Pode parecer teoria conspiratória, mas é bem razoável questionar: Como tantas crises estouraram ao mesmo tempo?

Na política até faz sentido, já que houve uma ruptura de um projeto partidário que agora tenta retomar o poder. Há também a Lava Jato, uma operação sem precedentes que não parece estar perto do fim. Isso explica a grave situação política do país. A crise econômica, da qual estamos aos poucos nos recuperando, também tem uma explicação razoável, e sabemos bem qual é. Mas, e o restante? Tudo é realmente só um amontoado de coincidências?

Você já parou para pensar que, mesmo fora da política em si, nós não tivemos sossego nos últimos seis ou sete meses? No começo, uma imprensa esforçada na calúnia e na difamação – e esta ainda persiste. O tempo passou e tivemos escolas invadidas por militantes esquerdistas em todo o país, sem contar os inúmeros atos de extrema violência, como o que aconteceu em Brasília no fim do ano, ou o que aconteceu em São Paulo logo após o impeachment de Dilma Rousseff.

Quando as escolas finalmente pararam de ser invadidas, já no final do ano passado, finalmente veio a crise penitenciária, que num passe de mágica eclodiu logo após a virada do ano e foi o assunto principal em todo o mês de janeiro. Assim, sem mais nem menos, diversos presídios entraram em parafuso e facções criminosas começaram a se matar entre si, a fazer rebeliões, entre outras coisas.

Chega a segunda metade de janeiro e o que temos? A morte suspeita de um ministro, o Jornal Nacional chamando “especialistas” menos de um dia depois para sugerir que foi um acidente causado por “falha humana”, ignorando que não havia nenhuma perícia técnica e que o piloto em questão era muito experiente. Dias depois, Marisa Letícia teve o AVC e foi para o hospital, onde acabou morrendo. Note que tudo isso aconteceu ao mesmo tempo em que a imprensa se descabelou para atacar João Dória, Donald Trump e outros não alinhados aos seus projetos políticos.

Entra o mês de fevereiro e Lula faz seu comício fúnebre no velório da própria esposa, em seguida eclode o caos no Espírito Santo com a greve dos policiais militares. Em paralelo a todo esse caos, delações e mais delações envolvendo políticos de diversos partidos.

Que tipo de sensação tudo isso causa nas pessoas? Para quem não entende muito do assunto, a ideia é que o país está desmoronando, e de certa forma está mesmo. Só que uma pessoa leiga dificilmente entenderá as razões disso, nós podemos pelo menos tentar. Para tal fim, faço aqui algumas perguntas:

  • Quem tem a ganhar com tudo isso?
  • É apenas por acaso que todo esse caos tenha começado a acontecer depois que a extrema-esquerda perdeu o poder e foi humilhada nas eleições municipais?
  • É demais perguntar de onde todos esses problemas surgiram, já que aparentemente não existiam até meados do ano passado?
  • O que o Comando Vermelho, o PCC, as FARC, a UNE, a CUT, os sindicatos e as entidades de classe têm em comum?

Tente responder essas perguntas…

 

Que tal uma análise cética sobre a situação do Espírito Santo e as graves crises no país?

0
Compartilhar
  • Kraken 11/02/2017 at 08:01

    First!

    0
  • Ugo 11/02/2017 at 08:04

    Second!

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 08:08

    Sobre o Tópico, continuo me sentindo uma Marionete.

    Humpf. Boshta.

    0
    • Ugo 11/02/2017 at 08:12

      NMHO, acho que é praticamente impossível não ser marionete de alguma forma. O melhor que dá para fazer é tentar se informar ao máximo e ser o mais pragmático possível, com um mínimo de ideologias.

      0
  • Ali Baba 11/02/2017 at 08:08

    Third

    0
  • Ugo 11/02/2017 at 08:10

    Barna, já deixei um tópico nos rascunhos para amanhã ou segunda 😉

    0
  • RoCoSala 11/02/2017 at 08:11

    Bom dia 300!

    Sobre a greve, nada de novo. Sem PM e sem busão.

    Mais um dia tenso.

    0
    • Numiers-Doc 11/02/2017 at 08:14

      Caramba! Força aí, RoCo

      0
  • Numiers-Doc 11/02/2017 at 08:14

    Bom dia, 300!

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 08:16

    Bom dia 300!

    E.S. Sangra. 🙁

    0
    • RoCoSala 11/02/2017 at 08:20

      Ta foda Kraken.

      Queto ver quem vai pagar a conta.
      PM irresponsável, mulheres dementes ou governo autoritário.

      Tudo errado.

      Alias sabemos quem vai pagar a conta…

      0
      • Kraken 11/02/2017 at 08:23

        Bicho, eu é q não queria/quero pagar esta conta.

        Masss…. Adivinha quem vai pagar eça porra????

        0
  • Kraken 11/02/2017 at 08:19

    Transfer…

    Alice in Chains MTV Unplugged 1996

    https://www.youtube.com/watch?v=v_d8uPymfyg

    0
  • osmar motta 11/02/2017 at 08:19

    Bom dia:

    Tem outra página do Luciano com muita coisa sobre as rotinas do socialistas. É muito bom para conhecer as táticas dos vermelhos.

    https://lucianoayan.com/

    0
  • RoCoSala 11/02/2017 at 08:21

    Falaram ai em dolar a 1,50????

    Do all in e inicio projeto partiu banania!

    0
    • Kraken 11/02/2017 at 08:25

      Tb vô bôra fi!

      Tem jeito não! Bosta pura!

      0
      • 300esparta 11/02/2017 at 08:46

        O Trump vai ter que por um muro em Guarulhos!

        0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 08:57

      Cara… acho muito pouco provável algo assim.

      Olha a série 11753 do Bacen. Anotei alguma coisa nesse gráfico: http://imgur.com/jqezbLQ

      Com a paridade USD/BRL em torno de R$ 3,35, se repetíssemos um ciclo de commodities (média de 80% de “desconto” – ou 20%, dependendo de onde vc olha o par) teremos um dólar a R$ 2,68.

      Existem alguns sinais que apontam para a formação de um novo ciclo de commodities… Mas, pessoalmente, duvido que estejamos iniciando um. Talvez um repique, mas nada como o que tivemos entre 2006 e 2014. Então, não aposto nesses 80% de desconto… A R$ 1,50 você está falando em 45% de desconto… isso seria inédito na história do Real. No auge do ciclo de commodities (meados de 2012) chegamos em 60% de desconto.

      Claro que existe a outra ponta do par (os EUA). Sem um ciclo de commodities, para esperar um dólar tão descontado os EUA teriam de fazer uma merda muito gigantesca. Algo de proporções realmente inconcebíveis. Veja, que talvez todo aquele QE e essa nova heterodoxia de juros negativos (que, como o Leandro Roque escreve, não está descrita em nenhum manual de macroeconomia) seja essa merda. Mas por pior que essa merda se apresente, a capacidade tupiniquim de fazer uma merda ainda maior é notória! Então, não. Eu fico contente com um desconto de 85-90% (2,84 a … 3,01). E atualmente estou fazendo preço médio para baixo…

      Just my 2 cents.

      0
      • Médico investidor 11/02/2017 at 09:32

        Maneiro esse! Mas sempre podemos ter esperança neh? Rsrsrs

        0
        • Ali Baba 11/02/2017 at 09:42

          Sim… Espere o melhor, mas prepare-se para o pior….

          0
          • Rodrigo 11/02/2017 at 11:25

            Comodities tem preço influenciado principalmente pela produção, ja que a demanda é praticamente constante e com pequeno aumento anual.
            Ocorre que estão para acontecer alguns problemas relacionados ao uso de agrotóxicos
            Isso tem potencial para um novo ciclo de alta, até maior que o anterior

            0
            • Ali Baba 11/02/2017 at 11:34

              Sim… O X da questão é quão maior? Será que supera a média dos 80% de desconto do útimo ciclo? Será que veremos aqueles 60% de desconto de novo?

              I very much doubt it. Inclusive, se os problemas agro forem pontuais e resolvidos na próxima safra, nem começamos novo ciclo… O último foi puxado pela China e sua demanda por materiais básicos. E a China…

              0
  • Ali Baba 11/02/2017 at 08:21

    Sobre o tópico: tinha lido ontem… e logo depois que li recebi uma ligação de uma parente, então esse é um micro-CVR:

    Essa minha parente é professora de história aposentada. Das antiga, quando isso não significava ser comunista. Apesar de aposentada e já avançada em idade, ela está ligada em tudo, super-lúcida.

    Papo vai, papo vem. Quando tocamos no assunto de como está em Vitória e que Porto Alegre não resiste a uma greve semelhante ela me disse:

    – “Olha meu filho, não escapamos de um novo golpe militar. Isso tudo está muito parecido com 1964… E não estou falando do que estudei em história, mas do que vi e ouvi naquela época. Não me lembro de outra época tão semelhante”.

    Depois de mais algum papo, deligamos. Mas eu fiquei com a pulga atrás da orelha… Não me lembro de outra época em que a economia estivesse tão desorganizada e o panorama político estivesse tão confuso. Já tivemos épocas de economia desorganizada ou panorama político confuso, mas esses dois ingredientes agiram em conjunto pela última vez entre 1961 e 1964 e o resultado foi a intervenção militar.

    Não sou muito bom de história… Talvez o Barna possa ajudar. Mas nunca ouvi um conselho ou uma dica dessa minha parente que não tenha valido a pena ouvir…

    0
    • PapiranteSalg 11/02/2017 at 09:42

      Em 1964 havia uma diferença fundamental e foi essa diferença que empurrou os militares para a Revolução de 64: A anarquia também estava dentro das Forças Armadas. A quebra da hierarquia e disciplina dentro das instituições militares era flagrante com a ocorrência de motins, insubordinações, propaganda comunista ostensiva dentro dos quartéis e fora dos quartéis feita por militares.

      Só um exemplo: Estudei no Colégio Militar com um coronel que era capitão do Exército em 64 e ele servia no RJ. Ele contava que tinha vários sargentos do quartel dele que pegavam viaturas militares durante o horário de expediente para irem até a Avenida Presidente Vargas no centro do Rio fazer discursos a favor da revolução comunista e distribuir panfletos a favor da revolução.

      0
      • Ali Baba 11/02/2017 at 09:44

        Hm… E o atual estado das PMs, com greve e insubordinação, não conta como um substituto razoável para esse elemento, ou teríamos de esperar o mesmo vindo das FFAA?

        0
        • PapiranteSalg 11/02/2017 at 10:06

          Não creio que esse movimento da PM irá se espalhar para todos os estados. Vejo isso como gritaria esquerdista como o tal do Exército de Stédile na rua e um movimento desse tipo dentro das Forças Armadas não irá ocorrer.

          Se você observar todas as intervenções militares ao longo da história da Banânia você vai perceber que sempre há movimentações políticas anteriores e as FFAA são usadas para deflagrarem a ação. Foi assim em 1889, em 1930 e em 1964 também. Procura ver as articulações de Carlos Lacerda, Adhemar de Barros e Magalhães Pinto antes do 31 de março e perceberás isso.

          Hoje a classe política não quer esse tipo de situação e por isso também relutam em colocar o Exército nas ruas para agir estritamente na manutenção da ordem, pois, não querem trazer para o imaginário popular a idéia de intervenção militar.

          O fato hoje é que o Exército NÃO QUER assumir ostensivamente o controle do país e como a anarquia está FORA da instituição e num quadro em que ainda há APARÊNCIA de legalidade ele não vai se mexer. Vai continuar agindo nas sombras.

          O que pode ocorrer é cada vez mais o Exército se impor nos bastidores fazendo o que o Gen Goés Monteiro, eminência parda de Vargas dizia: “Não se trata de fazer a política no Exército, mas de fazer a política do Exército.”

          0
          • Ali Baba 11/02/2017 at 10:12

            Entendido…

            0
        • Rafael km 11/02/2017 at 12:04

          Se decidirem prender ou expulsar os grevistas da PM pode ter algum evento importante dentro do Estado em questão. A magnitude vai depender dos ânimos dos presos ou expulsos.

          0
  • Médico investidor 11/02/2017 at 09:05

    ES só vai melhorar na hora q o exército entrar nos quartéis e prender os 700 indiciados por motim, de preferência com direito a tiroteio com os familiares dos policiais bem no meio. Qdo a polícia perceber que fazer merda tem consequência vai voltar pianinho pró trabalho. Hj tá mto tranquilo prós militares fazer grwve, e não pode ser assim não. Não eh força militar a toa não cacete, tem q ter ordem e disciplina.

    0
    • Rafael km 11/02/2017 at 12:06

      Aí gera uma revolta inclusive dos colegas não amotinados. Vão querer as cabeças dos responsáveis. Muitas mortes.

      0
  • Médico investidor 11/02/2017 at 09:12

    Cvr:
    Logo no começo dá minha carreira eu fazia residência num hospital caótico público aqui do rio. Num dia de stress acima do habitual ( normalmente tinha só metade dá equipe arrancando os cabelos e uma ou duas médicas chorando, nesse dia tava 90% arrancando os cabelos e tds as mulheres chorando) eu dei uma reclamada mais pesada no meio dá equipe falando sobre as nossas condições de trabalho. Um colega um pouco mais experiente me puxou num canto e me falou: concordo com tudo o que vc ta falando, mas o paciente não tem culpa de nada. Vamos voltar lá e dar um jeito de atender TD mundo. Calei minha boca, peguei meu estetoscópio e voltei pró inferno. Ng ficou sem ser atendido, alguns dormiram no chão do corredor, mas fizemos o que deu pra fazer. Nunca vou esquecer desse colega, que me mostrou que não se faz “greve” afetando a vida dos outros.
    Depois disso eu nunca mais trabalhei em serviço público tb, pra não passar por isso de novo.

    0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 09:14

      Clap Clap Clap

      0
    • Kraken 11/02/2017 at 09:14

      Hahaha Tanga Frouxa da Porra!

      Minha mulé, médica é mais macha q vc! Hahahah

      0
      • Médico investidor 11/02/2017 at 09:30

        Vc não sabe o que eh ver gente sangrando e não ter fio pra suturar, ver gente morrendo pq não tem respirador pra entubar. Poucas pessoas já passaram pelo caos de um hospital grande do RJ, ainda mais na época em q eu passei. Dormia numa cama num quarto fedido e cheio de pulga cara, com cada buraco nos colchões que vc não acreditaria. Já vi colchão melhor em filmagem do presídio de pedrinhas. Uma hora TD mundo entrega os pontos. Eu desisti do serviço público ali, por não concordar com isso. Ainda bem que tem gente “macho” pra encarar isso, mas eu não sou retardado pra ficar num lugar desses e achar que é “macheza” . Pra mim eh tentar ser herói, mas eu não estudei tanto tempo pra isso não. Hj trato as pessoas no meu consultório, que eh muito simples, mas com dignidade e respeito, tanto pra mim quanto pra eles. Desculpa, mas pra fazer esse tipo de crítica vc deveria estar com os meus sapatos, dizendo pra família dos falecidos que fez tudo o que podia mas não deu (sabendo que tudo o que pode fazer foi ficar olhando por que não tinha material PRa trabalhar). Sou duro na queda, não tenho medo de trabalho, saio pra trabalhar as 9:30 e volto às 23:00 todo dia, já cheguei a trabalhar de domingo a domingo por anos, mas não quero passar por hospital público no Brasil nunca mais.

        0
        • Kraken 11/02/2017 at 09:34

          Não tô desfazendo de vc, qualé!

          Nem vou ler tuto isso. Relax!

          Beijo.

          0
          • Médico investidor 11/02/2017 at 09:38

            Tranquilo, eu q acordei estressado aqui! Dias tensos nesse país nosso, preparando a saída definitiva e talvez precisando adiantar o processo. Não esperava isso TD que estamos vivendo hj não. Confusão econômica, pobreza, dólar nas alturas eu ainda posso contornar. Tiroteio nas ruas não me deixam muita opção rsrsr

            0
            • Kraken 11/02/2017 at 09:40

              Respira fundo e relaxa porra!

              Aqui é 300, Caray!

              0
            • Rodrigo 11/02/2017 at 11:33

              Relato chocante, mas só quem passo por hospital público sabe que não há exagero nos fatos narrados.
              Parabéns pelas atitudes.

              0
        • BananenseNãoPraticante 11/02/2017 at 10:11

          E ainda tem aquela coisa, os do esquema (quando estão lá) nunca põem a mão nos graves, daí nunca respondem por nada. Os que realmente trabalham, colocam o nome no prontuário e, quando acontece alguma coisa como um processo dos pacientes ou do MP, são estes que tentaram salvar o paciente que respondem.
          Hospital público não vale a pena, é risco muito grande de ser processado, perder o crm ou até ser preso.

          0
  • Kraken 11/02/2017 at 09:20

    Engelbert Humperdinck – Release Me – 1967

    https://www.youtube.com/watch?v=_dpgU4Um8aQ

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 09:22

    Vai vendo…

    Robin Gibb – Juliet

    https://www.youtube.com/watch?v=RnJeh23TU8Q

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 09:29

    Taboo – Soundtrack OST

    https://www.youtube.com/watch?v=uMNRbVf0mXo

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 09:35

    Marilyn Manson – SALEM FULL SONG – Cupid Carries a Gun

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 09:43

    Motörhead – Hellraiser

    0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 09:57

      Valeu… Motörhead tinha sido esquecido na minha playlist. Corrigindo esse erro graças ao Kraken.

      0
  • Kraken 11/02/2017 at 09:47

    Taboo Opening Credits

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 09:50

    Homeland – Main Title Theme [Soundtrack HD]

    0
  • Ali Baba 11/02/2017 at 10:00

    Mais uns gráficos para os que gostam do assunto (imagino que todos os desse blog, não?):

    http://www.paulogala.com.br/cambio-abaixo-de-r300-bull-contra-bear/

    0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 10:14

      Apesar dos gráficos e de algumas análises desse Paulo Gala serem boas, prestem atenção em que time ele joga: http://www.paulogala.com.br/a-crise-de-2008-e-os-problemas-da-teoria-macro/

      Esse link é muito interessante para entender quem está por trás dos QEs e dessa heterodoxia nova dos EUA. Dica: é o malvado de sempre…

      0
      • PapiranteSalg 11/02/2017 at 10:33

        “Seguindo algumas dessas idéias e incomodado com a incapacidade da teoria econômica atual em lidar com a crise de 2008, George Soros criou o INET (Institute for new economic thinking) para ajudar a pensar os problemas da economia sob outras perspectivas. A idéia do instituto saiu de uma reunião de brainstorming promovida por Soros em setembro de 2009 nos EUA com 25 economistas. O objetivo principal do instituo sediado em NY é mobilizar a nova geração de economistas para pensar novos ângulos e perspectivas para o estudo da economia, numa discussão aberta que possa também incorporar lições de outras áreas do conhecimento.”

        0
  • Kraken 11/02/2017 at 10:08

    The Grand Tour Soundtrack

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 10:12

    KONGOS – come with me now (Lyric Video) (The Grand Tour Theme Song)

    0
  • Steve Harris Bolhista 11/02/2017 at 10:16

    Elbert Lee Guillory acerca do fascismo “antifascista”.

    0
  • Kraken 11/02/2017 at 10:18

    Vikings OST: Wardruna – Blood Eagle

    0
  • Steve Harris Bolhista 11/02/2017 at 10:19

    Shia Labeouf cria mais um mito

    0
    • Alx 11/02/2017 at 10:26

      Amei esse vídeo – corajoso e inteligente! Fará muitas pessoas, sem tanto acesso à verdade, refletir.

      Go, Shia! Go, Trump!

      0
      • Kraken 11/02/2017 at 10:29

        ???????

        0
        • Alx 11/02/2017 at 10:35

          ?

          0
          • Kraken 11/02/2017 at 10:38

            Tô brincando! Hahuahahauah

            0
          • Steve Harris Bolhista 11/02/2017 at 10:39

            Alx, o Shia é um imbecil e, consequentemente, também um Anti-Trump (http://edition.cnn.com/2017/02/10/entertainment/shia-labeouf-anti-trump-live-stream-closed/).

            Ele deixava uma câmera gravando, ao vivo, para que as pessoas pudessem falar mal do Trump, mas esse senhor do vídeo chegou dando uma voadora com os dois pés (apoiando o Trump).

            Por esse motivo, foi o Shia que “criou” esse mito do vídeo.

            0
            • Ali Baba 11/02/2017 at 10:43

              Então… Ia escrever isso Alx.

              O Shia queria que ocorresse o oposto: coletar depoimentos contra Trump e a favor da Hillary. Backfired!

              0
            • Alx 11/02/2017 at 10:45

              hahahah Ouch, eu achei que Shia era o negro falando o que tinha que ser dito. Pra vc ver como estou por dentro de rap, hip-hop, etc. Então mudo meus parabéns para o negro falando e não a poha desse Shia. Dããã

              0
              • Alx 11/02/2017 at 10:46

                Go, Shia, to keep are you…

                0
                • Alx 11/02/2017 at 10:53

                  *to put a keep…

                  (melhor eu voltar pra cama…haha)

                  0
                  • Ali Baba 11/02/2017 at 11:01

                    hahahahaahahah

                    0
  • Alx 11/02/2017 at 10:23

    Barna, você não poderia ter escolhido melhor tópico que esse artigo. Muito lúcido e tudo a ver com que venho sentindo..

    0
    • Kraken 11/02/2017 at 10:36

      Só musicão na playlist, pro FDS TUTO se liguem!

      0
  • Steve Harris Bolhista 11/02/2017 at 10:26
    • Alx 11/02/2017 at 10:34

      clap clap clap
      Grande Milo – foi um grande trunfo para o Trump.

      0
  • Steve Harris Bolhista 11/02/2017 at 10:33

    https://www.youtube.com/watch?v=YoklXbgeG7M

    O Conservadorismo é a nova contracultura

    0
    • DRN 11/02/2017 at 10:51

      kkkkkkkkkkkk

      “be fat and ugly is not cool!”

      0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 11:00

      Like.

      Vi isso ontem. Veja que ele faz um apontamento bastante interessante: ele está falando de um tipo específico de conservadorismo. Ficou mais ou menos evidente que ele está falando de libertarismo na vertente minarquista – especialmente quando ele rejeita os Old Republicans. Pelo menos do ponto de vista cultural (como ele mesmo fala)…

      0
      • DRN 11/02/2017 at 11:05

        é um comeco. mais velho, o minarquista tende a virar conservador.

        0
        • Ali Baba 11/02/2017 at 11:13

          Ou ancap. Como Lew Rockwel 🙂

          0
    • windville 11/02/2017 at 11:13

      Muito bom!

      0
    • g.w. bush 11/02/2017 at 14:13

      Isso é TÓPICO!

      0
  • Pedro 11/02/2017 at 10:43

    Primeiramente, vou me intrometer no assunto câmbio e crise que o Ali Baba trouxe mais acima.
    Reitero que a crise econômica atual no Brasil não é parecida com anteriores, pois hoje a união e o estados não tem poder pra pegar dinheiro impresso diretamente com o BC (caso da União) e com os bancos estaduais (no caso dos estados). Não que a legislacão não ser alterada pra se fazer isso novamente, mas acho difícil.
    Os governos (tanto União como os estados) estão tendo que se virar nos 30. E isso é ótimo!
    Dito isso, a tendência é continuar o aperto fiscal; e no ãmbito da União isso vai se refletir num diminuição da pressão inflacionária.
    Falando em inflação, mesmo a Selic caindo e os bancos baixando os juros, as pessoas e as empresas estão muito endividadas, então acredito que haverá pouca pressão inflacionária nos próximos 2 anos.
    Isso tudo indica, pra mim, que o real pode continuar se valorizando (dólar caindo).

    Mudando de assunto, agora sobre estarmos vivendo uma situacão semelhante ao pré 64.
    Eu não vivi aquela época, então posso comparar.
    Entretanto, achar que uma intervenção militar seria uma solução pra atual situação é ser contra a liberdade, NMHO.
    Poxa, estamos vivendo um período de estabilidade monetária, boa liberdade de imprensa, internet livre, etc.
    Então, pra quê jogar tudo isso no lixo?
    Ao invés de pedir intervenção, acho muito mais positivo lutar pelo revogação do estatuto do desarmamento (que ajudaria a cair a criminalidade muito mais), continuar tentando eleger alguém nelhor no governo, etc.
    Por fim, vale lembrar que é sinônimo de autoritarismo e planejamento central, coisas totalmente contrárias à liberdade.

    0
    • Pedro 11/02/2017 at 10:45

      *Por fim, vale lembrar que regime militar é sinônimo…

      0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 10:50

      Pedro 11/02/2017 at 10:43
      Reitero que a crise econômica atual no Brasil não é parecida com anteriores, pois hoje a união e o estados não tem poder pra pegar dinheiro impresso diretamente com o BC (caso da União) e com os bancos estaduais (no caso dos estados). Não que a legislacão não ser alterada pra se fazer isso novamente, mas acho difícil.
      Os governos (tanto União como os estados) estão tendo que se virar nos 30. E isso é ótimo!
      Dito isso, a tendência é continuar o aperto fiscal; e no ãmbito da União isso vai se refletir num diminuição da pressão inflacionária.
      Falando em inflação, mesmo a Selic caindo e os bancos baixando os juros, as pessoas e as empresas estão muito endividadas, então acredito que haverá pouca pressão inflacionária nos próximos 2 anos.
      Isso tudo indica, pra mim, que o real pode continuar se valorizando (dólar caindo).

      OK, mas você acredita em um desconto de quanto? Acho muito pouco provável qualquer desconto ao redor de 80% sem (1) um novo ciclo de commodities; ou (2) uma merda muito grande nos EUA.

      Mudando de assunto, agora sobre estarmos vivendo uma situacão semelhante ao pré 64.
      Eu não vivi aquela época, então posso comparar.
      Entretanto, achar que uma intervenção militar seria uma solução pra atual situação é ser contra a liberdade, NMHO.
      Poxa, estamos vivendo um período de estabilidade monetária, boa liberdade de imprensa, internet livre, etc.
      Então, pra quê jogar tudo isso no lixo?
      Ao invés de pedir intervenção, acho muito mais positivo lutar pelo revogação do estatuto do desarmamento (que ajudaria a cair a criminalidade muito mais), continuar tentando eleger alguém nelhor no governo, etc.
      Por fim, vale lembrar que é sinônimo de autoritarismo e planejamento central, coisas totalmente contrárias à liberdade.

      Você entendeu que não estou pedindo intervenção militar (nem minha parente está), certo? Só relatei um mini-CVR que ela acha que temos uma situação semelhante (e ela tem 73 anos!) e que, baseado no relato dela, comecei a pensar se temos mesmo esses elementos…

      0
      • Pedro 11/02/2017 at 10:54

        Sobre o câmbio: falei da situação daqui. Deixei questões externas de fora. Não que sejam menos importantes. Só quis reiterar que existe fundamentos internos pro real estar se valorizando.

        Sobre a intervenção: sim, entendi o que tu disse. Meu comentario não foi especifico pra ti.

        0
        • Ali Baba 11/02/2017 at 11:01

          Blz. Só para deixar claro…

          0
    • PapiranteSalg 11/02/2017 at 11:05

      Porque você acredita que intervenção militar viria seguida de restrição na internet, censura, instabilidade monetária?

      Você já buscou saber como se dá a administração do orçamento recebido pelos militares quando comparado com os civis? A execução orçamentária e financeira. O controle de custos? Controle de pessoal, material? Como que os projetos são planejados e executados? Etc, etc, etc.

      0
      • DRN 11/02/2017 at 11:08

        papirante, a economia desenvolvimentista da decada de 70 foi um desastre e desaguou na inflacao massacrante da decada de 80. tudo bem que a tendencia de gigantismo estatal vinha desde o golpista getulio vargas, mas foi potencializada depois. os milicos assertaram em dar o golpe. erraram, contudo ao deixar de devolver o poder aos civis, extinguindo e proibindo partiros comunistas.

        0
        • PapiranteSalg 11/02/2017 at 11:10

          Sim, eu sei. Eu estou falando de HOJE. Mais de 50 anos depois.

          0
          • DRN 11/02/2017 at 11:13

            mesmo hj creio que a mentalidade militar é estatista e nacionalista. vide algumas ideias do proprio bolsonaro.

            0
        • PapiranteSalg 11/02/2017 at 11:15

          Lembre-se que os militares há anos sobrevivem com um baixo orçamento e os projetos mesmo que de forma lenta são tocados. Será que isso não se dá porque conseguem fazer um uso melhor do recurso que o civil?

          0
      • Pedro 11/02/2017 at 11:13

        Uma coisa é a administracão da burocracia interna da instituicão das forças armada, sujeita a diversos controles internos e externos da ordem institucional.
        Outra coisa é assumir o controle do estado via uso da força e, a partir dai, administrar a máquina com poder de dissolver o congresso, aprovar decretos-leis, etc.

        0
        • PapiranteSalg 11/02/2017 at 11:17

          Mas porque você acredita que uma intervenção militar resultaria em dissolução do congresso, governo sob decretos-leis? Há algo no comportamento dos militares HOJE que sugira isso?

          0
          • Pedro 11/02/2017 at 11:22

            O sonho de qualquer detentor do poder é governar sem congresso, sem judiciário, enfim, sem nada pra “atrapalhar”.
            Quando se chega ao poder via eleição com os três poderes funcionando razoavelmente bem, fica mais dificil.
            Mas quando se chega ao poder via uso da força é bem mais fácil.

            0
  • Steve Harris Bolhista 11/02/2017 at 10:51

    https://www.youtube.com/watch?v=CsWgMiVLdA0

    Filho de Líder do HAMAS desmascara o verdadeiro Islã[ PT-BR ]

    0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 11:13

      Muito interessante.

      0
  • TukhMD 11/02/2017 at 10:53

    O médico investidor está certo, os policiais militares e suas mulheres precisam pagar caro e AGORA, ou em seis meses BNN estará completamente tomada pelo caos.

    0
    • TukhMD 11/02/2017 at 10:55

      Ah e o tal governador está certíssimo em NÃO negociar com grevistas. Se ceder agora um milímetro todo ano teremos a repetição desses fatos lamentáveis.

      0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 11:04

      Não poderia estar mais correto.

      Solidarizo-me com a situação desses caras. Ganhando pouco e metendo a cara pra tomar bala. Mas são militares. Greve não cabe. Peçam exoneração em massa se quiserem criticar, mas salário baixo não é desculpa para não cumprirem a missão.

      0
      • Derick 11/02/2017 at 13:11

        A coisa não é tão simples assim. O problema de salário é o menor deles. O problema real é quando uma categoria é explorada por não poder fazer greve. Tenho parentes e amigos PMs que estão sendo processados por tortura, só porque a testemunha (bandido) alegou que foi torturada. Alguém já respondeu aqui por tortura pra saber a naba que é? Isso desanima, o policial tem que provar que é inocente pelos seus atos, não o contrário como diz a lei. Muitos perdem o ânimo de fazer algo que realmente gosta, não são respeitados pela maioria da população, são cassados pelos direitos dos manos, enfim, poderia ficar um bom tempo escrevendo sobre a realidade da PM mas acredito que a maioria aqui é bem informada. A população deveria apoiar a PM e lutar também pelo seu direito a possuir arma. O que ocorreu no ES mostra que grande parte da população é vagabunda e se o Estado não estiver presente sai pra saquear e cometer crimes. Estamos muito mal na fita, acredito que com a falta de dinheiro e com o povinho que nós temos a coisa tende a piorar bastante.

        0
        • Ali Baba 11/02/2017 at 15:06

          Cara… Tudo isso pode ser dito de uma série de profissões no Bananistão… Na verdade, ninguém trabalhando em serviço essencial pode fazer greve.

          Como escrevi: me solidarizo com os PMs. Acho um absurdo o que ganham e como são desvalorizados. Mas são militares. Não podem fazer greve e ponto. Sai da corporação então…

          – “Ah.. mas eu gosto de ser policial”.

          Então vai pra iniciativa privada. Vai para uma empresa de segurança. Entra no exército. Vira detetive particular. Sei lá… Agora, você é militar… tem uma missão, tem hierarquia e disciplina. Quer ter direito a greve, sai da corporação. Não fica mais simples que isso.

          No final é como o Médico investidor postou acima em relação ao trabalho em hospital público: o cara que depende do serviço do policial não tem culpa alguma da situação dos policiais e das polícias. No mínimo, uma greve assim é imoral, uma vez que pune quem não tem responsabilidade. Mas provavelmente essa greve é mais do que imoral, é assassina.

          0
          • Derick 11/02/2017 at 16:54

            Em um mundo normal eu concordo com você, o problema é quando o descaso envolve a vida do policial. Policial por exemplo tem que provar que não tratou mal um bandido, não pode algemar em uma abordagem, tem que explicar para um juiz toda hora que tem confronto com morte, responder perguntas absurdas desse juiz, andar em viatura sem freio, usar armamento obsoleto ou defeituoso e quando morre vira estatística. Policial tem família e precisa ser escutado e não esculachado pelos nossos governantes de esquerda. Eles sentiram falta e a população correu risco porque o governo nos desarmou. Existe um problema é devemos combatê-lo na raiz (os políticos) e não na ponta mais fraca. Temos que cobrar por nossas armas e não fazer julgamento de pessoas que vivem uma realidade que não conhecemos. Falar para um policial seguir outra carreira é o mesmo que dizer para um engenheiro fazer o PRONATEC.

            0
            • Ali Baba 11/02/2017 at 17:03

              Falar para um policial seguir outra carreira é o mesmo que dizer para um engenheiro fazer o PRONATEC.

              Não. Não é. Mas hoje é sábado e não quero treta.

              Infelizmente tem-se que aprender a viver apesar do estado. O estado deixou a situação dos PMs chegar a esse ponto. O recado seria melhor dado se todos os descontentes se exonerassem. Não há justificativa alguma para deixar que os mais fracos (e nesse caso é a população e não são os policiais) paguem o pato do descaso do estado.

              0
    • Bruno L 11/02/2017 at 11:09

      Há formas de protesto branco.
      Encosta a viatura na sombra, em acidente de trânsito, em porta de escola pra segurança de alunos…
      Se tiver chamada, se for grave e em locais de pagadores de impostos, vai atender
      Caso contrário: “Assim que possível enviaremos uma viatura”. Duas horas depois chega uma.

      0
    • Médico investidor 11/02/2017 at 11:46

      Todo ano vai ter greve se deixar… Isso aqui fica inabitável rapidinho desse jeito.

      0
  • Pedro 11/02/2017 at 11:03

    Sobre o tópico: pode ate estar ocorrendo uma onda de ações “coordenadas”, mas o resultado é imprevisível.
    Porém, não acredito nisso (ações coordenadas), pra mim é um salve-se quem puder. Cada grupo tentando seu pirão primeiro.

    0
  • Rodrigo 11/02/2017 at 11:26

    Comodities tem preço influenciado principalmente pela produção, ja que a demanda é praticamente constante e com pequeno aumento anual.
    Ocorre que estão para acontecer alguns problemas relacionados ao uso de agrotóxicos
    Isso tem potencial para um novo ciclo de alta, até maior que o anterior

    0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 11:35

      respondi acima.

      0
      • Rodrigo 11/02/2017 at 12:30

        AS questões da agricultura, especialmente a soja transgênica é a seguinte, á relatado anteriormente:
        vou explicar no nível massinha 1, não porque ache que vcs tem dificuldade de entendimento, mas porque tem leitores que não são familiarizados com agricultura.
        Na guerra do Vietnã, foi necessário secar a vegetação para descobrir o inimigo escondido, nisso usaram produtos químicos como por ex o agnete laranga.
        Estes secantes secavam todas as plantas -matava tudo-.
        Na agricultura estes secantes passam a ser usados para preparar o solo (limpar) antes do plantio.
        Na última década do século passado a Monassanto lança a soja transgênica, que basicamente é uma variedade de soja com um gene que confere resistência ao secante da marca que é o Rondap
        o nome da variedade é RR, Rondap Resistente.

        0
        • Rodrigo 11/02/2017 at 12:34

          Na atualidade está se manifestando um problema nesta situação:
          as plantas daninhas ou invasoras ou as outras plantas que não a soja, que são indesejáveis estão apresentando resistência a Roundup.
          Para contornar isso, a pesquisa está centrada em variedades de soja mais resistentes ao Roundup para poder aumentar a quantidade de Roundup aplicado na lavoura.
          Já há aumento de número de aplicações e de concentração do produto nas lavouras.

          0
          • Rodrigo 11/02/2017 at 12:37

            O grande problema é que toda a cultura de soja é Roundup e seus semelhantes dependente.
            E o Roundup está causando contaminação do solo e do agricultor.
            Com o aumento exponencial do uso deste produto é questão de tempo para que toda a cadeia comece a sofrer.
            O agricultor perdendo a saúde e o solo a fertilidade.
            Para voltar a agricultura tradicional o custo seria imenso e a produtividade cairia pela metade.

            0
            • Rodrigo 11/02/2017 at 12:38

              Logo, a médio prazo, tem uma perspectiva de novo superciclo das comodities

              0
              • Floyd 11/02/2017 at 12:44

                Entendi, muito bom.
                Então daqui a dois anos veremos a imagem do Cristo Redentor decolando novamente, e a sensação de que agora vai a todo vapor!!

                0
  • Pobre Paulista 11/02/2017 at 11:58
  • Pobre Paulista 11/02/2017 at 11:59

    DRN
    os milicos assertaram em dar o golpe. erraram, contudo ao deixar de devolver o poder aos civis, extinguindo e proibindo partiros comunistas.

    Subscrevo

    0
  • Investidor 11/02/2017 at 12:25

    Muito bom o resumão.

    Ano passado falei que a Banania estava pegando fogo e os mercados muito calmos (como ainda estão) com juros e dólar em queda e bolsa em alta.

    Vieira me chamou de catastrofista. ?

    0
  • dautonico 11/02/2017 at 12:25

    OFF –
    Limite de transações em dinheiro (bufunfa, notas, moedas) :
    França: 3.000 euros para residentes ou não residentes caso estes sejam os vendedores
    Portugal: 1.000 euros caso a nota fiscal ou documento similar seja de maior valor a transação TEM que ser via bancos
    Espanha: 2.500 euros para residentes…

    Aparentemente estão ocorrendo blitzes na Europa atrás de quem anda com mais dinheiro do que isso, sendo estes taxados de criminosos…

    Fontes: h t t p : / /www.zerohedge.com/news/2017-02-10/cash-no-longer-king-europe-accelerates-move-begin-elimination-paper-money

    h t t p : / /www.europe-consommateurs.eu/fileadmin/user_upload/eu-consommateurs/PDFs/PDF_EN/Limit_for_cash_payments_in_EU.pdf

    0
    • dautonico 11/02/2017 at 12:26

      Lembrando que a Índia já aboliu as notas de alto valor e a zona do Euro também aboliu a nota de 500 euros, ambas com a mesma ‘razão’: lutar contra o contrabando, trafico e etc…

      0
  • Floyd 11/02/2017 at 12:26

    Bom texto Barna,

    Aos apontamentos que fizera me faz lembrar da Teoria das Identidades, de Antony Giddens. Toda história possui inicio – meio – fim, e esta possui pressupostos valorativos que trazem ao indivíduo uma identificação com base em seu juízo de valor.
    Logo, é perceptível que o caos evidenciado agora, um “jogo de identidades”, em falas de colegas esquerdistas apontam como a situação atual a culpa e ineficácia do grupo que deu golpe no poder, uma vez, quando o PT estava lá as coisas não desandaram desse jeito.
    Três elementos, na minha opinião, tem grande influência sobre a percepção da sociedade e o ambiente em que ela está inserida: a segurança, a saúde e a economia, nessa ordem.
    Uma vez que tais identificações por parte dos indivíduos se inserem na consciência individual, se tem uma quebra do juízo de valor, onde cada pensa em tirar vantagem de uma situação para si, uma vez que todos estão fodidos, comigo não será assim.
    E nesse ambiente conturbado, as soluções são procuradas, caso uma delas atinjam “o porto seguro”, que são os elementos acima, este será o guia para a sociedade tomar os seu rumo. Daí:
    •O que o Comando Vermelho, o PCC, as FARC, a UNE, a CUT, os sindicatos e as entidades de classe têm em comum?
    A manutenção do “status quo” e a expansão do poder de influencia perante um Estado incapaz de gerir a ordem social, uma vez que o caos poderá barrar qualquer chance de reforma, uma vez que o medo das mudanças se instale.
    Bom, esta é minha percepção.

    0
  • TukhMD 11/02/2017 at 12:29

    PapiranteSalg
    Lembre-se que os militares há anos sobrevivem com um baixo orçamento e os projetos mesmo que de forma lenta são tocados. Será que isso não se dá porque conseguem fazer um uso melhor do recurso que o civil?

    ISSO NÃO É VERDADE. O orçamento para as FFAA é nababesco. Sendo maior que várias potências militares regionais, como Austrália, Israel… tendo, entretanto, resultados muito aquém dos mínimos esperados. Mais de 80% do orçamento vai para pagar salários e pensões das netas. Os fardados se REFASTELARAM no governo da estrela solitária (Almirante Otho que o diga), com contratos secretos e escusos com as grandes empreiteiras. Dito isto, torna-se claro que os militares são como quaisquer gérsons que conhecemos diariamente e as forças armadas são uma síntese dessa grande [email protected] de país.
    Só uma perguntinha, Papirante: as sucessivas reformas no porta aviões São Paulo são um exemplo dessa boa execução orçamentária por parte dos milicos? Um NAE que em 10 anos navegou menos de 6 meses. O restante do tempo no arsenal da marinha para reformas (a última durando alguns anos e tendo como resultado um navio que navegou algumas horas para logo depois se estrupiar todo por problemas em vários compartimentos vitais, como as caldeiras).

    0
  • Alta Mogiana 11/02/2017 at 12:34

    Sabe o que tá acontecendo? Muita gente saqueou o país e agora não tem mais tanto dinheiro para saquear. Tem ainda, mas já está escasso.
    Tá começando faltar dinheiro para os outros grupos políticos saquearem (os que estão de fora do poder), então está uma briga para tentar tirar do poder dessa parte podre política mais agressiva. São poucas pessoas, realmente que trabalham de forma honesta como manda o figurino; os demais são lobos famintos atrás de ratos escusos e traiçoeiros.

    0
    • Rodrigo 11/02/2017 at 12:39

      Dito de outra forma:
      os ladrões não cabem na economia bananeira.

      0
    • Derick 11/02/2017 at 13:11

      Bingo!

      0
  • Rodrigo 11/02/2017 at 12:46

    Não porque seremos atingidos pela quefa de produtividade.
    E dois anos é curto prazo

    0
    • Floyd 11/02/2017 at 12:49

      kkkkk….então estaremos fu…por mais tempo

      0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 12:57

      Então… No front agro, novo ciclo está meio distante.

      Nos minérios e materiais básicos, com a China como está, difícil.

      O Trump pode querer fazer infra-estrutura (como prometeu), nesse caso, salva. Mas não vejo isso acontecendo logo.

      Tá difícil aquele descontão no dólar, hein?

      0
      • Rodrigo 11/02/2017 at 13:27

        Distante sim.
        Mas os grandes player já se movimentam, tanto que a safra 2018 já está toda negociada

        0
        • BananenseNãoPraticante 11/02/2017 at 16:06

          Mas os tais grandes players sempre negociaram safras futuras, não?
          “A Chicago Mercantile Exchange (CME ou, simplesmente, “The Merc”) (NYSE: CME) é uma bolsa de mercadorias dos Estados Unidos, baseada em Chicago. A CME foi fundada em 1898 como a Chicago Butter and Egg Board.

          A CME é a maior bolsa do mundo no mercado de opções e contratos futuros de juros abertos em número de contratos custodiados.”

          https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Chicago_Mercantile_Exchange

          0
  • Marcus A 11/02/2017 at 13:00

    Jason Mraz – Won’t Give Up – Legendado em Português e Inglês

    https://www.youtube.com/watch?v=7Nq6duOmgzs&feature=youtu.be

    0
    • Marcus A 11/02/2017 at 13:01

      Jason Mraz – Love Someone (tradução) legendado

      0
  • Jao 11/02/2017 at 13:06

    Viram isso?

    0
    • Libertario 11/02/2017 at 13:17

      Ia postar agora esse vídeo novo do Arthur

      Ardi

      0
    • Kurt 11/02/2017 at 13:20

      Boa tarde.Morro de rir.

      0
      • Tannhauser 11/02/2017 at 15:20

        Esse pessoal do PT é patético… Já perderam complete te a noção do ridículo. Ate o clássico “voce mexeu com a pessoa errada” teve.

        Esse Arthur é muito bom, mas ele tem que tomar cuidado, porque animal acuado pode fazer qualquer coisa pra fugir.

        0
        • Kurt 11/02/2017 at 17:56

          É literalmente cutucar bicho com vara curta.

          0
  • Marcus A 11/02/2017 at 13:17

    Alpha Tiger – Lady Liberty (Official)

    0
  • Kurt 11/02/2017 at 13:21

    Nando Moura in action.

    “Armem a população!”

    0
  • Floyd 11/02/2017 at 13:21


    Bêbado confunde bafômetro com bebida

    kkkkk

    0
  • Pobre Paulista 11/02/2017 at 13:22

    Fail 1

    0
  • Pobre Paulista 11/02/2017 at 13:22

    Fail 2

    0
  • Libertario 11/02/2017 at 13:28

    Já que perdi o First do Arthur, vou compartilhar esse outro.

    Gravado faz 3 dias.

    Olavo num Hangout com Lobão sobre a islamização do Ocidente.

    0
  • Zé do ranho 11/02/2017 at 13:28

    Meu VTNC vai para as lojas online e o Caralho do Marketplace! Caralho, não se acha mais Microsd a venda sem ser essas merda de marketplace que vendem memórias falsificadas!!

    0
  • Floyd 11/02/2017 at 13:29

    Ontem rolou um UFC Cachaça na porta da minha casa de madrugada, uns barulhos altos de pancadas e uma xingação de Cornão pra cá e pra lá, pensei em chamar a policia, mas fiquei com preguiça de ir ver o que estava rolando nas vias de fato e de pegar o telefone.

    0
    • Alta Mogiana 11/02/2017 at 13:31

      Aqui de vez enquanto na vizinhança tem quebra de madrugada.

      0
      • Floyd 11/02/2017 at 13:59

        Aqui nunca tinha acontecido isso antes, só agora, pois está deixando de ser um bairro residencial e virando comercial.

        0
  • Marcus A 11/02/2017 at 13:45

    Gaiola das petralhudas

    0
    • Marcus A 11/02/2017 at 13:45

      kkkkkkkkk

      0
  • Kurt 11/02/2017 at 13:45

    Rodrigo
    Logo, a médio prazo, tem uma perspectiva de novo superciclo das comodities

    Obrigado pela explicação!

    0
  • Libertario 11/02/2017 at 15:07

    Que silêncio por aqui hoje…

    0
    • Floyd 11/02/2017 at 15:12

      A galera deve ter ido cortar o cabelo

      0
      • Libertario 11/02/2017 at 15:14

        Suspeito que estejam fazendo algum protesto ou greve.

        0
    • From_The_Tower 11/02/2017 at 15:15

      olá!
      Deu certo ontem ? no CASV?

      0
      • Libertario 11/02/2017 at 16:25

        Deu sim!!! Ela voltou lá na sequência, e agora é só esperar a entrevista.

        Valeu From!

        0
    • Alx 11/02/2017 at 15:17

      Consegui errar absolutamente tudo que comentei hoje – resolvi ficar bem quietinha, só lendo (p/não escrever mais bobagens) até meu cérebro pegar no tranco. Ai, minha santa ritalina… (vou perguntar pro Kurt se posso tomar vencida…)

      0
      • Libertario 11/02/2017 at 16:27

        Errar? Escrever bobagens? Ritalina vencida?
        Essas coisas parecem estar interligadas.

        0
        • Alx 11/02/2017 at 16:35

          hahaha… ainda não tomei a vencida nesse mês… ia perguntar pro Kurt

          0
    • Pobre Paulista 11/02/2017 at 15:36

      Eu tô trabalhando :-/

      0
      • Libertario 11/02/2017 at 16:29

        Já sei então que você não é PM no Espírito Santo.

        0
  • Floyd 11/02/2017 at 15:22

    Hoje renegociaram os planos de tv a cabo e de net aqui em casa, vou ter o dobro da velocidade e pacote HBO e vou pagar 30 reais a menos!! o.O

    0
  • Marcus A 11/02/2017 at 15:36

    Hell sendo Hell:

    Sem munição, policial atira uma pedra portuguesa em manifestantes.

    http://www.scoopnest.com/pt/user/BernardoMF/830093324522516481

    0
  • Rodrigo 11/02/2017 at 15:40

    Governo Temer parece que não vai recuar no ES.
    Trucaram os PM.
    Vai ter punição.

    Palpites de como isso vai terminar…

    0
    • Floyd 11/02/2017 at 15:42

      Tiro, porrada e bomba, o numero de mortes deve chegar aos 200 semana que vem.

      0
    • Pobre Paulista 11/02/2017 at 15:45

      Tem que demitir geral. Militar não é civil, porra. É prisão e depois afastamento permanente de toda e qualquer função pública.

      0
      • Marcus A 11/02/2017 at 15:49

        Yeah! Empresas de segurança privada agradecem, enquanto isso o povo se ferra!

        0
      • TukhMD 11/02/2017 at 15:51

        Não esqueça da prisão das mulheres que estão participando da encenação. Os PMs dos outros estados tem que saber que se usarem a família de testa de ferro eles também pagarão caro.

        0
        • Pobre Paulista 11/02/2017 at 16:00

          Não sei se o que elas fizeram tipifica algum crime, talvez invasão de quartel militar. Mas elas que se danem. Militar não pode ceder nem pra bandido, vai ser escravoceta?

          0
  • Steve Harris Bolhista 11/02/2017 at 15:46

    Milo Yiannopoulos fala sobre o esquerdismo nas universidades BRASILEIRAS [PT-BR]

    https://www.youtube.com/watch?v=TQJA727A26U

    0
    • Alx 11/02/2017 at 15:55

      Acho que nem me esforçando, erro essa:
      Sensacional!!!

      Ele só não comentou do que todos têm em comum: as ongs globalistas. De novo, não há coincidência – tudo cuidadosamente planejado…

      0
  • TukhMD 11/02/2017 at 15:50

    Rodrigo, se a diminuição da produtividade irá nos afetar porque esse vindouro ciclo altista das commodities justificaria essa valorização do câmbio em BNN?

    No fundo o mercado é soberano. Nós que inventamos justificativas depois que Inês está morta.

    0
    • Rodrigo 11/02/2017 at 15:53

      Não falei de câmbio
      Apenas escrevi a minha perspectiva para o agro.
      Perspectivas podem mudar.
      Por hora é isso que vejo.

      0
  • Marcus A 11/02/2017 at 15:51

    Protestos em 29 batalhões no Rio de Janeiro

    http://www.oantagonista.com/posts/protestos-em-29-batalhoes-no-rio-de-janeiro

    “Lucas Silva 1 hora atrás
    Desordem e regresso !!!
    Já começou no RJ desde ontem e logo se espalhará por todo BR !!!
    Vários arrastões já estão acontecendo aqui no RJ !!!
    E os saques e roubos a lojas e carros já começaram.
    Salve-se quem puder, o caos começou !!!”

    0
  • Rodrigo 11/02/2017 at 15:56

    Cambio é exportação importação.
    Curto prazo importação em baixa pela crise
    Exportações em alta pela supersafra
    Logo, este ano, real em alta.

    0
    • Rodrigo 11/02/2017 at 15:58

      Salvo uma crise grave de confiança que leve a fuga de investimentos

      0
      • Pedro 11/02/2017 at 16:00

        Câmbio no longo prazo é valorização / desvalorização da moeda (inflação) frente às outras moedas.

        0
    • Alx 11/02/2017 at 16:00

      Rodrigo, mas supersafras podem rebaixar preços de forma geral se demanda não acompanhar – e isso, em tese, neutralizaria o câmbio, sob esse aspecto. Lembrando que o câmbio é o resultado de diversas variantes E de grandes players que determinam absolutamente tudo.

      0
      • From_The_Tower 11/02/2017 at 16:02

        Estou alinhado mais com esse pensamento.
        São algumas variáveis.

        0
        • Pedro 11/02/2017 at 16:04

          Pandeiro, aproveitando que tu esta por aqui: ainda defende que o dólar é forte devido às troops?

          0
          • From_The_Tower 11/02/2017 at 16:10

            Já dei meu ponto de vista.
            Explanei naquele dia os argumentos.
            As TROOPS eu considero um dos fatores da característica do dólar.

            0
            • Pedro 11/02/2017 at 16:13

              Ok.

              0
            • From_The_Tower 11/02/2017 at 16:14

              Características a serem observadas / estudadas do Dólar Americano
              1) A moeda é do FED. Instituição privada com função pública (começa por aí o arranjo)
              2) Poder bélico / capilaridade das tropas no mundo . Bases around the world
              3) Maior economia do mundo há décadas. Ainda tem muita influência
              4) Moeda obrigatória para compensações / negociações / compra de petróleo (petrodollares)
              5) País muito forte no sistema de serviços financeiros
              e assim vai….

              0
              • From_The_Tower 11/02/2017 at 16:15

                6) Forte presença de empresas americanas fora do território americano (multinacionais) que remetem moeda para a matriz (conversão) quando convém

                0
              • Alx 11/02/2017 at 16:20

                Muito bom – e soma-se a isso as análises econômicas, políticas e sociais de cada país em questão mais possíveis manipulações de diversos governos, chegamos à conclusão que jamais existirá um estudo perfeito. Downscale buying + upscale selling = média / menor risco!

                0
                • From_The_Tower 11/02/2017 at 16:23

                  Exato.
                  Uma simples sinalização ou singelo comentário de um governante ou dirigente por mudar tudo.

                  0
      • Rodrigo 11/02/2017 at 16:04

        Sim, se a supetsafra for global.
        Se for só do bananil, não baixa muito o valor

        0
        • Rodrigo 11/02/2017 at 16:06

          Em não havendo inflação
          O cambio é proporcional a demanda pela moeda.

          0
      • Alx 11/02/2017 at 16:07

        Eu comento isso pois já assisti grandes grupos se derreterem por confiarem em análises imperfeitas, por vezes minimizando uma única variante que reverteu toda uma tendência de mercado, dada como 97% provável.

        0
        • Rodrigo 11/02/2017 at 16:08

          Ninguém preve o futuro.
          Fazemos projeções apenad

          0
          • Alx 11/02/2017 at 16:11

            Esse também é parte do trabalho de um bom trader…

            0
        • BananenseNãoPraticante 11/02/2017 at 16:14

          Conheço de perto história de grupo muito grande falindo por causa da desvalorização da moeda bananense. O chefão se matou.
          Sempre que os economistas falam que agora vai e que o pior já passou eu COMPRO dólar. Tenho acertos beirando os 100%. Esta semana comprei mais dólar.
          Mas, ahhh… e se cair a 2 reais? Duvido que aconteça, mas se acontecer dou All in!

          0
          • From_The_Tower 11/02/2017 at 16:17

            Não precisamos acertar no bumbum do mosquito.
            O que não dá para fazer é comprar novo topo.
            ex: saiu de 2,56 para 4,14. Janeiro a Setembro de 2015. Aí o cara quer comprar a 4,00 pois está com receio que suba mais.
            Já era… já perdeu o bonde do rompimento.
            Nessa de 2015… a maioria dos bolhistas já estavam prontos. 😉

            0
            • Bolhossauro Rex 11/02/2017 at 17:30

              Acho que ate pode cair um pouco mais e, quem sabe, furar a barreira piscologica dos 3,00 e cravar uns 2,80. Mas depois subira de novo. Ate quando? Nao sei, mas diria que 3,30/3,40 e o que o mercado espera para o fim do ano.

              0
              • From_The_Tower 11/02/2017 at 18:18

                Sim. É possível.

                0
            • TukhMD 11/02/2017 at 18:43

              Eu falo a mesma coisa, só que em relação aos títulos pré fixados do TD: a hora de comprar já passou, agora é esperar a correção dessa euforia toda. Idem para o SP500.

              0
  • Bruno L 11/02/2017 at 15:58

    Quem tiver um tempo para ver..será mesmo que a geração Z é a mais conservadora como ele afirma? Argumentos parecem coerentes. O que acham?
    https://www.youtube.com/watch?v=YoklXbgeG7M

    0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 15:59

      Foi postado acima….

      Provavelmente é. Ele cita um estudo/pesquisa da qual não fui atrás, no entanto.

      0
      • Bruno L 11/02/2017 at 16:04

        Foi mal. Eu cheguei nesse link a partir de um que postam acima do Milo. Mas quem não viu, recomendo ao menos a partir dos 6 minutos.

        0
  • Pedro 11/02/2017 at 16:02

    Bush pira com o artigo abaixo.

    Federal Spending Grew More Under Bush and Reagan than Under Obama
    https://mises.org/blog/federal-spending-grew-more-under-bush-and-reagan-under-obama

    0
  • BananenseNãoPraticante 11/02/2017 at 16:29

    Hoje, sei lá porquê, fui olhar uns anúncios de apartamentos velhos com bidê da asa sul de Brasília.
    Já existem anúncios de alguns apartamentos com elevador e garagem por menos de 8 mil/m2. Isso era inimaginável uns 2 anos atrás.

    0
  • Libertario 11/02/2017 at 16:30

    Como fica a situação do soldado ?

    Terá de responder algum processo criminal como se fosse um PM?

    http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2017/02/adolescente-e-morto-pelo-exercito-em-bairro-da-grande-vitoria.html

    0
    • Ali Baba 11/02/2017 at 16:44

      Não li a reportagem, mas se foi cumprindo a missão é com a justiça militar.

      0
    • RoCoSala 11/02/2017 at 17:02

      FAKE NEWS!!!!

      O coitadinho estava a uma da manhã querendo testar se tinha munição no fuzil do soldado. Se fudeo, menos um.

      Ardeu no inferno esse ai.

      0
    • Pobre Paulista 11/02/2017 at 17:35

      > 17 anos
      > 6a. Série

      Não vai fazer falta

      0
  • Libertario 11/02/2017 at 17:07

    Justamente por isso que questionei como fica a situação do soldado.
    Será que a família não poderia entrar com uma ação, ou algo do tipo contra o milico?

    Se fosse um PM e houvessem críticas organizadas, o policial seria afastado e responderia processo.

    0
  • Floyd 11/02/2017 at 17:26

    http://agar.io/
    Jogo besta para passar o tempo.

    0
    • Pobre Paulista 11/02/2017 at 17:33

      Esse jogo apareceu no House of Cards hehe

      0
  • Argentario 11/02/2017 at 18:08
  • windville 11/02/2017 at 18:51

    Noite Folks,

    Chuck + Israel parceria indestrutível! Até Netanyahu brincou com a situação!

    0
  • Francisco Quiumento 11/02/2017 at 19:16

    Boa tarde, mizifios!

    Minhas invocações da BOSHTA continuam gerando impactantes eventos?

    Offinho:

    Quase me borrei de rir hoje na frente de uma banca de revista:

    Carta Capital dizendo que Lula é “uma chance do povo brasileiro acordar” (ou coisa ridícula parecida).

    AGORA VAI!

    Benças bóshticas para todos!

    0
    • Mineirausfall 11/02/2017 at 20:03

      A bênçça, PXdPF…

      E a Lava Jato, vai?

      ‘http://m.folha.uol.com.br/mercado/2017/02/1857810-risco-de-temer-salvar-aliados-preocupa-diz-banqueiro.shtml?mobile

      ‘http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/delegado-deixa-a-lava-jato-e-vira-xerife-da-pf-no-espirito-santo/

      0
      • Francisco Quiumento 11/02/2017 at 20:11

        Não só vai como vamos marchar para uma crise institucional ainda mais grave, pois até a “dita esquerda” vai entrar na baila que acabar com o “governo ilegítimo”.

        E o que será que a Marcela falou do Temer que “coloca seu nome na lama”?

        0
  • Floyd 11/02/2017 at 20:07


    ROCIO MIRANDA

    0
  • Manco 11/02/2017 at 20:14

    *Dia 15/02/2017, vamos reescrever a história da PM de SP, 06:00h*

    Esse grupo tem a finalidade de agrupar as *esposas ou maridos, familiares e amigos de policiais*, ir para frente das respectivas companhias e batalhões, fazendo acontecer *a maior paralização* já ocorrida no Estado de São Paulo, para reivindicaremos pelos direito de nossos Guerreiros e Guerreiras!
    *1)* Aumento de salário com base no maior salario de policia militar no Brasil relembrando a pec 300;
    *2)* Plano de saúde digno para policiais e seu familiares, acabando com o monopólio do HPM e Cruz Azul, pois é cobrado uma fortuna e pouquissimos policiais utilizam a Cruz Azul, e que seja plano de saúde aberto como empresas;
    *3)* Que haja defensoria para os Policiais, pois os mesmos gastam até o que não tem, chegando a perder casas e carros, além de fazerem empréstimos afim de se defenderem por defender a população;
    *4)* Acabar com regulamento disciplinar, tomando como molde o de Minas Gerais;
    *5)* Escolas e creches para filhos dos Policiais;
    *6)* Isenção de impostos Para os Policiais;
    *7)* Convênios para policiais poderem estudar;
    *8)* Readequar a carga horária para 40 horas semanais e adicional noturno;
    *9)* Plano de carreira que respeite o tempo de corporação, a cada 5 anos, independente da quantidade de vagas no quadro;
    *10)* Promoção de praças, desde soldado, por merecimento;
    *11)* Criação de Comissão de Direitos Humanos dos Policiais, como órgão independente,
    *12)* Exoneração imediata do Ouvidor da Polícia, bem como tirar o monopólio de indicação do mesmo pelo condep, pois esse órgão ja se mostrou infectado pelo crime organizado de São Paulo;
    *13)* Transporte gratuito, municipal e intermunicipal, sem a necessidade da utilização da farda, independente do horário de trabalho ou não, já que o Policial é Policial 24 horas por dia, nos 7 dias da semana;
    *14)* Apresentação do Policial em audiências, apenas nos seus dias de escalas, respeitando as f ligas e as férias;
    *15)* A proibição do Policial trabalhar a mais de 15 Kms da sua residência, salvo a pedido ou aceitação do mesmo, de modo evitar desgastes em viagens, fazendo com que o mesmo permaneça mais tempo com sua família.
    *16)* Extinção da prisão administrativa (artigo 26 do RDPM).

    *Compareçam todos no dia 15/02, às 06hs da manhã, nas portas das Companhias e Batalhões, levando barracas, águas, comidas, de modo impedir as viaturas desairem dos respectivos quartéis.

    Lutar por Direitos não é crime! Entrem nesta luta!!!*

    0
    • RicardoSP 11/02/2017 at 20:21

      Difícil não concordar com os itens 3 e 11…

      0
    • Floyd 11/02/2017 at 20:23

      Fodeu quá-quá!!
      Hora de arrumar umas armas, nem que seja uma faca.

      0
  • Zé do Faz 11/02/2017 at 20:26

    Vai ter boteco?

    0
  • Zé do Faz 11/02/2017 at 20:30

    Já que ninguém responde, eu abri o boteco e estou lá sozinho. Vou conversar comigo mesmo.

    0
    • trouxa bananense 11/02/2017 at 20:35

      LINK?????

      0
  • trouxa bananense 11/02/2017 at 20:36

    Enquanto isso na sala da justiça bananense…
    Temer pode nomear Beltrame para Segurança Pública, diz jornal
    São Paulo — Diante da explosão de casos de violência pelo país, o presidente Michel Temer pensa em escolher o ex-secretário estadual do Rio de Janeiro José Beltrame, do PMDB, para a Secretaria Nacional de Segurança Pública.
    A informação é do jornal “Folha de S. Paulo” deste sábado (11). Segundo a publicação, Temer quer um nome de peso na Secretaria para mostrar publicamente uma reação à escalada de conflitos no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. A indicação de Beltrame conta com o apoio da bancada fluminense e da cúpula do governo federal.
    O ex-secretário do Rio chegou a ser cotado para ocupar o Ministério da Justiça, que está sob o comando de um interino desde a saída de Alexandre de Moraes, indicado pelo presidente para o STF (Supremo Tribunal Federal). Contudo, Temer desistiu da ideia porque busca um perfil com mais prestígio no meio jurídico para a posição.
    Segundo a Folha, o novo ministro da Justiça deve ser anunciado somente após a aprovação de Moraes para o STF pelo Senado, prevista para março. A decisão a respeito da Secretaria Nacional de Segurança Pública, porém, deve sair o quanto antes. A urgência se deve à tentativa de reagir rapidamente à paralisação de policiais pelo país.
    Crise no ES e no RJ
    Apesar de um acordo anunciado pelo governo no último dia 10, a paralisação de policiais militares no Espírito Santo continua.
    Após 7 dias de motim, o número de mortes violentas no ES, que soma 127, já supera o mês de fevereiro de 2016. Já há mais de 703 policiais militares indiciados por crime de revolta, com pena prevista para até 20 anos de prisão. 
    No Rio de Janeiro, o secretário estadual de Segurança disse que pode pedir  o apoio de forças federais para responder ao bloqueio de mulheres de PMs à saída de diversos batalhões .

    0
  • Mineirausfall 11/02/2017 at 21:03
  • Sideshow Bob 12/02/2017 at 13:27

    Second last

    0
  • Escreva seu Comentário (Ir para o início)