montados na grana – geralmente, arranjada de forma errada).

              – Muito de narcisismo (o que o Jr postou sobre as redes sociais).

              0
              • Mister.M 24/02/2018 at 22:40

                Civilizado, perceba como seu comentário apenas corrobora o meu raciocínio.
                É difícil aceitar que uma advogada ganha menos do que uma manicure.
                É difícil aceitar que a manicure tem mais chances de se tornar uma empresária de sucesso do que essa recém advogada se tornar uma jurista brilhante. Inconscientemente você acredita que a advogada “vale” mais do que a manicure. Mas esses são os fatos, essa é a realidade.
                Apesar disso, baseado apenas em um mundo hipotético distante da realidade, as pessoas continuam se matriculando no curso de Direito acreditando que serão os novos “Sérgio’s Moro’s”.

                0
                • Mister.M 24/02/2018 at 22:43

                  Talvez precisamos fazer uma gouermetização no nome das profissões no Brasil.
                  Sério, é apenas a explicação que eu vejo.
                  Prefiro chamar minha filha de advogada do que de manicure.
                  Prefiro chamar meu filho de “administrador” do que de pintor.
                  Prefiro chamar meu filho de “economista” do que de marceneiro.
                  Afinal de contas, advogado, economista e administrador, “tem muito mais potencial” do que manicure, pintor e marceneiro.

                  Percebe a loucura?

                  0
                  • Mineirausfall 24/02/2018 at 22:46

                    Haha… Mitou!

                    O Banaling é uma terra de “Napoleões” e “D. Marias I”.

                    0
                  • civilizado 24/02/2018 at 22:55

                    Mister é por ai….dá mais “glamour”

                    0
                    • Mineirausfall 24/02/2018 at 22:57

                      Matou a pau! Resumiu em uma só palavra! O.O

                      0
                • civilizado 24/02/2018 at 22:58

                  Mister….como manicure ela está no teto de seus rendimentos…mas é diferente se ela montar um salão de beleza…pois vai bem nais….mais que um simples advogado ou outra profissão onde não haja um destaque ….

                  0
              • civilizado 24/02/2018 at 23:01

                vdd Mineira…muitas profissões estão vivendo do seu passado de bons rendimentos…hoje um arquiteto se duvidar passa fome…entre outras profissões!!

                0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:21

      Esse negócio de “diploma é garantia de sucesso”, talvez valesse há quarenta, quando muito, trinta anos atrás.

      Hoje, isso não é mais verdade.

      Mais um dos anacronismos existentes no Banaling.

      0
    • civilizado 24/02/2018 at 20:23

      o problema que os pais querem colocar os filhos direto na faculdade e esquecem dos cursos técnicos …que muitas vezes pagam mais que cursos superiores…masssss curso técnico é pra probi….

      0
      • Jr 24/02/2018 at 20:52

        As redes sociais colaboram para esse quadro. Que jovem vai querer postar selfie todo suado de limpar um terreno? O ego precisa ser massageado.

        0
        • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:54

          Muito bem lembrado.

          “Porque a vida, é agora!” >.<

          0
          • civilizado 24/02/2018 at 20:58

            piorrrrr!!! que tristeza!!!

            0
      • Neco 24/02/2018 at 22:53

        Quando morava em Fortaleza, na Igreja, tinha um senhor de mais de 60 anos, que dizia, pra mim ta bom, nem venço o serviço. Uma noite sim, uma não, era porteiro de prédio, durante o dia, limpava terrenos, cavava fossas, cacimbas, e coisas desse tipo. Era um dos principais colaboradores financeiros da igreja.

        0
  • Pobre Contemporâneo 24/02/2018 at 19:43

    Estou no Fronteira Barra, indicação do AL… R$ 31 o buffet + rodízio de pizza.
    Curiosos que têm um Pessoal de Evoke, Compass, Mercedez

    0
    • Pao de queijo com cafe 24/02/2018 at 19:53

      Tou o fds todo me ferrando em lugares gourmet…

      Coisas da vida…

      0
      • Pobre Contemporâneo 24/02/2018 at 20:07

        Semana passada me ferrei num gourmets desses…
        Bla bla bla Champearia, tbm na barra… R$ 8.90 coca de 250ml, r$ 15.90 long neck

        0
        • Bolhicio 24/02/2018 at 23:28

          Ardeu! Caríssimo!

          0
    • BananenseNãoPraticante 24/02/2018 at 20:10

      A Mercedes deve ser do AL…
      Ele tinha dito que pagava o jantar de quem chegasse gritando Bolsonaro Presidente!
      Grita aí, no mínimo vc ganha aplausos do pessoal que está no restaurante.

      0
  • civilizado 24/02/2018 at 20:14

    Barnabezinho 24/02/2018 at 10:44
    Uma vez quando eu ralava de peão no ferro-velho, estava descansado do almoço sentado na calçada em frente ao galpão que estava montando com o pessoal… uma moça que passava na rua me usou de exemplo pro filho dela, dizendo – alto – que ele acabaria se tornando “feito ele” (me apontou e tudo )se não estudasse… fingi que não ouvi e meus colegas passaram anos me sacaneando.

    Barna!!!! como seria bom essa moça entrasse agora no teu departamento junto com o filho dela e te ver!!!..

    0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:21

      Haha… Boa!

      0
    • BananenseNãoPraticante 24/02/2018 at 20:31

      Bonito deve ser ir pro bbb ou virar traveco e fingir cantar qualquer porcaria ou ainda virar ladrão.
      Trabalhar de verdade é humilhante.
      Não é por acaso que estamos nesta situação.

      0
  • Johnnyboy 24/02/2018 at 20:25

    É escandaloso como tentam forçar goela abaixo a depravação absoluta dos valores (lembrem que o General Heleno também falou de VALORES na mítica entrevista na Globonews).

    E ainda teve a série lá da Marquezine de relação entre irmãos e com explicação de que era só Tabu da sociedade……

    ___

    “Ayrton pede uma cama maior para dormir com a filha: ‘Gosto abraçadinho, de conchinha”

    https://www.msn.com/pt-br/entretenimento/noticias/bbb-18-líder-ayrton-pede-uma-cama-maior-para-dormir-com-a-filha-gosto-abraçadinho-de-conchinha/ss-BBJubFU?ocid=spartanntp

    0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:32

      Eca…

      0
    • Seu Madruga das Cavernas 24/02/2018 at 20:36

      Esse cara vai apanhar na rua quando terminar essa merda. Nem sei quem é, mas agora vou procurar saber. Se encontrar esse bosta na rua vai levar porrada da na cara.

      0
    • civilizado 24/02/2018 at 20:38

      Tái uma coisa que não entendo!!!! voces metem o pau na grrobuuuu, masssss assistem esta merda…..pior o bbb é lixo, do lixo, do lixo, do lixo, do lixo,do…..

      0
      • civilizado 24/02/2018 at 20:40

        isso é tão lixo que nem deveria ser comentado aqui!!!….é aquilo falem mal, mas falem…..

        0
      • Mineirausfall 24/02/2018 at 20:49

        Não diria isso. Em qualquer portal de notícias, essa BOSHTA aparece na página principal. >.<

        Queiras ou não, acabarás por esbarrar com isso.

        Só há duas maneiras de se evitar: ou ir morar no meio do mato, ou ir embora do Banaling.

        0
        • Johnnyboy 24/02/2018 at 20:53

          isso… eu nunca vi essa merda… mas a “noticia” aí esta em tudo que é portal…. com a maior naturalidade…

          0
        • civilizado 24/02/2018 at 20:55

          sai dá capital e fui pro litoral….mas até no mato tem internet como fora da banania…é só não ler….ignorar…simples!!rsrsrs

          0
    • Simons 24/02/2018 at 22:39

      Ora. Parem de implicar com o rapaz.
      É absolutamente normal um pai dormir junto com a filha na mesma cama. Ainda mais de conchinha.
      Pedófilos não existem e a globo não quer incentivar o incesto nem destruir os valores morais da família. Isso tudo é paranoia de vocês seus golpistas conspiracionistas.

      */ Jumento piçolista mode off/

      0
  • RoCoSala 24/02/2018 at 20:37

    Boa noite 300!!!!!

    Fevereiro acabando, agora vai????

    Bora botecar:

    Black Sabbath – “War Pigs” Live Paris 1970

    0
  • RoCoSala 24/02/2018 at 21:02

    Carro elétrico = aquecimento global, mesma falácia!

    https://www.noticiasautomotivas.com.br/psa-diz-que-eletrificacao-pode-acabar-com-fabricantes-de-automoveis/

    Deixem eu queimar minha gasolina em paz!!!!!

    Carro elétrico de cÚ é rola.

    0
    • civilizado 24/02/2018 at 21:18

      ta pegado isso dái!!! o problema são as baterias….

      0
  • bolha buritis 24/02/2018 at 21:03

    Momento diversão

    Ultimate’ OFF ROAD Fails❌/2018/Roll Over Best Compilations #6

    0
    • civilizado 24/02/2018 at 21:29

      mui bommmmm!!! bacana!!!

      0
  • Pobre Paulista 24/02/2018 at 22:13

    Tá explicado:

    0
  • Pobre Paulista 24/02/2018 at 22:19

    Primeiro eu discordei do governo Chinês. Aí eu vi a lista e, rapaz, não é que estão certos mesmo? kkkkkk

    https://whiplash.net/materias/news_848/137050.html

    0
  • Captain RJ 24/02/2018 at 22:55

    Boa noite bolhistas,
    Tenho trabalhado muito e mal tenho conseguido acompanhar o blog. Mas gostaria de uma dica dos viajantes, para um roteiro de 4 semanas, começando no em Toronto- CA e adentrando os EUA (em principio percorrendo a costa leste de cima a baixo), no mês de março!! Desde já agradeço!

    Ps. A respeito do cvr, a geraçao millenial não produzirá o mínimo para custear o proprio sustento que dirá a máquina pública. A dívida do governo explodira e voltaremos a ter inflação descontrolada nos próximos anos. Mas aqui todos já sabem…

    0
    • Final Countdown 25/02/2018 at 00:45

      Pede dica no meio da semana
      Hoje isso aqui tá parecendo concessionária de carro chinês

      0
  • Neco 24/02/2018 at 23:09

    Essa questão do jovem não querer trabalhar e sim querer um emprego, vai ser um grande problema no futuro. Daqui mais 30 anos, se isso não mudar, ninguém vai fazer trabalhos braçais. Mas eles sempre vão existir, então serão feitos por robôs? Mas robô não é grátis.

    Veja por exemplo no Japão, as crianças da escola, aprendendo ma escola a limpar os banheiros.

    Não sei comp vai ser, mas se não tiver uma mudança profunda aqui, não futuro não muito distante seremos facilmente dominados pelas potencias globais.

    0
    • Mineirausfall 24/02/2018 at 23:15

      Não vai demorar muito para o Banaling virar colônia chinesa. O.O

      12 regras para a vida – Jordan Peterson via Leandro Russel

      0
    • Mister.M 24/02/2018 at 23:16

      Reza a lenda que a imigração em massa na Europa começou com esse discurso, aliás, tem gente reverberando isso até hoje por lá.

      0
      • Mister.M 24/02/2018 at 23:18

        Importaram africanos e muçulmanos apenas para varrer o lixo e eles já estão deitados no sofá e comendo suas esposas (acho que o horário já permite né kkk)

        0
      • Simons 24/02/2018 at 23:22

        BINGO MASTER PLUS!
        Ficam de mimimimi que não querem fazer certos trabalhos. Aí os imigrantes vem e trabalham.
        Depois reclamam que os imigrantes “roubam” empregos.
        Brasileiro na Zoropa na maioria dos casos faz só trabalho braçal ou limpa privada.
        Há exceções de gente muito qualificada que tem empregos “melhores”.

        0
        • civilizado 24/02/2018 at 23:26

          não só na Zoropa..nos states…na terra dos canguros….etc,etc,etc,etc…e tão mui felizes…comprando e vivendo bem, adquirindo as coisas facilmente em pouquíssimo tempo…e nesses serviços ganham mui melhor que profissionais formados com curso superior…sem falar na qualidade de vida…nem falo sobre assaltos e afins….

          0
    • Neco 25/02/2018 at 08:05

      Deixaram pra justiça 50terrenos com valor de 90k cada um.
      Muita gente vai perder dinheiro.

      0
  • Mari 25/02/2018 at 02:26

    RoCoSala postou mais cedo, vai outra vez

    Pessoal sumido, nem CDM teve.

    Black Sabbath “War Pigs” Live at Ozzfest 2005

    0
  • Mari 25/02/2018 at 02:41

    Rainbow-Temple of the king (lyrics)

    0
  • Mari 25/02/2018 at 02:56

    Bom domingo a todos!

    Pink Floyd – “Hey You”

    0
  • Himan Roth 25/02/2018 at 06:57

    Bom dia pessoal!
    Assistindo um pouco de nextflix esquerdoso…. Vi um pouco de Hitler’s Circle of Evil. Série lixo, dizendo que sociedade thule foi movimento de direita, que nazismo é extrema direita. Ah vá!

    0
  • Neco 25/02/2018 at 07:55

    Bom dia.

    E segue p jogo.

    Bom domingo a todos.

    0
  • Barnabezinho 25/02/2018 at 08:37

    Bom dia! Eu andei sumido ontem… tou passeando! Em Campos Bolhudos do Jordão! Vim atrás do frio e para -acertei!- fugir da chuva!

    0
    • Mineirausfall 25/02/2018 at 08:40

      Bom dia!

      Aêêê…

      0
  • Julio 25/02/2018 at 09:06
  • Barnabezinho 25/02/2018 at 09:18

    Tópico novo! quando meu cel parar de frescura eu posto a imagem dele!!!!!

    0
  • Escreva seu Comentário (Ir para o início)