Sobre a fidelidade

 

 

Bom dia, amigos !

O tópico de hoje foi enviado por um leitor do Carcará.

Trata-se de um interessantíssimo texto de autoria do filósofo e teólogo Dietrich von Hildebrand.

Algumas informações sobre esse autor estão aqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dietrich_von_Hildebrand

Espero que apreciem !


A Fidelidade

Entre as atitudes humanas fundamentais para a vida moral, figura também a fidelidade.

Pode-se falar de fidelidade em sentido amplo e em sentido estrito. Temos em vista o sentido estrito quando falamos de fidelidade a seres humanos; assim, por exemplo, no caso da fidelidade entre amigos, da fidelidade conjugal, bem como da fidelidade à própria nação ou da fidelidade a si mesmo.

Mas esta fidelidade já pressupõe a fidelidade em sentido amplo. Refiro-me àquela constância que primordialmente confere à vida a sua coesão interna, a sua íntima unidade. Só firmando-nos nas verdades e valores que um dia se nos desvelaram é que se nos torna possível construir a personalidade.

O decurso de uma vida humana encerra um contínuo revezamento de diversas impressões, tomadas de posição, ações. Não conseguimos pensar muito tempo seguido numa única idéia ou permanecer com a atenção fixa num só ponto. Assim como na vida biológica se sucedem a fome e a saciedade, a fadiga e o vigor, assim também a vida do espírito tem certa mobilidade peculiar. Dada a sucessão de impressões que nos marcam, dada a torrente de acontecimentos que nos trazem ao espírito uma heterogeneidade de objetos, a nossa atenção não se pode fixar sempre do mesmo modo; e o nosso pensamento caracteriza-se por um ir e vir de conteúdo para conteúdo, outro tanto se podendo dizer dos nossos sentimentos e desejos. Mesmo num acontecimento feliz, como o reencontro longamente ansiado do ser amado, não nos podemos demorar muito; do pleno presente da alegria profunda, a torrente da nossa experiência retorna pressurosamente a outros rumos que nos prendem a atenção e as vivências.

Mas o homem tem diversos níveis de profundidade. A sua vida interior não se limita ao nível em que se dá essa contínua mudança, ao nível da atenção expressa da consciência “atual”. Quando continuamos a correr para outra impressão ou conteúdo, o passado, em vez de se perder sem mais, finca-se na camada mais profunda e aí sobrevive. Decerto que é já exemplo disto a memória, a capacidade de recordar, que liga passado e presente; mas, para além disso, a sobrevivência de fundo das nossas atitudes em face do mundo, da posição tomada perante as verdades e os valores fundamentais, enquanto a nossa atenção atual se fixa em questões inteiramente diferentes.

É mais ou menos desse modo que a alegria de um acontecimento profundamente feliz sobrevive no fundo da nossa alma, dando um colorido especial a tudo o que fazemos em determinado instante. Enquanto trabalhamos, continua a resistir, vivo, no fundo de nós mesmos, o amor ao ser amado, como uma reserva oculta por cima da qual se passa tudo o mais.

Sem esta capacidade, o homem careceria de qualquer unidade interior, seria apenas um feixe de impressões e vivências sucessivas. Se uma impressão sempre e sem mais se substituísse a outra, se o passado se perdesse indiferentemente, a vida interior do homem ficaria privada de sentido e de conteúdo; não haveria nenhuma estrutura, nenhum desenvolvimento, não haveria sobretudo “personalidade” alguma.

Ora, ainda que esta capacidade de retenção, sem a qual se tornaria impossível a vida própria da pessoa espiritual, se dê em todos os homens, é decerto variável o grau em que se forma nos indivíduos concretos a coesão interna e persistente da sua vida.

Os homens distinguem-se uns dos outros pela sua diferente profundidade: uns vivem na camada mais superficial da sua consciência atual, e neles as vivências se sucedem fragmentariamente umas às outras, de modo que bem poderíamos denominá-los efêmeros; desses homens dizemos que se esgotam inteiramente no momento que passa. Outros vivem das camadas mais profundas da pessoa, e nada de significativo desaparece só por não ser já presente, antes se torna um cabedal humano sobre o qual se constrói algo de novo, cheio de sentido. Só estes últimos merecem o nome de personalidades. Só neles se pode formar uma riqueza interior.

Quantos não há que chegaram a conhecer grandes obras de arte, viram países magníficos, entraram em contato com homens notáveis – mas sem nada lhes deixar efeito duradouro! Talvez, por instantes, tenham ficado fortemente impressionados, mas nada lançou neles raízes profundas, nada “retiveram”, pois desapareceu mal se deixaram levar por novas impressões. Esses homens são como uma peneira por onde tudo passa. Podem ser bons, afetuosos, honestos, mas atolaram-se num estado puerilmente inconsciente; não têm nenhuma profundidade, escapam-nos, são incapazes de relacionar-se realmente com outros homens, porque lhes faltam de todo em todo laços profundos com o que quer que seja.

São homens irresponsáveis, já que desconhecem condições duradouras e nada conservam de um dia para o outro. Ainda que as suas impressões sejam vivas, decerto não chegam a penetrar naquelas camadas profundas em que, por sobre as mudanças de um instante, se encontram as orientações e atitudes elevadas. Prometem honestamente alguma coisa num instante, mas logo a seguir tudo se esvai; concebem propósitos sob uma impressão forte, mas qualquer impressão mais forte que se siga lhos apaga. São tão impressionáveis que, na sua vida, só a camada exterior da consciência atual tem a palavra. Para esses homens, o que determina a dedicação e o interesse não é o valor e o peso de um assunto, mas apenas o viço e a intensidade do “presente”. O que os domina é esta preferência geral pela intensidade, em que a impressão presente ou a presente situação levam a melhor sobre o passado.

Há duas espécies no gênero destes homens volúveis. Primeiro, a daqueles em que, geralmente, nada avança até a camada mais profunda, que permanece neles como que vazia. São sempre homens superficiais, carentes de vida profunda e de qualquer firmeza interior; parecem areia movediça, que logo cede sem mais: se procurarmos neles um âmago duradouro, sobre o qual se possa construir, logo se toca no vazio. Evidentemente, nunca é este o caso de um homem são; quem, em sentido literal, fosse puramente “instantâneo”, seria um psicopata. No entanto, mesmo sem os podermos qualificar de doentes psíquicos, são frequentes os homens cuja vida costuma transcorrer assim.

Da outra espécie fazem parte os que, embora tenham impressões profundas e um âmago duradouro e firme na sua pessoa, perturbam-se tanto com a impressão momentânea que o que têm de permanente não consegue sobrepor-se à impressão do instante que passa. Só quando esta se dissipa é que volta ao de cima o que têm no íntimo. Tais homens, por exemplo, podem ter por alguém um amor profundo e duradouro; mas basta uma situação forte, viva, expressiva, para num momento se perturbarem de tal maneira que “esquecem” o ser amado, e fazem coisas ou dizem palavras que nem de longe combinam com aquele amor que sobrevive lá no íntimo.

São homens que sempre estão em perigo de se tornar traidores. Neles, o presente avantaja-se continuamente ao ausente, pelo interesse momentâneo, pelo papel que desempenha nos seus pensamentos, sensações e desejos, embora, fundamentalmente, estimem mais o ausente, que a longo prazo manifesta uma importância inteiramente diferente.

Em contraste com estes dois tipos, o homem constante conserva tudo o que se lhe deparou como verdade e valor genuínos. A vivacidade do presente não tem poder algum sobre a sua vida, em confronto com o peso interno das verdades, uma vez reconhecidas, ou do valor ético, uma vez captado. A repercussão das coisas na sua consciência depende exclusivamente da altura do valor que possuem, e não da sua “atualidade”. Tais homens estão, por isso, imunizados contra a tirania de tudo o que é simples moda; já nada os impressiona só por ser moderno, por andar momentaneamente no ar, mas apenas por ser valioso, belo, bom, verdadeiro.

Para homens assim, o mais valioso, o mais importante, é também e continuamente o “mais atual”. Para eles, o valioso nunca passa de moda, mesmo que há muito tenha sido posto de lado no seu ambiente. A vida destes homens constitui uma trama coerente e cheia de sentido, que espelha continuamente no seu decurso a hierarquia objetiva dos valores, ao passo que a dos inconstantes vem a ser presa das situações e impressões que se lhes deparam fortuitamente. São eles os únicos a captar a sublimidade do que vale plenamente em todas as épocas e que, cheio de valor e de verdade, nunca envelhece, nunca desmerece. Compreendem que uma verdade significativa não perde o interesse nem nos deve ocupar menos, só porque nos é conhecida de longa data. Reconhecem sobretudo que o que é valioso não se limita a exigir-nos a atenção e o interesse no momento presente.

Só o homem constante compreende realmente a exigência do mundo dos valores éticos, só ele é capaz de responder aos valores com a resposta que objetivamente lhes é devida; isto é, com uma resposta duradoura, independente do encanto da novidade, da vivacidade do presente. Só aquele para quem jamais passa qualquer valor que uma vez tenha brilhado, aquele que não esquece nenhuma verdade se uma vez a penetrou – só esse faz justiça à peculiaridade do mundo da verdade e dos valores, tornando-se capaz de se lhe manter fiel.

Esta constância, ou fidelidade no verdadeiro sentido da palavra, é uma consequência necessária de toda a verdadeira compreensão dos valores e, portanto, de toda a vida moral no seu conjunto. Só uma resposta que se prende duradouramente ao valioso é uma resposta moralmente madura e plenamente consciente.

Sob o ponto de vista moral, só um homem destes é realmente adulto, digno de confiança; só ele se sente responsável por tudo o que tenha feito noutras situações; só ele se arrepende realmente da injustiça anteriormente cometida; só ele se sairá bem nas provações.

Com efeito, para esse homem, a luz dos valores morais continua a brilhar no meio do embotamento do dia-a-dia, mesmo através da noite das tentações, porque é das profundezas que ele vive e é do fundo de si mesmo que ele se impõe ao momento passageiro. Quanto mais constante e fiel for o homem, tanto mais rico e valioso será, tanto mais capaz de se tornar um autêntico vaso de valores éticos, um ser que viva e duradouramente abrigue e irradie pureza, justiça, humildade, amor e bondade.

Basta observarmos as diversas esferas da vida, para logo encontrarmos por toda a parte o significado fundamental da fidelidade neste sentido amplo. Com efeito, essa atitude é o pressuposto de qualquer crescimento da pessoa em geral e sobretudo de todo o desenvolvimento e progresso moral. Como há de crescer moralmente quem não retém todos os valores que se lhe revelaram, quem não faz deles para sempre um cabedal próprio? Como há de realizar-se uma construção progressiva num homem dominado exclusivamente por impressões momentâneas e de pouca duração? Sem estabilidade, de que serve a melhor educação? De que servem as mais penetrantes advertências, a viva descoberta de valores, se nenhuma raiz se prende no fundo ou no fundo fica apenas e sempre a dormitar?

Por mais estranho que pareça, os homens volúveis não mudam nunca. Conservam as imperfeições e as preferências que possuem de seu natural, mas não conquistam novos valores éticos. Ainda que num determinado momento compreendam tudo e concebam os melhores propósitos, ainda que não lhes falte boa vontade, a inconstância impede-lhes qualquer progresso moral duradouro. Não porque se fechem, à maneira daquele que se contorce na sua soberba, tornando-se como que impermeável, mas porque se abandonam demais a qualquer impressão, não conseguindo “segurar” no turbilhão da sua vida nem mesmo aquilo que tomam a sério.

A atitude fundamental da fidelidade é, pois, pressuposto de toda a auto-educação. Só o homem fiel consegue digerir interiormente as impressões contraditórias, extraindo o bem de cada uma delas, aprendendo e crescendo com as mais variadas situações da vida, porque permanece nele estável e viva a craveira dos valores autênticos. Em contrapartida, o homem volúvel cede, ora a uma, ora a outra impressão, e, sem mais, “cai”; tudo nele passa mais ou menos sem deixar rasto.

Só o homem fiel, por outro lado, prefere o mais relevante ao menos relevante, o valioso ao que o é menos; o volúvel, esse, no melhor dos casos, mede pela mesma rasoura todas as realidades valiosas, mesmo que assim pereça algum valor mais alto. Ora, para o crescimento moral e, de modo geral, para a vida moral da pessoa, nada é mais importante do que a consideração da hierarquia objetiva dos valores, a capacidade de preferir constantemente os valores mais altos.

A atitude fundamental da fidelidade é também pressuposto de toda a confiança, de toda a credibilidade. Como há de alguém manter uma promessa ou merecer crédito na luta das idéias, se vive apenas no momento que passa, sem formar uma unidade de sentido com passado, presente e futuro? Quem poderá contar com ele? Só o homem fiel torna possível aquela confiança que constitui o fundamento de qualquer comunidade; só ele possui aquele elevado valor moral que reside na firmeza, na lealdade; na confiabilidade.

A fidelidade é, além disso, pressuposto da própria capacidade de confiar, da fé heróica. O volúvel, além de que não merece nenhuma confiança, jamais consegue crer com fé firme, inabalável: nem nos outros homens, nem em verdades, nem em Deus. É que lhe falta o vigor necessário para viver do valor que uma vez contemplou, se o rodeia a noite e a escuridão, ou se outras impressões fortes arremetem contra ele. Não é por acaso que, nas línguas latinas, a palavra fides significa simultaneamente fidelidade e fé. Com efeito, a fidelidade é parte constitutiva e essencial do vigor da fé e, portanto, de toda a religião.

Muito especialmente nítido é o significado transcendente da fidelidade no campo das relações humanas. O que é o amor sem fidelidade? No fundo, uma mentira. Porque o sentido mais profundo de todo o amor, o “sim” interior que se pronuncia no amor, é uma íntima dedicação e entrega de si mesmo, que sobrevive sem prazo algum, inabalável através de todas as mudanças na correnteza da vida. Um homem que, por exemplo, diga: “Amo-te agora, mas por quanto tempo não sei”, nem amou realmente, nem faz idéia nenhuma da essência do amor. A fidelidade é tão essencial ao amor que qualquer um tem de considerar perene a sua dedicação. Isto vale para todos os amores: para o amor aos pais, para o amor aos filhos, aos amigos, para o amor conjugal. Quanto mais profundo é o amor, tanto mais o penetra a fidelidade.

É precisamente nesta fidelidade que repousa o especial brilho moral do amor, a sua casta beleza. O que o amor tem de especificamente comovente, naquele caráter único com que nos surge no Fidelio de Bethoven, prende-se essencialmente com a fidelidade. A fidelidade imperturbável do amor de mãe, a fidelidade inconcussa de um amigo, possuem uma especial beleza moral que toca o coração de quem se abre aos valores. A fidelidade é, assim, o núcleo de qualquer amor grande e profundo.

O que é que há, em contrapartida, de mais moralmente baixo e disforme do que a infidelidade manifesta, a antítese radical da fidelidade, que ultrapassa largamente a inconstância? Que mácula moral se pode comparar com a do traidor que, por assim dizer, apunhala o coração que se lhe ofereceu cheio de confiança e indefeso? Quem for falto de fidelidade na sua atitude fundamental é um Judas perante todo o mundo dos valores éticos.

Sem dúvida, há homens para quem a fidelidade não passa de simples virtude burguesa, de mera correção ou probidade. O homem livre, grande, genial – assim pensam eles – não precisa de fidelidade. Néscio mal-entendido! Talvez haja, efetivamente, uma espécie de fidelidade inócua e complacente. Mas o certo é que a autêntica fidelidade é parte indispensável, constitutiva de toda a grandeza moral, de toda a verdadeira força e profundeza de uma personalidade. A autêntica fidelidade de que aqui tratamos é o contrário da mera probidade burguesa ou da simples atitude de quem se aferra aos seus costumes. Não deriva também de um temperamento apático, como a inconstância não deriva de um temperamento vivo e impulsivo.

A fidelidade é uma resposta livre e cheia de sentido ao mundo da verdade e dos valores, à sua significação imutável e autônoma, às suas exigências próprias. Sem a atitude fundamental da fidelidade, não há nenhuma cultura, nenhum progresso no conhecimento, nenhuma comunidade; mas, sobretudo, nenhuma personalidade moral, nenhum amadurecimento moral, nenhuma vida interior una e consistente, e nenhum amor verdadeiro. Todo o esforço de educação tem que ter em conta este significado fundamental da fidelidade em sentido amplo, se não quiser condenar-se de antemão ao malogro.

Dietrich von Hildebrand


Bom dia a todos !

16
Compartilhar
  • Henk 17/04/2019 at 10:16

    Nessa analise de hoje do canal “Casando o verbo” achei impressionante a similaridade do filme “pet goat 2” com o que aconteceu de verdade com a catedral de Notre Dame .
    A partir de 7 min a comparação é feita , aquela expressão facial Crística pode ser a indiferença ao que aconteceu e está acontecendo com a cristandade.

    1
    • BananenseNãoPraticante 17/04/2019 at 13:13

      Muito bom!
      Ele fala daquilo que venho escrevendo há algum tempo aqui no canal, desde a revolução francesa, que em sua essência foi um movimento de combate à Igreja, o ritmo de destruição da nossa história/tradição/cultura acelerou muito.
      Menciona o niilismo com a foto do Nietzsche, outro tema já comentado por aqui. Volto a colar trecho da Encíclica Fides et Ratio do Santo Papa João Paulo II
      http://w2.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/encyclicals/documents/hf_jp-ii_enc_14091998_fides-et-ratio.html


      90. As teses examinadas até aqui conduzem, por sua vez, a uma concepção mais geral, que parece constituir, hoje, o horizonte comum de muitas filosofias que não querem saber do sentido do ser. Estou a referir-me à leitura niilista, que é a rejeição de qualquer fundamento e simultaneamente a negação de toda a verdade objectiva. O niilismo, antes mesmo de estar em contraste com as exigências e os conteúdos próprios da palavra de Deus, é negação da humanidade do homem e também da sua identidade. De facto, é preciso ter em conta que o olvido do ser implica inevitavelmente a perda de contacto com a verdade objectiva e, consequentemente, com o fundamento sobre o qual se apoia a dignidade do homem. Deste modo, abre-se espaço à possibilidade de apagar, da face do homem, os traços que revelam a sua semelhança com Deus, conduzindo-o progressivamente a uma destrutiva ambição de poder ou ao desespero da solidão. Uma vez que se privou o homem da verdade, é pura ilusão pretender torná-lo livre. Verdade e liberdade, com efeito, ou caminham juntas, ou juntas miseravelmente perecem. [ 106]

      91. Ao comentar as correntes de pensamento acima lembradas, não foi minha intenção apresentar um quadro completo da situação actual da filosofia: aliás, esta dificilmente poderia ser integrada numa visão unitária. Faço questão de assinalar que a herança do saber e da sabedoria se enriqueceu efectivamente em diversos campos. Basta citar a lógica, a filosofia da linguagem, a epistemologia, a filosofia da natureza, a antropologia, a análise profunda das vias afectivas do conhecimento, a perspectiva existencial aplicada à análise da liberdade. Por outro lado, a afirmação do princípio de imanência, que está no âmago da pretensão racionalista, suscitou, a partir do século passado, reacções que levaram a pôr radicalmente em questão postulados considerados indiscutíveis. Nasceram assim correntes irracionalistas, ao mesmo tempo que a crítica punha em evidência a inutilidade da exigência de auto-fundamentação absoluta da razão.

      A nossa época foi definida por certos pensadores como a época da « pós-modernidade ». Este termo, não raramente usado em contextos muito distanciados entre si, designa a aparição de um conjunto de factores novos, que, pela sua extensão e eficácia, se revelaram capazes de determinar mudanças significativas e duradouras. Assim, o termo foi primeiramente usado no campo de fenómenos de ordem estética, social, tecnológica. Depois, estendeu-se ao âmbito filosófico, permanecendo, porém, marcado por certa ambiguidade, quer porque a avaliação do que se define como « pós-moderno » é umas vezes positivo e outras negativo, quer porque não existe consenso sobre o delicado problema da delimitação das várias épocas históricas. Uma coisa, todavia, é certa: as correntes de pensamento que fazem referência à pós-modernidade merecem adequada atenção. Segundo algumas delas, de facto, o tempo das certezas teria irremediavelmente passado, o homem deveria finalmente aprender a viver num horizonte de ausência total de sentido, sob o signo do provisório e do efémero. Muitos autores, na sua crítica demolidora de toda a certeza e ignorando as devidas distinções, contestam inclusivamente as certezas da fé.

      De algum modo, este niilismo encontra confirmação na terrível experiência do mal que caracterizou a nossa época. O optimismo racionalista que via na história o avanço vitorioso da razão, fonte de felicidade e de liberdade, não pôde resistir face à dramaticidade de tal experiência, a ponto de uma das maiores ameaças, neste final de século, ser a tentação do desespero.

      Verdade é que uma certa mentalidade positivista continua a defender a ilusão de que, graças às conquistas científicas e técnicas, o homem, como se fosse um demiurgo, poderá chegar por si mesmo a garantir o domínio total do seu destino.”

      1
  • Pah 17/04/2019 at 10:51

    Belíssimo texto!!
    “Homens adultos e dignos de confiança”- uma espécie cada vez mais em extinção!

    0
    • From_The_Tower 17/04/2019 at 10:52

      O que tem de moleque aí com 40 anos.. não está no gibi.

      1
    • Grandecupincha 17/04/2019 at 11:04

      Meus caros,

      A engenharia social vende a ideia de que o modelo ideal masculino é ser um eterno moleque, macho beta, com hobbies infantis (brinquedos, quadrinhos, games), hiper paciente com as mulheres, abobado até, que as deixa fazer tudo e tomar conta do mundo.

      (Já o modelo da mulher é hiper corajosa, fala o que pensa, agride, e sempre tem razão no final…)

      O homem adulto, que tem posições, geralmente é visto como perigoso, e na ficção geralmente é o vilão, bate na mulher e nos filhos, não tem nenhum tipo de bondade.

      O que está acontecendo?
      Os meninos estão somente seguindo esse modelo (afinal, em casa os pais estão cada vez menos presentes…).

      10
  • bolha buritis 17/04/2019 at 10:54

    Bom dia amigos !!!

    0
  • Grandecupincha 17/04/2019 at 10:55

    Bom dia meus caros

    É impressionante isso, como é barato ser feliz e ter uma vida digna.

    Claro que, dito isso, tenho dificuldade de crer que “ser feliz” é, por exemplo, postar foto de viagem pra Europa com hashtag, ou pagar de coach bem sucedido.

    Concordo plenamente com o tópico, na real, é uma percepção da realidade rara – e olha que somos muito bons (os Carcarás) em dar a real da sociedade.

    Usando uma questão atual: de que adianta ter visitado Notre Dame se você continua não pecando (pecadores todos somos), mas insistindo que está correto em pecar???

    1
  • From_The_Tower 17/04/2019 at 11:08

    1
    • From_The_Tower 17/04/2019 at 11:23

      filhas da puta
      dólar avoando por conta dessa putaria

      0
      • windville 17/04/2019 at 11:31

        FDPs, juros futuros 29 dando aquela esticada! Que naba cara, vai mais muito devagar.

        0
  • BananenseNãoPraticante 17/04/2019 at 11:18

    https://www.metropoles.com/distrito-federal/servidor-que-agrediu-mulher-durante-orgia-no-df-e-exonerado-da-camara

    “…O homem exerce cargo em comissão na Liderança do PT na Câmara dos Deputados e foi preso por tentativa de homicídio após participar de orgia em um motel no último sábado (13/04/19).
    …”

    Os outros é que são misóginos e um monte de blablablá.

    2
  • windville 17/04/2019 at 11:32

    Bom dia folks,

    Ótimo tópico, síndrome de Peter Pan isso está acabando com o mundo Ocidental. Deus Vult!

    0
  • Pé Vermelho 17/04/2019 at 11:51

    Não vou citar o partido do nobre deputado pq vao adivinhar

    Conferência de Paz? com quem? PCC, traficantes, assaltantes de bancos?

    E um fdp desse ainda foi eleito.

    https://tnonline.uol.com.br/noticias/apucarana/45,476037,16,04,deputado-arilson-propoe-a-lei-de-seguranca-das-escolas-e-realizacao-da-conferencia-estadual-da-paz

    0
    • Pah 17/04/2019 at 12:06

      Enquanto o povão gnoranty continuar elegendo arilsons, narizinhos, renazinhos etc. vai ter o congresso que merece!! Como diria AL, uma grande boshta.

      2
  • Phil 17/04/2019 at 12:29

    Pode apagar oq caiu na moderação obrigado de nada segue o japones da federal na bota…

    “https://aconteceagora.com.br/ex-presidente-do-peru-tenta-se-matar-dando-tiro-na-cabeca-antes-de-preso-pela-lava-jato-em-caso-da-odebrecht/”

    0
    • bolha buritis 17/04/2019 at 13:00

      Móóóóórreu !

      Morre o ex-presidente do Peru que deu um tiro na cabeça
      SALVAR
      Mundo 17.04.19 12:36

      O ex-presidente do Peru Alan García, de 69 anos, morreu.

      Na manhã de hoje, como registramos, ele deu um tiro na cabeça durante o cumprimento de um mandado de prisão — García era acusado de envolvimento em esquemas com a Odebrecht.

      0
      • From_The_Tower 17/04/2019 at 13:14

        Lembrando que tem o mais recente que foi afastado (impichado)
        e tb é investigado.
        Pedro Paulo Kuczynski

        0
        • From_The_Tower 17/04/2019 at 13:14

          Pedro Pablo *

          0
          • Quero mais é que se f... 17/04/2019 at 13:40

            Dilma, Lula e Temer poderiam seguir o exemplo do peruano.

            8
  • bolha buritis 17/04/2019 at 14:14

    Líder do PSL contra a censura
    SALVAR
    Brasil 17.04.19 14:07

    Major Olímpio se amordaçou em frente ao STF.

    Ele disse:

    “Aqui, em frente ao STF, ao símbolo da justiça, nós mostramos nossa contrariedade em relação à censura. Não é pertinente. Não é cabível em nenhuma democracia, na qual os poderes constituídos se fazem respeitar por uma Constituição, ter uma manifestação de censura como tivemos a órgãos da imprensa.”

    O Antagonista e a Crusoé agradecem.

    2
    • Grandecupincha 17/04/2019 at 14:21

      AGORA a Lava Toga está ficando forte

      Lembram que nosso malvado favorito engavetou diversos pedidos de Impeachment da Dilma antes de enfim aceitar um deles?

      2
      • bolha buritis 17/04/2019 at 14:35

        Sim, Alcolumbre não tem alternativa.

        0
        • Grandecupincha 17/04/2019 at 14:39

          Pedido de Impeachment bom é aquele que tem maioria na casa E grande aceitação da sociedade

          Antes das trapalhadas de Totonho, talvez muita gente visse como.demasia a lava toga.

          E a imprensa faria seu papel também..

          3
          • AL 17/04/2019 at 14:46

            Vc sempre pode contar com a burrice da esquerda…

            3
            • Quero mais é que se f... 17/04/2019 at 14:56

              URGENTE: Senadores se unem pelo impeachment de Toffoli e Alexandre de Moraes – Delegado..

              2
              • Grandecupincha 17/04/2019 at 14:57

                Que maravilha!

                E são Ministros jovens, abrem vagas que só daqui a muito tempo seriam abertas.

                Soma com as que abrirão com o fim da pec da bengala…

                1
                • Quero mais é que se f... 17/04/2019 at 14:58

                  E tem mais:

                  0
                • Quero mais é que se f... 17/04/2019 at 15:02

                  O CN precisa propor uma emenda à constituição para rever essa questão da vitaliciedade para esses ministros do STF. Há de ser limitado para no máximo dez anos o tempo desses elementos como ministros do STF.

                  3
                  • Derick 17/04/2019 at 15:06

                    Boa, fazer um recall a cada eleição. Põe o nome dos vagabundos com a pergunta se devem continuar ou não.

                    0
  • Freedom 17/04/2019 at 15:08

    Grandecupincha
    Bom dia meus caros
    É impressionante isso, como é barato ser feliz e ter uma vida digna.
    Claro que, dito isso, tenho dificuldade de crer que “ser feliz” é, por exemplo, postar foto de viagem pra Europa com hashtag, ou pagar de coach bem sucedido.
    Concordo plenamente com o tópico, na real, é uma percepção da realidade rara – e olha que somos muito bons (os Carcarás) em dar a real da sociedade.
    Usando uma questão atual: de que adianta ter visitado Notre Dame se você continua não pecando (pecadores todos somos), mas insistindo que está correto em pecar???

    1

    A felicidade é algo que não deve ser buscado. Ela não existe no material, tanto que até hoje não se encontrou a fórmula.
    Ao buscarmos o transcendente, encontrando relacionamento com Deus, ganhamos a felicidade de brinde.
    Com Deus encontramos não só um motivo para existência social como encontramos também nossa finalidade maior, motivo pelo qual existimos.
    Viagens, passeios, amizades, família, são coisas boas, presente do próprio Deus que nos trazem alegria, mas não felicidade. Pois felicidade somente há NEle.

    6
    • Zé do Faz 17/04/2019 at 15:27

      Perfeito.

      0
  • Ricardão 17/04/2019 at 15:34

    Excelente análise.

    0
  • Marcus A 17/04/2019 at 15:58

    0
    • Marcus A 17/04/2019 at 15:58

      foi dia 11…

      0
      • civilizado 17/04/2019 at 16:30

        só podia ser 11 é um numero deles….dos senhores do mundo…

        0
  • Grandecupincha 17/04/2019 at 16:18

    Uma reflexão

    Tenho duas parantas que fizeram faculdade depois de velhas (+ de 30 anos), as duas fizeram pedagogia (mas não são próxima entre si)

    Já eram bem isentonas, mas se tornaram xiitas da esquerda após a conclusão dos cursos; falam as gírias, lacram de tudo que é forma

    Acho que o “biscoito de descolado” valeu muito na lavagem daquelas cabecinhas já varonis, pois nesse caso o biscoito é também um tipo de atestado de juventude eterna

    0
    • Jucira 17/04/2019 at 16:26

      Eles esquerdotizam mesmo a galera, hoje vou na ufmg assistir uma aula com a minha filha, estou cercando por todos os lados. Não vou perder minha filha pra estes esquerdopatas, não mesmo.

      5
      • Cetaceo 17/04/2019 at 16:33

        Yeah! Que massa! Parabéns!

        0
      • AL 17/04/2019 at 17:22

        👊👊👊

        0
      • Mineirausfall 17/04/2019 at 18:34

        Like. 👏👏👏

        0
    • civilizado 17/04/2019 at 16:38

      porrrraaa Grande velhas com mais de 30?!….bahhhh cara tem tanta gatas nessa faixa de idade..que estão mui longe de chamar de velhas!!!kkkkk

      1
      • Money Addicted 17/04/2019 at 16:42

        sim, tem muitas q ainda dao um belo caldo, mas nada melhor do que uma ninfeta 🙂

        0
    • Pah 17/04/2019 at 18:52

      Costumo dizer que os cursos de pedagogia hoje sao para educar ramsters nao seres humanos!

      1
  • Bruno L 17/04/2019 at 16:28

    ÚLTIMAS: Presidente @jairbolsonaro toma banho de chuva em cerimônia pelo Dia do Exército https://t.co/UQyQIQF5cz— Conexão Política (@conexaopolitica) April 17, 2019

    0
  • civilizado 17/04/2019 at 16:29

    Boa a tarde!!!…Poxa queria saber o que deve pensar os Odebrecht a respeito do suicídio do ex presidente do Peru Alan Garcia , quando a policia chegou em sua casa para prende-lo por corrupção ligado a essa empreiteira brasileira….

    0
    • Money Addicted 17/04/2019 at 16:40

      provavelmente ele se sentiu aliviado

      0
    • Alfinete da bolha 17/04/2019 at 16:55

      Será que foi mesmo suicídio?

      1
      • AL 17/04/2019 at 17:23

        That is the question…

        0
      • civilizado 17/04/2019 at 18:53

        …mistériossss…..

        0
  • Oliver 17/04/2019 at 17:23

    Com respeito no Alan Garcia se matar. Todo isto me parece muito esquisito. Além disso que (acho que o estrangeiro1 pode me corrigir), mas o fiscal José Domingo Perez, um dos principais de comandar a investigação da Lava Jato em Perú parece ser vermelho até a alma.

    Há pouco quando o Alan já estava morto, o fiscal ainda seguia na casa dele tentando fazer sei lá o que. Alguém denunciou isso!!! Eu não sei se isso é legal ou não (estrangeiro1 me ajude com isto)

    Eu não confio muito neste fiscal, pois sempre tentar fazer um show pra poder chamar a atenção.

    Lá no Perú parece que funciona da seguinte forma: Primeiro, vou na tua casa, falo que você como que vai preso (só por alguns dias), logo faço acusações que podem ser verdades ou não. Isso não interessa, pois o povo te odeia. Coloco informações do uma ONG de jornalismo de esquerda (o qual recebeu dinheiro de Soros) para seguir destruindo a tua reputação. Como o povo peruano em geral ainda acredita em “especialistas”, eles vão acreditar em mim e você se ferra bonito.

    Por outro lado, tenho o apoio do presidente. Assim ele parece ter passe livre para poder colocar em pauta coisas como: Ideologia de gênero, ambientalismo e poder ser até Padres progressistas. E assim, a esquerda vai crescendo.

    Por isso, por mais que eu saiba que o Alan é corrupto, estes vermelhos fizeram até o impossível pra destruir o que restava de reputação dele.

    5
    • Kurt 17/04/2019 at 23:18

      Queima de arquivo?

      0
  • Neco 17/04/2019 at 17:28

    Boa tarde.

    Não li o tópico ainda.

    Muito corrido hoje.

    E que tal tabela os preços. Dá serto sim, os Hermanos estão fazendo de novo:

    https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2019/04/17/argentina-anuncia-medidas-para-conter-inflacao-e-reativar-consumo-em-meio-a-crise.htm

    0
    • AL 17/04/2019 at 17:37

      Vai dar ó… Sertinho!!!

      0
  • bolha buritis 17/04/2019 at 19:01

    E essa palhaçada desse Marcos feliciano de impichar Mourão ????????????

    Estão loucos.

    0
    • civilizado 17/04/2019 at 19:09

      é querer desestabilizar o governo…só isso…..

      0
    • AL 17/04/2019 at 19:28

      Feliciano está putinho pq não está tendo articula$$ão…

      Daí quer desestabilização para dificultar as pautas

      0
  • MND 17/04/2019 at 19:38

    Pode ser algo, pode não ser.

    Mas que é estranho, é:

    0
  • Pé Vermelho 17/04/2019 at 19:43

    Não conhecia o estudo
    “utopia dos ratos”
    vou procurar mais informaçoes,
    se alguem conhecer e puder explicar

    https://www.misteriosdouniverso.net/2015/02/como-as-utopias-de-ratos-da-decada-de.html

    2
  • civilizado 17/04/2019 at 20:00

    Petrobras anuncia alta de R$ 0,10 por litro no diesel
    SALVAR
    Economia 17.04.19 19:08
    A política de um jeito ágil e revelador para você: é o Novo Antagonista
    Digite seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

    Roberto Castello Branco, o presidente da Petrobras, acaba de anunciar uma alta no preço do óleo diesel, de R$ 0,10 por litro.

    Com a alta, registra o G1 o litro do diesel passa a custar R$ 2,2470 nas distribuidoras a partir de amanhã. O valor, segundo Castello Branco, representa uma variação mínima de 4,5% e máxima de 5,1% nos pontos de venda da companhia.

    O presidente da Petrobras negou que a empresa tenha tido perdas com o adiamento do reajuste do preço do diesel.

    0
    • civilizado 17/04/2019 at 20:03

      tá!!! massssssssssss o que houve com aquela novela toda por o Mito ter cortado a suba?!?!?!?!?!…primeiro lugar…o IBOV sobe amanhã junto com a petro…..segundo lugar…não achei esta decisão boa para o Mito…e terceiro lugar…que porra de monopólio esse !!! PQP!!!

      0
  • civilizado 17/04/2019 at 20:06

    Conheça o valor do salário de um deputado e demais verbas parlamentares
    O salário mensal dos parlamentares é de R$ 33.763. Para o exercício do mandato, os deputados federais utilizam mensalmente:

    Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap): o valor depende do estado de cada deputado, devido ao preço da passagem aérea. Representantes do Distrito Federal ficam com a menor quantia (R$ 30.788,66). Já os de Roraima recebem a maior: R$ 45.612,53.
    A cota pode ser usada para despesas com:
    – passagens aéreas, telefonia e serviços postais (vedada a aquisição de selos);
    – manutenção de escritórios de apoio à atividade parlamentar, compreendendo locação de imóveis, pagamento de taxa de condomínio, IPTU, seguro contra incêndio, energia elétrica, água e esgoto, locação de móveis e equipamentos, material de expediente e suprimentos de informática, acesso à internet, TV a cabo, licença de uso de software, assinatura de publicações;
    – fornecimento de alimentação do parlamentar;
    – hospedagem (exceto do parlamentar no Distrito Federal);
    – locação ou fretamento de aeronaves, de automóveis (até o limite de R$ 10,9 mil mensais) e de embarcações; serviços de táxi, pedágio e estacionamento até o limite global de R$ 2,7 mil mensais; passagens terrestres, marítimas ou fluviais;
    – combustíveis e lubrificantes até o limite de R$ 6 mil por mês;
    – serviços de segurança prestados por empresa especializada até R$ 8,7 mil por mês;
    – contratação de consultorias e trabalhos técnicos, permitidas pesquisas socioeconômicas;
    – divulgação da atividade parlamentar, exceto nos 120 dias anteriores à data das eleições, se o deputado for candidato;
    – participação do parlamentar em cursos, palestras, seminários, simpósios e congressos, até o limite mensal de 25% do valor da menor cota mensal, ou seja, a do Distrito Federal;
    – complementação do auxílio-moradia, até o limite de R$1.747 mensais.

    Verba destinada à contratação de pessoal: o valor, que hoje é de R$ 106.866,59 por mês, destina-se à contratação de até 25 secretários parlamentares (cuja lotação pode ser no gabinete ou no estado do deputado), que ocupam cargos comissionados de livre provimento. A remuneração do secretariado deve ficar entre R$ 980,98 e R$ 15.022,32.
    Auxílio-moradia: R$ 4.253, concedidos aos parlamentares que não moram em residências funcionais em Brasília.
    Despesas com saúde: os deputados têm atendimento no Departamento Médico da Câmara (Demed) e podem pedir reembolso para despesas médico-hospitalares realizadas fora do Demed. Deputados em exercício do mandato e seus familiares que podem ser incluídos como dependentes no Imposto de Renda têm direito de utilizar o departamento.
    Além disso, se quiser, o parlamentar poderá aderir ao plano de saúde dos funcionários da Câmara, pagando R$ 420 por mês, com direito a rede conveniada nacional e a filhos e cônjuge como dependentes. Também é paga a participação de 25% sobre o valor da despesa médica realizada.

    Cota gráfica: o parlamentar pode solicitar a confecção de material de papelaria oficial (cartões, pastas, papel timbrado e envelopes) e a impressão de documentos e publicações.
    Ajuda de custo: no início e no fim do mandato, o parlamentar recebe ajuda de custo equivalente ao valor mensal da remuneração. A ajuda é destinada a compensar as despesas com mudança e transporte e não será paga ao suplente que for reconvocado dentro do mesmo mandato.
    Aposentadoria: a lei do Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC – Lei 9.506/97) prevê aposentadoria com proventos proporcionais ao tempo de mandato. Nesse caso, os proventos serão calculados à razão de 1/35 (um trinta e cinco avos) por ano de mandato. No entanto, é obrigatório preencher os requisitos de 35 anos de contribuição e 60 anos de idade.

    0
  • MND 17/04/2019 at 20:12

    Pode ser algo, pode não ser.

    Mas que é estranho, é.

    1
    • bolha buritis 17/04/2019 at 20:19

      Ontem o padeiro postou um pequeno vídeo que parecia alguém de túnica correndo entre as torres durante o incêndio.

      0
  • bolha buritis 17/04/2019 at 20:16

    Tópico enviado !!!!!!!!!!!!!!!!

    O mais moderno de 1991.

    Quem adivinha ?????????

    0
    • AL 17/04/2019 at 20:18

      Caramba!!!!

      0
      • bolha buritis 17/04/2019 at 20:19

        Era um que gostaria de ter também, principalmente a SW.

        0
    • civilizado 17/04/2019 at 20:31

      Versalles…

      0
      • AL 17/04/2019 at 20:32

        Versalles não tinha sw, mas tbm era um nave

        0
        • civilizado 17/04/2019 at 20:33

          pois é….

          0
          • bolha buritis 17/04/2019 at 20:36

            Versailles não era moderno, mas tinha a SW, Royale.

            0
    • MND 17/04/2019 at 20:43

      Omega?? 😉

      0
      • civilizado 17/04/2019 at 20:43

        Omega foi em 1992…

        0
        • bolha buritis 17/04/2019 at 20:50

          Isso, 92 modelo 93 .

          Vão tentando.

          0
          • civilizado 17/04/2019 at 20:54

            monza

            0
            • bolha buritis 17/04/2019 at 21:00

              Monza 82

              0
              • civilizado 17/04/2019 at 21:06

                nojeeeeennnntooo….rsrsrrs

                0
        • civilizado 17/04/2019 at 20:57

          Kadett

          0
          • bolha buritis 17/04/2019 at 21:00

            89

            0
            • civilizado 17/04/2019 at 21:04

              ford taurus gl sw 3.0 v6 24v 1991

              0
              • civilizado 17/04/2019 at 21:04

                chupaaaaaa!!! kkkkkk

                0
                • bolha buritis 17/04/2019 at 21:06

                  Americano

                  0
    • Neco 17/04/2019 at 20:54

      Ou Apollo ou Verona. Acho que Verona era um carro que merecia sim estar na galeria do blog.

      0
      • Neco 17/04/2019 at 20:55

        mas não tinha SW.

        0
        • bolha buritis 17/04/2019 at 21:01

          Pensem na Fabrica italiana de automóveis de Turim

          0
          • civilizado 17/04/2019 at 21:05

            tempra

            0
            • bolha buritis 17/04/2019 at 21:05

              EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE !!!!!

              0
              • Neco 17/04/2019 at 21:07

                Não conheci a versão SW.

                0
                • bolha buritis 17/04/2019 at 21:10

                  Vinha da Italia. As últimas são turcas.

                  0
            • civilizado 17/04/2019 at 21:07

              EEEEBBBBAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

              0
              • civilizado 17/04/2019 at 21:08

                O QUE GANHO?!?!?!?!?! FAAAALAAAA……FAAALAAA LOOGOO!!! KKKKKKKKKKKK

                0
                • bolha buritis 17/04/2019 at 21:09

                  Ganhou um passeio de tempra. Agende com o AL.

                  0
                  • civilizado 17/04/2019 at 21:10

                    bahhhhhh é isso o premio?!?!?!?!?!?!!/..kkkkkkkkkkkkkkkkkk

                    0
                    • bolha buritis 17/04/2019 at 21:12

                      Não, o Prêmio era da Fiat.

                      1
                  • civilizado 17/04/2019 at 21:12

                    meu irmão tinha um…e era muto moderno… espaçoso …..

                    0
  • bolha buritis 17/04/2019 at 20:31

    Pintura das faixas em uma caravan SS . No canal tem os vídeos da recuperação.

    0
  • Neco 17/04/2019 at 20:51

    Só agora li o tópico, muito bom, ótimo alias.

    Um homem pode mudar, desde temperamento dúbio, sem fidelidade, para um homem completamente fiel.

    Na igreja chamamos esse processo de novo nascimento, que é o nascimento da água e do Espírito Santo.

    Quando uma pessoa quer de fato buscar a Deus, e vai a uma igreja, disposto a aceitar Jesus e a seguir seus ensinamentos, acontece uma transformação. Já vi casos de ver diferença de um dia para o outro no linguajar.
    Outros casos demoram um pouco mais, alguns depois do Batismo nas águas, outros ao longo do tempo.

    Mas não são todos que vão procurar uma igreja que são transformados, os que vão por modismo, ou só pensando na prosperidade financeira, nunca vão sentir isso e vão morrer do mesmo jeito que eram. Não vão evoluir.

    Quando falo de igreja, não quero dizer de toda e qualquer igreja, pois hoje existem muitos templos onde a presença do Espírito Santo é mínima e ali praticamente esse processo não acontece. Normalmente é onde tem muito show.

    0
  • Neco 17/04/2019 at 20:58

    Esclarecido:

    A esquerda quer derrubar a ordem de Sergio Moro de reforçar a segurança da Esplanada dos Ministérios e da Praça dos Três Poderes com a Força Nacional.

    O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) protocolou um Projeto de Decreto Legislativo para suspender a portaria do ministro da Justiça, sob o pretexto de que a medida vai reprimir manifestações.

    0
    • bolha buritis 17/04/2019 at 21:00

      Estou assistindo Brasil pela direita e no chat alguém disse que tem a marcha dos Indios, acho que querem uma carnificina em Brasilia.

      0
    • Neco 17/04/2019 at 21:00

      Júnior disse: 17 de Abril de 2019 às 20:32
      Nos q fomos às Manifestações 07/04 agradecemos o acompanhamento da PM e Agentes de Trânsito , nossas crianças tiram self c eles , nas carreatas e caminhadas pró Bolsonaro também .

      do site dos anta.

      0
  • bolha buritis 17/04/2019 at 21:07

    Maxima na Gagarem do Caçador

    AO VIVO

    0
  • Neco 17/04/2019 at 21:07

    Pelo menos a metade dos brasileiros deixa de fazer alguma coisa com medo da violência, segundo resultado da pesquisa de opinião pública disponibilizada esta tarde pelo Instituto Paraná Pesquisas.

    A percentagem dos que não deixam de fazer nada com medo da violência é de 51,2%.

    Entre os que temem, eis o que eles deixam de fazer ou evitam fazer:

    Sair à noite, 20,4%
    Sair de casa, 12,1%
    Sair para determinados lugares, 3,7%
    Sair sozinho, 2,9%
    Sair para cidades perigosas, 1,3%

    As demais respostas são irrelevantes.

    O que mais assusta a população é a possibilidade de assalto (66,2%) e a noite é o período do dia que mais assombra a maioria (62%).

    Do P.B.

    1
  • Neco 17/04/2019 at 21:27

    A Microsoft está enviando uma notificação para usuários do serviço de e-mail Outlook.com (que inclui endereços do Hotmail e MSN) que tiveram suas contas acessadas indevidamente por hackers.

    Os golpistas obtiveram a senha de acesso de um funcionário do suporte técnico da Microsoft e acessaram as contas indevidamente entre o dia 1° de janeiro e o dia 28 de março.

    0
  • Neco 17/04/2019 at 21:42

    Interessante:

    0
  • Pah 17/04/2019 at 21:53

    Emocionei com aquela imagem do Mito na chuva e mao no peito.

    0
  • bolha buritis 17/04/2019 at 21:58

    Pateta postou de madrugada, só vi agora

    Pateta 17/04/2019 at 02:39
    Carcaras,

    Recebi duas informações que não tenho como confirmar esta semana. Entretanto, as fontes sempre foram fidedignas, portanto resolvi compartilhar com voces, pois as duas informações podem trazer reflexos na banania.

    1 – trumpete vai atacar … pois não tem mais escolha, visto que o cerco dos red está quase totalmente fechado.
    2 – ao mesmo tempo liberará entrada de imigrantes para locais específicos, na costa oeste …. assim que a grande massa estiver acomodada … questão de poucos dias é o que intentam … the big one será liberado.

    Como disse, não tenho como confirmar nesta semana, pois os que detem tal conhecimento estão em trabalho especifico e sem comunicação na região do pacífico, de onde devem vir informações impactantes para todos nós…

    Independente das consequencias que tais ações podem trazer em termos geopoliticos e, principalmente por estarmos ainda na quaresma cristã, o outro lado da moeda é um pagamento por sacrificio… isso, sob qualquer aspecto é ruim, já expliquei que a energia liberada em mortes em massa deve ser bloqueada, o quanto pudermos.

    Peço, que por esses dias, até a Páscoa, principalmente, que a frequencia se eleve. Vamos bloquear com nossa frequencia e permitir que a Luz se faça presente.

    Deus Vult … Se tiver qq outra informação tento vir e postar.

    0
    • bolha buritis 17/04/2019 at 21:59

      Big one . San Andreas ? Cascádia ?

      0
      • Neco 17/04/2019 at 22:02

        Pode ser. Nem tinha me atentado a esse detalhe.

        Outras fontes tb falam da guerra.

        0
        • bolha buritis 17/04/2019 at 22:03

          Olha o desespero do Minarro sem saber o motivo.

          0
  • Neco 17/04/2019 at 22:05

    Bancos estão terminado as contas da direita:

    0
  • Neco 17/04/2019 at 22:09

    1
  • Manco 17/04/2019 at 22:23

    2
  • Neco 17/04/2019 at 22:24

    O ativista Ricardo Rochi foi detido no início dessa noite na capital paulista quando participava, junto com outros manifestantes, de um protesto contra o ministro Dias Toffoli, que esteve em São Paulo-SP para um evento.

    https://criticanacional.com.br/2019/04/17/ativista-e-detido-durante-protesto-contra-dias-toffoli/

    0
  • sem cadastro 17/04/2019 at 23:38

    Paulo Guedes agora na Globonews, mais uma vez triturando a leitoa vermelha e sua trupe militante esquerdalha.

    “Que homem”, senhores.

    4
    • From_The_Tower 18/04/2019 at 08:54

      0
  • civilizado 18/04/2019 at 00:07

    GRÊMIOOOOOOOO…BI-CAMPEÃO!!!!! CAMPEÃO INVICTO …TOMOU SÓ UM GOL EM TODA A COMPETIÇÃO!!!!!

    1
  • Escreva seu Comentário (Ir para o início)