Bom dia!

Honestamente estou sem lá muita vontade de falar do assunto das fake news que assolaram a imprensa marrom esta semana a respeito do Bolsonaro e sua riqueza inaudita. Até esperei que algum bolhista fizesse um apanhado maneiro para eu coligir e postar, mas como realmente minha teoria está correta, deixa estar.

 

Mas que teoria? Simples. A mídia fake news apenas está tentando impor uma pauta de emergência diante da iminência do caos que será a condenação do Apedeuta em Curitiba. Este sim é um evento radioativo e de grande poder de propagação, certamente vai ser o start da campanha eleitoral de 2018. E, obviamente, com o seu destino selado, o Apedeuta terá cada vez menos apoio e poder político sobre as suas massas de manobra.

Vou dar algumas dicas de como a coisa funciona.

  • Aumento expressivo de MAVs nos grupos de política
  • Aumento no número de posts atacando a varejo todo mundo que é francamente contra o PT
  • Mídia marrom fazendo fogo de barragem contra o candidato em melhor posição nas pesquisas, Bolsonaro, e dando pistas falsas de apoio a outros póstulantes somente para fazer média
  • Pessoas confiáveis virando casaca aos 47′ do segundo tempo, e partindo para cima não de Bolsonaro, mas de sua militância!

Assim sendo, a semana foi povoada de gente batendo em Bolsonaro. No geral, ele se saiu bem, tem várias arestas a ser aparadas mas nenhuma das acusações passa de ilação mesmo, não há crime algum em nada do que foi declarado. Chequem sempre cuidadosamente todos os textos postados pelas fake news, não deem uma de lesados.

Que arestas, aliás, deveriam ser aparadas?

  • A situação da moça em Mambucaba é simples de dar raiva. Só ele estabelecer a casa dele como ponto de apoio oficial, e acabou o caso. Ele não precisa assinar CTPS, ela é COMISSIONADA.
  • Ele precisa dar um tapa naquela casa de Mambucaba, tá um lixo. 
  • A verba parlamentar dele deve ser auditada para evitar erros bobos nos cálculos apresentados. Isso enche o saco e pode ser evitado.

  • Ele vai ter de por gente para fazer o enfrentamento de forma oficial nas redes sociais. Em geral os “minions” são bem mais preparados para a porradaria do que ele e seus filhos, que, aliás, demoraram a estabelecer uma reação via judicialização das asneiras da Falha
  • Mais cuidado com as emboscadas, como a que os repórteres da falha fizeram. Ele saiu superbem desta entrevista aí, e ainda de quebra avisou a FAlha que ela deve ser correta e fazer direito as perguntas-gracinha a ele. FAlha se fudeu, tudo já está respondido.

Sabemos que 2018 vai ser este encarniçamento mesmo, por isso é crucial termos frieza. COmo falei n começo, tenho uma teoria e eu resolvi simplesmente testar esta teoria esta semana. Não postei NADA do tema “Bolsonaro corrupto canibal” e simplesmente esperei a evolução das conversas. Obviamente acabamos a semana sem nada de muito grave a se apurar, a moral do cara está intacta e seu apoio, também, e pra servir de bônus, vimos mais gente insuspeita – e os suspeitos de sempre – desabrochando em meio a humores sulfurosos seus despeitos intestinos ao Boneco.

LIBERTEENS!

Enfim, semana foi boa, mas o melhor ainda está por vir.

0
Compartilhar
  • 300esparta 13/01/2018 at 08:48

    Que merda esse Ilisp heim!

    Parece que ninguém entende que ele não é perfeito, porém o melhor.

    Enfim, hoje é sábado e vamos de RAMONES!

    ROCKET TO RUSSIA

    0
  • Hanuman 13/01/2018 at 08:48

    Bom dia a todos!

    FIRST!

    0
    • 300esparta 13/01/2018 at 08:50

      SÓ QUE NÃO! ioeahioaehioaehioae

      0
      • Hanuman 13/01/2018 at 08:59

        Meh…

        0
  • From_The_Tower 13/01/2018 at 08:49

    In the PODIUM!

    0
    • 300esparta 13/01/2018 at 08:59

      fala padeiro!

      Vc acha que o dólar tem tendencia de subir daqui uns tempos ou não tem como saber?
      Pergunto pq o Brasil foi rebaixado lá, a dívida está alta e o povo tá começando a falar de inflação novamente, que somente com hiperinflação para manter os gastos do estado sem mexer na CN88.

      E ai? Será que sobe em 1 ano +- de prazo?

      0
      • From_The_Tower 13/01/2018 at 10:51

        Dentro dos tipos de acontecimentos que estamos vendo ficará entre 3,10 e 3,35.

        0
  • Índia Ma 13/01/2018 at 08:56

    Bom dia, Barna!
    O pequenino Cv deve ter orgulho deste pai, excelente interpretação de mais uma tentativa de esculhambar o mito. Eu quando comecei a entender a fake news, fiquei estarrecida. Para eles o limite é, não ter limites. Kkkkkkkkkkkkkkkkk
    É o famoso: “Quem não te conhece é quem te compra!” Bando de lixo! E aquela Sherazade tá doida né?! Eu fico aqui observando e rindo… rindo muito!
    Ótimo sábado para todos!

    0
    • Barnabezinho 13/01/2018 at 09:20

      Tá todo mundo enlouquecendo, Índia!!!! Este é o problema!

      E não sei, daqui a uns dez anos a gente vê se o neném vai ter orgulho mesmo 😉

      0
      • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:24

        Jair Bolsonaro acusou a Folha de S. Paulo de ter feito “uma bomba de merda”.

        Ele avisou também que, se for eleito, vai cortar a publicidade estatal para o jornal:

        “Se eu chegar à Presidência da República, nós vamos tratar o dinheiro com zelo. Tanto é que não vai ter dinheiro para vocês da imprensa, que faz essa imprensa fake news como vocês aí. Então, a Folha fake news foi R$ 180 milhões, mais ou menos, no governo do PT. Essa grana vai para o povo.”

        0
        • Julio 13/01/2018 at 13:33

          Se vender todas as estatais, acaba com boa parte do faturamento da imprensa.

          Eu me pergunto por que cargas d’água uma empresa monopolista necessita fazer publicidade. A Petrobras faz de duas páginas cheias, nas folhas mais caras das revistas e jornais. Tipo, ao invés de abastecer com uma gasolina ruim, cara e batizada da Petrobras, você pode abastecer com uma gasolina, ruim, cara e batizada da Petrobras.

          0
      • Índia MA 13/01/2018 at 09:24

        Haaaaa ele tá tão lindinho! Tenho saudade do indiozinho bb. Saúde pra vcs!

        0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 10:19

        Capaz do guri estar estudando História em um livro editado pelo pai. 🙂

        Sério, aquele negócio de que “a História está sendo escrita neste momento”, nunca foi tão verdadeira. A eleição de 2018 é tudo ou nada, para ambos os lados.

        Se esses pulhas sucederem em colocar seus “laranjas”, seja na Presidência, seja no Parlamento, F-E-R-R-O-U!!! Vão colocar o povo definitivamente no modo “rebanho” e acelerar a sua agenda depravada.

        Agora, se eles FOLHAREM… Bem… Mandiocas FRIAS (com nitrogênio líquido), ser-lhes-á apenas o começo.

        0
        • Mineirausfall 13/01/2018 at 11:37

          Sério isso? O dono do pasquim paulistano andou metido com esses movimentos da “ixkêrdia”?

          Se for isso mesmo, tá explicado.

          VTNC://goo.gl/kX1Np3

          0
  • Mineirausfall 13/01/2018 at 09:02

    Bom dia!

    0
  • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:06

    FirstO de Nikiti, quase pronto pra ir jogar aquele volley em Icarai Bitch, com aquela vista da barbarie = Hellen ao longe…

    Esse negócio da comissionada do Bolso “atender gente” …. será aquilo mesmo que tô pensando??? Huuum, já tô a caminho pra pegar meu lugar na fila!!! Hehehe

    Ahhh, concordo a casa do capita tá precisando de um trato … se fosse ele usava a verba parlamentar pra isso, e de sobra enfiava a Brocha no rabo da fakenews que até hoje não investigou de onde saiu a aposentadoria de $30contos da falecida Mariscas!!!

    … a seguir com essa cobertura fakemidiatica, vão acabar elegendo esse cabra!!! Eita

    0
    • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:08

      Será que o Barna vai apareçer com aquele sunkini cor de estofamento de Fit = fúcsia ?!? Huum

      0
      • 300esparta 13/01/2018 at 09:14

        o velho jogar de volei motorista de troller, responde essa, já que vc é um cara rodado:
        Vc acha que o dólar tem tendencia de subir daqui uns tempos ou não tem como saber?
        Pergunto pq o Brasil foi rebaixado lá, a dívida está alta e o povo tá começando a falar de inflação novamente, que somente com hiperinflação para manter os gastos do estado sem mexer na CN88.

        E ai? Será que sobe em 1 ano +- de prazo?

        falando nisso, tem um troller de um velho estacionado aqui na frente hoje, um velho e uma velha….
        é obirgatório usar troller depois dos 80?

        0
        • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:27

          Então, tavamos comentando sobre isso ontem aqui… tem um povo prevendo $3,80 até o fim do ano!!! Pode ser, ou não!!!

          Mas tem muita chance de dar uns solavancos sim, penso eu, afinal tem tanta coisa pressionando e o Câmbio é uma bomba relógio sempre!!! Com todo esse problema fiscal e a política ajudando, pode estourar qq hora ne!!!

          Um fundo cambial não seria mau negócio, vc aposta uma valorização de 15/20% contra um SELIC de 7% se deixar na renda fixa… vai encarar??? Tô pensando em colocar uns $$$trollers nessaphorrai…

          0
          • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:49

            Esse cabra é do suíço Julius Baer… até concordo com ele, mas antes e se aprovar a ref Previdência e o muLLao for condenado vai buscar os $3,10 !!! Abs

            0
            • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:50

              Vide abaixo

              0
          • Junior 13/01/2018 at 22:29

            Tenho a mesma impressao
            E farei essa aposta
            Nao e o dólar que vai subir é o real que vai cair….
            Depois de entrar basta acertar o timing de sair.

            0
  • Neco 13/01/2018 at 09:27

    Bom dia.

    Minha humilde opinião sobre o dólar. Não vai subir, pode até subir um pouco, mas tende a cair. No seguinte raciocínio:

    Mula vai preso, e os tumultos acabam rapidamente.

    Bolsonaro assume a liderança nas pesquisas com chance real de vitória no primeiro turno.

    O dólar desaba pra menos de 3.

    Por isso todo cuidado é pouco.

    0
    • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:29

      Tb pode ser, Ainda mais se aprovarem uma reforma da Previdência, qq uma!!! Nesse caso se perderia os 7% da SELIC ne… cair pra $3 acho difícil pois os exportadores já vão gritar quando ficar abaixo dos $3,20 atuais… aver

      0
      • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:30

        Ahhh,,, Velhuscas gosta de carro que encara buraco, nessa fase da vida é o que tem mais pelo frente… incluindo o definitivo!!! Hehehe

        0
          • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 09:48

            E a opinião de um expertO = Valor: Qual sua estimativa para o dólar/real ao fim de 2018? Rüttimann: O dólar deve fechar o ano em R$ 3,75. Essa alta vai ser provocada, primeiro, pelo aperto da política monetária americana. E, em segundo lugar, pela perspectiva fiscal para o Brasil, uma vez que o perfil de dívida do país continua a se deteriorar, apesar da queda substancial do prêmio de risco soberano. A dívida pública deve alcançar 92% do PIB num período de dois anos. Como cortes de impostos não são possíveis agora, cabe em grande parte ao BC estimular a economia. E isso pode ser alcançado via depreciação cambial.

            0
            • Neco 13/01/2018 at 09:57

              Isso é a mesma coisa de eu falar, vai fazer frio este ano no inverno no Paraná. Ou seja, sem nenhuma certeza.

              0
              • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 10:04

                Tenho uma. Da morte, já que não sou espírita e não acredito em outra vida!! Hehehe…

                quer certeza? Desce até 3/3,10 após a forca do muLLao e a aprovação da Previdência!!! Depois sobe que nem foguete até 3,80/4,00 com o ramerame da eleição…. tá bao assim ??? ABS

                0
                • Neco 13/01/2018 at 10:38

                  Não sou espirita, mas acredito que a vida não termina na morte física.

                  Até o dia da morte vc pode rever os seus conceitos.

                  0
                  • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 14:18

                    Pra mim, morreu FODEO!!!

                    0
    • From_The_Tower 13/01/2018 at 10:56

      Fiquem de olho nos juros futuros … e TD… isso sim vale ouro
      Dólar está dentro do ponto de equilíbrio
      Real irá fazer 24 anos e o USD nunca passou dos 4,14.

      0
  • Dioclésio 13/01/2018 at 09:32

    Sobre Marx:
    Pessoal, vamos parar de dizer inverdades sobre Marx a respeito dele nunca ter tido contato com trabalhadores, por favor. Ele teve contato sim com o proletariado: em uma das viagens de sua esposa, acabou “possuindo” a empregada da casa, tanto é que ela engravidou. (O.o)

    0
  • Manco 13/01/2018 at 10:49

    Bom dia, Barná, senti falta de um ponto, enquanto a fake news e os liberteens enchem o saco, o Bolsonaro deixa de discutir sobre os projetos de campanha, perceberam que até onde ele era manco, na economia, quando ele pegou para falar até a bolsa subiu e criou um reboliço positivo de deixar os liberteens de boca aberta, agora imagine ele falando sobre segurança, sobre os cortes que ele pode fazer, sobre como as crianças estão sendo emburrecidas na escola, até sobre os minérios, porque querendo ou não, nosso patriotismo geográfico é muito forte.

    0
    • Manco 13/01/2018 at 10:51

      Desculpe me pelo excesso de eles.

      0
    • Pão de queijo com café 13/01/2018 at 11:07

      Cara, essa coisa do minério, tu pegou um ponto a pensar viu…

      0
    • Barnabezinho 13/01/2018 at 11:22

      Manco, estava falando só DESTA SEMANA. Não pretendo fazer nenhum “manual” até porque eu estaria apenas repetindo o que seus adversários reclamam, que é a falta de o boneco apresentar uma pauta, um “livro branco”…

      0
  • 300esparta 13/01/2018 at 11:12

    Estragou meu dia.

    Olha como está na Venezuela, daqui a pouco é um comendo o outro.

    Estão entrando aonde tem gado e matando na pedrada para comer.

    https://www.zerohedge.com/news/2018-01-12/shocking-footage-shows-crowd-hungry-venezuelans-slaughtering-cow-open

    0
    • Barnabezinho 13/01/2018 at 11:22

      Eu falo: nada de intervenção, tem de deixar o povo se matar até resolverem liquidar com aquela desgraça.

      0
      • Bruno L 13/01/2018 at 11:51

        O problema é que são nossos vizinhos e estão invadindo o Br e não temos um Trump para construir um muro. Leiam a nova lei da imigração.

        0
        • Bruno L 13/01/2018 at 11:52

          O prazo de residência fixado no inciso II do caput do art. 65 será reduzido para, no mínimo, 1 (um) ano se o naturalizando preencher quaisquer das seguintes condições:

          II – ter filho brasileiro;

          III – ter cônjuge ou companheiro brasileiro e não estar dele separado legalmente ou de fato no momento de concessão da naturalização;

          V – haver prestado ou poder prestar serviço relevante ao Brasil; ou

          VI – recomendar-se por sua capacidade profissional, científica ou artística.

          UM ANO e já pode votar.

          0
          • Bruno L 13/01/2018 at 11:53

            lembrando que se o casal de estrangeiros tiver um filho no Br, esse já é brasileiro nato, logo os pais se encaixam no II.

            0
    • Ugo 13/01/2018 at 11:35

      Aterrador. Parece filme de zumbis.

      0
      • Barnabezinho 13/01/2018 at 11:55

        Cê sabe que os primeiros filmes de zumbi “run meat run” se remetem ao terror da dominação comunista nos anos 1960 dos EEUU?

        0
  • Knight-Doc 13/01/2018 at 11:24

    Salve, 300! Deus Vult…

    0
  • Bolhaman 13/01/2018 at 11:38

    Sapato Furado,

    Do tópico de dois dias atrás: Se tens a ideia de manter os títulos, faz a transferência de custódia.

    Fiz há uns dois anos uma do BB para outra corretora. Barbada! Preenchi o formulário dos títulos que queria transferir, entreguei na minha agência e em alguns dias estava concretizada a transferência.

    0
  • Julio 13/01/2018 at 12:00

    O caso Bolsonaro, assim como ocorreu e ocorre com Trump, desnuda a imprensa, que por um lado foi o bastião da democracia e da liberdade, por outro mostra que foi o bastião da democracia e da liberdade do jeito que eles desejavam.

    A revolução digital derrubou o monopólio da informação e do pensamento, antes restrito ao seleto grupo de jornalistas e “filósofos”. Agora, quando a notícia acontece, sabemos instantaneamente e podemos escolher a versão dos fatos. A informação, como foi dito aqui há alguns meses, agora é de todos para todos.

    A última “Carta ao Leitor” do editor-chefe da revista Época, cada vez mais fina, denota e desorientação pela qual passa a chamada “grande mídia”. Estão perdidos, pois a influência que exerciam sobre a massa diminui a cada dia e sabem que ela tende a virar pó, junto com o faturamento. Considero uma boa leitura.

    Que Jornalismo?

    Eis o fato amargo e incontestável: a imprensa profissional, uma instituição que definiu as democracias ocidentais no século XX, enfrenta a maior crise de sua história. É uma crise que pode aleijá-la permanentemente, imobilizando-a na lenta e inexorável decadência rumo à irrelevância social, cultural e política. O ocaso, no entanto, é uma possibilidade, não uma certeza. Uma crise apresenta-se como um tempo de dificuldades e perigos – de incertezas profundas sobre o futuro. Mas a saída de qualquer crise, o desfecho dela, encontra-se na própria etimologia da palavra. Do grego krisis, ou decisão. Na acepção moderna, um momento decisivo. O que será da imprensa neste século XXI depende, em larga medida, das decisões que nós, jornalistas e leitores, tomarmos nos anos vindouros. Impõe-se a pergunta fundamental: como preservar os valores e os princípios de uma imprensa profissional, necessária à democracia, adaptando-a à nossa emergente sociedade digital? Para que o jornalismo não só sobreviva. Mas avance. Prospere. Triunfe.

    Não há respostas certas. O certo é que o debate público se faz cada vez mais urgente. Aqui, vale repisar as causas principais dessa crise, já razoavelmente estabelecidas. Antes da internet, veículos como jornais, revistas, canais de TV e rádios detinham o monopólio da comunicação em massa. Jornalistas, mediante critérios profissionais de equilíbrio e rigor, buscavam fatos relevantes e inéditos, determinavam se esses fatos eram de interesse público e, por fim, os ofereciam ao leitor, telespectador ou ouvinte. Havia uma oferta escassa de opções para conhecer os fatos do mundo. Ainda assim, ou talvez por isso mesmo, a imprensa tornou-se a bíblia da democracia, como definiu um dos patronos do jornalismo profissional, o americano Walter Lippmann.

    O mundo, em toda a sua pequena ou grandiosa complexidade, fosse um crime no bairro ou uma guerra distante, materializava-se, em papel ou ondas eletromagnéticas, na hora combinada, no dia esperado. Um encontro certo e previsível como o alternar do dia e da noite. Um produto finito, com começo, meio e fim, apresentando um mundo inteligível, também com começo, meio e fim. Para cada um de nós, o valor – o prazer – de um jornal, uma revista ou um telejornal era evidente. Não havia (grande) dúvida quanto a gastar dinheiro com ele. Para os anunciantes, que pagavam pelo privilégio de se aproximar das pessoas no momento oportuno, também era um bom negócio. Esse modelo econômico permitiu que, por décadas e décadas, a imprensa, com mais acertos do que erros, cumprisse sua função como alicerce das democracias ocidentais. O conjunto de veículos conhecido como imprensa profissional estabelecia fatos, acolhidos consensualmente pelo público, fiscalizava o poder e debatia pequenas e grandes questões da atualidade.

    A revolução digital deste século alterou radicalmente esse desejável equilíbrio. Hoje, nossas vidas, nossas amizades, nossos amores, nossa cólera, nossas distrações, nossa cultura, nossa história como espécie, a história de tudo que pode ser história, a soma mais absoluta e completa de informações e sentimentos contidos nela – tudo cabe num aparelhinho que cabe no bolso, de cuja tela passamos a depender mais do que da luz do sol. As nossas notícias, ou o que muitas vezes parecem ser as nossas notícias, também estão lá. Colossos planetários como Google, Facebook e Apple criaram tecnologias que subverteram a experiência humana da larga maioria de nós. Lucram com ela numa magnitude jamais vista na história do capitalismo, com quase nula regulamentação estatal. Nesse processo histórico, deslocaram o lugar da imprensa no mundo contemporâneo. Ao menos por enquanto.

    O Facebook, empresa que também é dona do Instagram e do WhatsApp, tornou-se, sem produzir uma só reportagem, a maior publicação da história da humanidade, com 2 bilhões de pessoas compartilhando entre si, de graça, cenas e histórias de sua vida. As pessoas – você é chamado de usuário – também compartilham notícias da imprensa profissional, que nada ganha por isso. Todos passam cada vez mais tempo nas diversas redes da empresa; é da nossa atenção que ela extrai dinheiro, sobretudo dos anunciantes. Estes migraram, em maior ou menor grau, da imprensa para o Facebook, entre outras empresas digitais. O dinheiro que subsidiava boa parte dos veículos profissionais, em qualquer canto do mundo, rareou. E assim se estabeleceu esta crise sem precedentes, que ameaça o presente e o futuro da imprensa.

    À primeira vista, este novo mundo é encantador – no mínimo, tem encantos inquestionáveis. Fora da China e de outros países com regimes autoritários, qualquer um pode dizer o que quiser, comunicar-se com quem quer que seja, graças às redes sociais. Nunca houve tamanha e tão barata liberdade de expressão. Quem há de ser contra isso? A imprensa não tem mais a primazia de dizer o que pode ser dito. Assim, num ambiente de competição aberta, qualquer um pode concorrer com veículos tradicionais pela atenção e pelo tempo de todos nós. Que mal pode haver, para a democracia, na ampliação das vozes aptas a conversar nessa praça pública planetária? A livre circulação de fatos e ideias não é um preceito essencial para as democracias liberais? Quanto maior essa circulação, mais saudáveis não estarão nossas democracias?

    Quiséramos todos nós que as coisas fossem tão simples. Tudo depende, do ponto de vista democrático, de quais fatos ou ideias circulam livremente, mesmo que aos bilhões por segundo. Conteúdo não é necessariamente jornalismo – na verdade, raramente tem algo de noticioso. Um selfie, um comentário sobre o jogo de ontem, um meme dos bons: tudo isso é conteúdo, nada disso é jornalismo. Uma opinião sobre um fato público pode ser altamente salutar. Mas dificilmente será jornalismo. Acostumados e incentivados – programados sem perceber – a compartilhar e curtir, incessantemente, tudo aquilo que julgamos importante sobre nossa vida, acabamos por compartilhar e curtir, sem reflexão, boatos, notícias falsas, pirações de toda sorte. Confiamos demais. Pensamos de menos. Não é fortuito: as redes sociais são construídas para favorecer o clique fácil, a emoção súbita, não o clique ponderado, a razão detida. São programadas para viciar. E viciam.

    Toda essa circulação frenética de conteúdo cria a ilusão de que estamos bem informados sobre as coisas do mundo. A verdade é que quase nunca estamos. Recebemos menos notícias confiáveis do que supomos. E lemos, se muito, somente algumas linhas – o suficiente para compartilhar uma opinião suscitada por emoções e preconceitos, frequentemente em desacordo com os fatos e a lógica. Conhecemos dolorosamente bem as consequências desse modo irrefletido de agir: a criação e destruição de bolhas de familiares e amigos, a irritabilidade impaciente com todos que pensam diferente. Não se perdem apenas amizades; perdem-se, com frequência, os fatos – o amálgama social da democracia. À corrosão dos fatos corresponde a corrosão da democracia, como observou a pensadora Hannah Arendt. Sem verdades factuais aceitas coletivamente, sem o predomínio da razão na vida pública, assomam mentiras populistas e propagandas políticas. Surge a intolerância, surge o fanatismo. Surgem os demagogos, os autoritários. Surgem os tiranetes, à esquerda e à direita. Quando a verdade morre, a liberdade morre em seguida. Aconteceu no século XX. Acontece agora, no século XXI.

    De um lado, portanto, as tecnologias que usamos cada vez mais para nos comunicarmos são indiferentes aos fatos – e, consequentemente, hostis à imprensa. De outro, o modelo econômico industrial que sustentava a imprensa está desaparecendo, sem que uma alternativa digital se consolide na mesma velocidade. Há uma aparente contradição: no auge da pior crise da história da imprensa, nunca houve tanta notícia de qualidade à disposição do leitor. E nunca houve tantos leitores ávidos por jornalismo de boa qualidade. No Brasil e no mundo. Diante de audiências que às vezes somam dezenas, centenas de milhões de pessoas nos principais sites de notícias, como é possível falar em crise do jornalismo? A questão central é econômica. Apenas uma pequenina parcela dessa multidão incontável de leitores topa pagar por jornalismo. Ainda estamos acostumados a ler de graça o que custou muito dinheiro para ser feito.

    Não há apenas más notícias. Hábitos podem mudar – e provavelmente mudarão. No Brasil e em alguns outros países, veículos tradicionais que mantiveram e reforçaram a produção de bom jornalismo, mesmo diante das adversidades financeiras, estão conseguindo conquistar cada vez mais assinantes digitais. É o caso do New York Times e do Washington Post, nos Estados Unidos. Ou do Financial Times, na Inglaterra, e do Le Monde, na França. Ainda é cedo, porém, para asseverar que o caminho escolhido por eles dará certo – e, quem sabe, poderá dar certo para um grande número de jornais e revistas. É cedo para assegurar que a crise passará, cedo ou tarde. Que a imprensa dará neste século a contribuição à democracia que deu no anterior. Mesmo que jornalistas e executivos de veículos tomem todas as decisões certas, as incertezas econômicas, sociais e culturais intrínsecas ao avanço da revolução digital aconselham cautela quanto a prognósticos. O futuro da imprensa talvez não esteja somente ao alcance da imprensa.

    Apesar das incertezas, o caminho trilhado por alguns desses veículos tradicionais – a aposta na reportagem, província do bom jornalismo – é a melhor opção disponível. Trata-se do mesmo caminho que percorre, no Brasil, a Infoglobo, maior grupo de mídia impressa do país, que edita ÉPOCA e os jornais O Globo, Valor e Extra, entre dezenas de outros títulos. As intempéries do mercado editorial global não mudaram o compromisso inquebrantável da Infoglobo, construído nos últimos 100 anos, de oferecer um jornalismo essencial a seu leitores, seja no papel, seja no digital. Ao contrário. Redobraram a força e a necessidade desse compromisso público: investir e levar ao leitor o melhor do jornalismo profissional. Reportagens originais, furos, análises profundas e opiniões plurais que extraiam sentido dos fatos do mundo.

    Desde a sua criação, em 1998, ÉPOCA tenta cumprir essa missão. Você, cara leitora, caro leitor, é, a um só tempo, testemunha e juiz dos méritos e dos deméritos desse esforço. Do trabalho cotidiano e infatigável de uma equipe acostumada a buscar os padrões de excelência do jornalismo – um jornalismo que informa e ilumina, emociona e surpreende, vibra e incomoda. Da apuração rigorosa e exaustiva de nossos repórteres. Do texto laboriosamente burilado por nossos editores. Das composições pensadas criativamente pelo nosso premiado time de designers e profissionais de imagem. Da checagem dos fatos e do bom uso da língua em cada texto, levados a cabo por nossos diligentes revisores. Do trabalho incessante dos editores de nosso site. De capas, talvez o mais nobre dos elementos de uma revista, capazes de deleitar, fazer pensar e até divertir – às vezes ao mesmo tempo, como nesta edição, com uma ilustração do prestigiado artista Edel Rodriguez, encomendada por nosso diretor de Arte, Alexandre Lucas, mais conhecido como Xandão. É ele, que compõe a equipe da revista desde o início, o talento por trás desta e de tantas outras capas premiadas mundo afora.

    Não poderia haver despedida mais apropriada para Xandão. Ele encerra, nesta edição, quase 20 anos de um brilhante trabalho em ÉPOCA. O signatário, que integra a equipe da revista desde 2011, também se despede como editor-chefe. Assumirá outro cargo executivo na Infoglobo. Mas prosseguirá colaborando com ÉPOCA e espera fazer isso com frequência irritante para os leitores mais exigentes.
    Diego Escosteguy – editor-chefe de ÉPOCA (Foto: ÉPOCA)

    0

    • AL 13/01/2018 at 12:14

      Mimimi do caralho, “ainnnnn, informação só informação qdo a mídia produz”

      Se fodam aí!

      0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 12:41

        A mídia, em tese, teria mais estrutura para obter e transmitir informação.

        Todavia, a Fake Press usava esse oligopólio para inocular suas pautas degeneradas na cabeça do povo.

        Só que agora, eles perderam o oligopólio. E estão putinhos porque tem gente acordando.

        Quem quiser passar uma hora de raiva, dê uma olhada na “This is despair”. Os danados dobraram a meta de lacração, de novo.

        0
        • AL 13/01/2018 at 13:01

          Kkkkkkkklkkklkkkl

          Desperteram os espiritos do paradoxo.

          Equilíbrio, o segredo está no equilíbrio!

          Agora ardam com a manada despertando da Matrix!

          0
    • BananenseNãoPraticante 13/01/2018 at 12:19

      Vejo quando virar filme.

      0
      • Barnabezinho 13/01/2018 at 12:23

        NEMLY

        0
        • BananenseNãoPraticante 13/01/2018 at 12:26

          Li bem por alto. Olha esse trecho:

          “No Brasil e em alguns outros países, veículos tradicionais que mantiveram e reforçaram a produção de bom jornalismo, mesmo diante das adversidades financeiras, estão conseguindo conquistar cada vez mais assinantes digitais. É o caso do New York Times e do Washington Post, nos Estados Unidos. Ou do Financial Times, na Inglaterra, e do Le Monde, na França. “

          0
          • AL 13/01/2018 at 12:31

            Não estão arregimentando novos assinantes, estão migrando os assinantes do papel para a net.

            Estão perdendo, e muito!

            0
            • Final Countdown 13/01/2018 at 12:37

              Tão no desespero TOTAL
              Principalmente porque o VOLUME de informações geradas na era digital tem 2 inconvenientes
              1: tem que ser muita, maior que as impressas
              2: seu custo é baixíssimo, meia dúzia de semianalfabetos maconheiros malremunerados podem manter um site ( e assim vai se perpetuando o fim deles mesmos)
              Só um IMBECIL pra perceber que o jornalismo ACABOU, tipo TAXI…

              0
              • AL 13/01/2018 at 12:59

                Conheço um dos diretores do Sportv.

                Ele me confessou com todas as letras. “Acabou o streaming matou a tv e a internet os jornais”.

                Ele está concluindo especialização em mkt digital e já estava trocando de emprego.

                Inteligente, abandonou o navio.

                0
                • AL 13/01/2018 at 13:02

                  Perdão aí pelo texto sem a menor pontuação, estou andando.

                  0
              • Mineirausfall 13/01/2018 at 13:02

                Data maxima venia, caro Final, divirjo quanto ao “fim do jornalismo”.

                Estrutura para obter informações, a mídia tem. Diria até, comparável à de órgãos estatais de investigação. Gostemos ou não, isso lhes proporciona uma vantagem natural sobre os demais produtores de conteúdo.

                Se eles agissem com seriedade, continuariam tendo seu espaço (não seria o oligopólio de quinze anos atrás, mas ainda seria expressivo).

                A questão é exatamente essa: eles perderam o oligopólio da narrativa.

                Se tivesse sido há quinze anos, eles, com essa avalanche de fake news, teriam feito a caveira do Mito, e teria ficado por isso mesmo. O máximo que o Bolsonaro poderia fazer, seria pedir no judiciário um direito de resposta (o que seria prontamente negado).

                Hoje, o Mito pôde expor rapidamente sua réplica. E, mais uma vez, ficou evidente que a Fake Press agiu de má-fé. Hoje, o que a Fake Press publica, pode ser verificado, questionado e, mesmo, refutado.

                Essa postura sórdida (que antes se escudava no oligopólio da narrativa, mas hoje, não mais) é que poderá cravar uma estaca no peito dos fake reporters.

                0
                • Julio 13/01/2018 at 13:25

                  O problema é manter a estrutura sem dinheiro de leitores e assinantes. A “grande mídia” brasileira sobreviveu na era PT graças aos patrocínios governamental, via propaganda das ridículas estatais, aliás, um dos motivos para mantê-las é esse, ou outros meios, como anúncios oficiais e comerciais de laranjas (à la JBS-Friboi).

                  Eu não necessito de TV. Aliás, aqui em casa só Netflix. Cnsigo muito mais informações aqui no Bolha e no Twitter, principalmente nos elucidativos comentários, que contrapõem de pronto qualquer desvio da realidade.

                  Como disse, o caso da última eleição presidencial norte-americana foi para mim a maior distorção entre fato e a realidade.

                  RIP “imprensa”.

                  0
      • Final Countdown 13/01/2018 at 12:32

        BUNDINHA a todos
        2

        0
    • Neco 13/01/2018 at 13:37

      As coisas mudam. Aqui na região onde eu moro, em Cascavel, tem a radio Colmeia, nos anos 70 tinha o programa do Darci Israel, cerca de duas ou tres horas diárias, tinha 50 patrocinadores, só ele , pagava toda a despesa da rádio, todo o resto era lucro. Tinha cerca de 20 patrocinadores esperando na fila uma brecha pra colocar sua propaganda. Todos ouviam.
      A radio ainda existe, mas nem sei em que frequência. Eles transmitem pela web também, ou pelo menos transmitiam. Mesmo tendo um jornalismo sério, as coisas mudaram. Só a algumas pessoas de idade escutam.

      E a mesma coisa das máquinas de escrever olivetti, eram ótimas, mas faliu.
      O mundo mudou, independente de fazer fake news ou não, vão quebrar, mídia de papel, TV, rádio, já era.

      0
    • Flyn 13/01/2018 at 15:11

      Que preguiça!

      0
  • Bruno L 13/01/2018 at 12:35

    CVR: Meggashop, tradicional loja que vende tênis e acessórios esportivos a preços um pouco mais baixos, fechou uma franquia em Campinas (passei em frente e tinha uma placa aluga-se, do nada, começou 2018 fechada). Parece que fechou várias unidades pelo Br (vendo o site deles)

    0
    • Julio 13/01/2018 at 13:28

      Franquia de um produto que se compra igualzinho na internet ou na loja do outro lado da rua, com preços mais em conta? Trouxa quem abriu uma.

      0
  • Knight-Doc 13/01/2018 at 13:28
  • Neco 13/01/2018 at 13:43

    Cvr – vi uma maquina de lavar louça, brastemp anunciada no bazar daqui. 150 tm. Fui olhar, estava meio feia, a mulher disse, esta feia.
    Propus 120.
    Negocio fechado, dai vi que não cabia no porta malas. Pedi ao vendedor que tem pickup pra trazer pra mim.
    Limpei, poli, ficou legal, instalei, e funciona direitinho.

    0
    • Knight-Doc 13/01/2018 at 13:47

      Bom negócio!

      0
  • Manco 13/01/2018 at 13:57

    Após denuncias de UOL e Folha de São Paulo, eleitores de Bolsonaro tiram adesivos de seus carros ???
    A grande mídia está vencendo, tem gente tirando os adesivos dos carros ??

    Após denuncias de UOL e Folha de São Paulo, eleitores de Bolsonaro tiram adesivos de seus carros 😳😳👇

    Após denuncias de UOL e Folha de São Paulo, eleitores de Bolsonaro tiram adesivos de seus carros 😳😳👇A grande mídia está vencendo, tem gente tirando os adesivos dos carros 😢😭

    Publiée par Bolsonaro Opressor 2.0 sur Samedi 13 janvier 2018

    0
    • AL 13/01/2018 at 14:14

      ???????????

      0
  • Manco 13/01/2018 at 14:01

    Olha aí a versão brick lover 2.0, o que constrói a própria casa.

    Pedreira auto-didata 👍"curta" 👉"Compartilhe"Self-taught quarry 👍 "short" 👉 "Share" https://www.facebook.com/ExpressoDoReggae/

    Publiée par Elias Lucio Yeah sur Samedi 13 janvier 2018

    0
  • O Barão 13/01/2018 at 14:53

    Importante espalhar para as pessoas que imprensa inventa noticias falsas, a maioria desconfia mas tem receio de falar sobre isso com os outros, esses dias amigo veio falar opinião de um cientista politico sobre o Bolsonaro daí eu falei:
    – Igual que falaram que a Hillary ia vencer e o Brexit não seria aprovado?
    Ele ficou sem graça, e eu emendei:
    – Jornalistas e cientista politicús não tem bola de cristal, são só palpiteiros, a analise deles vale tanto como a minha ou a sua.

    0
    • PapiranteSalg 13/01/2018 at 16:27

      “– Jornalistas e cientista politicús não tem bola de cristal, são só palpiteiros, a analise deles vale tanto como a minha ou a sua.”

      Não são apenas palpiteiros, escrevem conforme o pagamento dos conchavos. Sempre foi assim em Banânia. Vamos relembrar novamente Lima Barreto em Recordações do Escrivão Isaías Caminha de 1909.

      “Um belo dia, o público da cidade ouviu os italianos gritarem: O Globo! O Globo! Os curiosos compraram-no e com indiferença leram ao alto o nome do diretor: Ricardo Loberant. Quem é? Ninguém sabia. Mas o jornal atraia, tinha um desempenho de linguagem, um grande atrevimento, uma critica corajosa às coisas governamentais, que, não se sabendo justa, era acerba e parecia severa. Este gostou, aquele apreciou, e dentro de oito dias ele tinha criado na multidão focos de contágio para o prestigio de sua folha.”

      “E o jornal pegou. Trazia novidade: além de desabrimento de linguagem e um franco ataque aos dominantes, uma afetação de absoluta austeridade e independência”

      “O Rio de Janeiro tinha então poucos jornais, quatro ou cinco, de modo que era fácil ao Governo e aos poderosos comprar-lhes a opinião favorável. Subvencionados, a critica em suas mãos ficava insuficiente e cobarde. Limitavam-se aos atos dos pequenos e fracos subalternos da administração”

      “E O Globo vendeu-se, vendeu-se, vendeu-se…”

      “Ricardo Loberant e Aires d’Avila entraram no gabinete onde estava Leporace. O diretor tirou o chapéu, descansou a bengala num canto, sentou-se ao bureau-ministre e gritou bem alto.

      — “Seu” Leporace, como é que o senhor deixa publicar esta porcaria (apontou o jornal) na primeira página?

      Leporace era o secretário, arrogante como todo jornalista, apesar de ser uma pura criação de Loberant.”

      “Ao chegar à porta que dava para o corredor, voltou e gritou a esmo:

      — O Gregoróvitch já veio?

      A um só tempo quase todos responderam prestamente:

      — Ainda não, senhor doutor.

      —Bem, retrucou o doutor Ricardo. Quando ele chegar, digam-lhe que escreva um artigo sobre o empréstimo da Prefeitura… É preciso não deixar descansar esses tratantes! Lá em cima da minha mesa, acrescentou logo, está o começo do meu e ele que continue…”

      0
      • PapiranteSalg 13/01/2018 at 16:28

        “O diretor vinha com a fisionomia alegre. Floc e Leporace, este mais que aquele, acolheram com as grandes mostras de respeito de sempre a presença do doutor Ricardo Loberant. O desbotado secretario deu-lhe conta das recomendações do dia seguinte. Tinha posto mais uma “brotoeja” contra o prefeito e fizera escrever um solto combatendo o empréstimo da Prefeitura e, se não saira a “porrada” na gente do Paraná, fora porque o vira a conversar com o Xavantes.”

        “— Bem… Foi bom… Mas não me deixe de bater na Prefeitura… É um escândalo! Uma vergonha! Só o Machado vai ganhar mil contos… Embirro com esse Machado… Um tratante que não me cumprimenta… Ainda se fosse outro, vá!”

        “Só o Plínio de Andrade, mais por sistema do que por qualquer outra coisa, continuava a dispensar-me a consideração de igual. Fora ele que me explicara a questão do empréstimo da Prefeitura. Era verdade que o título não era bom; mas a questão não girava só em torno disto. O pomo de discórdia residia na comissão do lançamento do empréstimo, e sendo esta avultada, perto de mil e tantos contos, permitia gordas gorjetas aos jornalistas e políticos. O Governo queria o corretor Machado, mas organizara-se um sindicato no intuito de obtê-lo para o banqueiro Rodrigues. Aires d’Ávila, ocultamente, fazia parte do partido de Rodrigues e o doutor Ricardo, que já de há muito antipatizava com o Machado, foi por ele convencido que devia combater com todas as forças a operação projetada. Raro era o dia em que na folha não saíssem algumas linhas tendentes a contrariar o lançamento do grande empréstimo interno. Todos colaboraram para esse fim. Aires d’Ávila, sempre na estacada, desovava argumentos no seu artigo diário, escrito num estilo de exercício de classe; Gregoróvitch escrevia os soltos, sueltos, curtos, breves, mas fortes, cheios de injúrias, atrevidos; Floc, nas suas esforçadas crônicas literárias ou teatrais, dava alfinetadas; mas quem ia desmoralizando a operação era Losque com as quadrinhas satíricas das “Brotoejas”.

        0
  • Neco 13/01/2018 at 16:21

    Temos que trabalhar com hipótese de Lula não ser eleito, diz ex-presidente do PT…
    https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2018/01/13/temos-que-trabalhar-com-hipotese-de-lula-nao-ser-eleito-diz-ex-presidente-do-pt.htm

    Quem disse que no Pete não tem gente sensata. kkkkkk

    0
  • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 16:30

    Hole shit… esse garnise Trumpinator não passa de um holefobic, aonde já se viu excluir Bananistao dessa lista de “vencedores” ?!!

    Vai não…

    0
  • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 16:33

    Julio
    O problema é manter a estrutura sem dinheiro de leitores e assinantes. A “grande mídia” brasileira sobreviveu na era PT graças aos patrocínios governamental…

    PO, a mídia sempre viveu de apoiar o ladrao de plantão… pesquisem Diários Associados e Chautebrian e também o HelioFernandes e a Tribuca Carioca ou coisa parecida….

    Nos PeTecas foi maior$$$??? Claro que sim, tinha muito mais dindin na parada ne…

    0
    • Julio 13/01/2018 at 18:26

      Sim, mas o problema é que agora o número de leitores/ouvintes/telespectadores está rareando.

      De que adiante colocar 10 páginas de anúncios do BB na revista, se poucos leem e levam a sério?

      Os políticos estão investindo cada vez mais nas mídias sociais, criando perfis fakes, na ânsia de fazer nóticias favoráveis, mas com poucos resultados. De outro lado, tentam regular a internet, cujo êxito seja pouco provável.

      0
      • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 18:28

        Ai concordo …. não tava falando do tipo de mídia, mas de como SEMPRE atuaram compradas pelo Sistema… abs

        0
  • Manco 13/01/2018 at 16:47

    Pessoal que está no Hawaii recebeu sms que um míssil balístico está a caminho agora a pouco, só um teste ou o gordinho aprontou?

    0
  • Axio 13/01/2018 at 18:08

    @Dólar

    Quem está a pensar em colocar uns paus num fundo cambial sugiro considerar realizar hedge com contrato de mini dólar futuro (WDO).

    Digamos que fosse aportar 10k USD (i.e. 32k BRL) em um Fundo cambial com tx.adm. de 0,85%, por 9 meses.
    Alternativamente poderias comprar um contrato WDO, o valor alavancado seria os mesmos 10k USD (32k BRL); a variação máxima diária permitida é de 6% logo teria que deixar em CC ~2k BRL; a garantia exigida pelo contrato pode ser feita com uma aplicação do TD (ou outra aplicação de renda fixa que tenha lastro) e deve cobrir 30% do valor alavancado (~9,6k BRL). Como consequência o contrato WDO deixaria ~30k BRL (valor alavancado 32K BRL menos valor para cobrir as variações diárias ~2k BRL) livres para aplicar em renda fixa (rendendo digamos ~4% juros reais). O custo mensal por contrato é de cerca de 30,00 BRL (contratos com vencimentos longos não podem ser feitos via homebroke da XP só via balcão, não sei como é noutras corretoras). O IR é de 15% sobre lucro líquido descontando as taxas operacionais (IR de 20% caso daytrade).
    Como vantagens adicionais do WDO temos a possibilidade de usar ordens de start para comprar ou vender o contrato aliado ao IR fixo. As desvantagens: o pagamento do IR é feito via Darf e o balanço das notas de corretagens é diário.
    Outras desvantagens dos fundos cambiais: quanto mais cedo resgatar maior será o IR, quanto mais tarde resgatar maior será a tx. adm. (subtraída diariamente das cotas), finalmente muitos fundos não aportam 100% em ativos atrelados a USD.

    Uma rápida comparação:
    – Cotação inicial 3,2; duração 9 meses (fundo: IR do 20%, tx.adm. de 0,85%; WDO + Renda fixa de 0,57% a.m.)

    – Cotação final 3,5: Fundo 6% (0,76% a.m.) x WDO 11,95% (1,33% a.m.)

    – Cotação final 3,5: Fundo 11,83% (1,31% a.m.) x WDO 17,26% (1,92% a.m.)

    – Cotação final 4: Fundo 19,33% (2,15% a.m.) x WDO 25,23% (2,8% a.m.)

    – Cotação final 2,7: Fundo -13,18% (-1,46% a.m.) x WDO -9,30% (-1,03% a.m.)

    Sugiro alocar valores que no caso da pior queda consumam no máximo 10% da sua carteira total. Caso isso ocorra o resto da sua carteira em BRL valorizara relativamente ao USD.

    0
    • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 18:26

      Esse BoB não é um luxo…. escreve, desenha e colore tuttto!!

      Além de dar o caminho das pedras, diz quanto vai ganhar ao final da negociação!!!! Valeu Bolhardario, abs

      0
  • 8º Passageiro 13/01/2018 at 18:17

    Sherazade esquerdou é isso?

    0
    • Julio 13/01/2018 at 18:27

      Isso. Há teorias rodando por aí.

      0
      • 8º Passageiro 13/01/2018 at 18:28

        Por essas e outras Julio, não confio em artista.

        0
        • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 18:30

          Vejo os xooovens se fiando muito em arauto, blogueiros, youtubers e formadores de opinião !!! Pütz, esses caras todos estão tra-ba-lhan-do meus caros!!!

          Errem por conta própria, da menAs dor de corno (aquele, hidden)

          0
          • 8º Passageiro 13/01/2018 at 18:32

            Por aí mesmo.

            0
            • 8º Passageiro 13/01/2018 at 18:40

              E vou falar mais, sei que vou desagradar a muitos, mas…

              Toda unanimidade é burra.

              Acho o Senor Abravanel, vulgo SS, não a dos alemães, mas sim o da anhanguera, um tremendo de um filho da puta que sempre está a favor da maré, ou surfando a onda das conveniências, enfim, lhe deram 1 bilhão pelo panamericano e ele lambeu a buça da anta e o saco do pinguço.

              Ia meter o pé na chérazade, até que, enfim, ela esquerdeia.

              Antes filo duma égua ele, agora ela.

              São como as ondas, oras vão, ora vem.

              0
              • bolha buritis 13/01/2018 at 18:48

                vídeo abaixo fala um pouco disso

                0
              • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 18:53

                Pütz, o cara começou como camelo na praça Maua e chegou aonde chegou… querem Ainda que ele seja ético vendendo notícias?!?! Ajuda ai PO!!!

                0
  • bolha buritis 13/01/2018 at 18:35

    TÓPICO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Deu a louca na RACHEL SHEHERAZADE!!

    Boa noite BOBistas

    0
    • 8º Passageiro 13/01/2018 at 18:45

      Outra coisinha.

      O namorido da chérzade é tabelião em angra né?

      Hum.

      A casa do bolso que a foice sp foi atrás fica em angra né?

      Hum.

      Agora a chérazade sai com essa e esquerdeia?

      Hum.

      Sei, foice sp e família chérazade parece que tem tudo a ver.

      0
      • bolha buritis 13/01/2018 at 18:49

        Ela vai arder. Escolheu o lado sujo.

        Deus é justo.

        0
        • Julio 13/01/2018 at 19:02

          Já ardeu. A maioria de seus seguidores debandará, mas a esquerda não irá para seu lado.

          0
          • Manco 13/01/2018 at 19:15

            Ela foi uma das maiores decepções, nunca pensei de uma guinada tão forte a esquerda assim, não descarto que ela esteja sendo chantageada, alguma sacanagem que ela fez e foi filmada, fez programas no passado, ameaças à família.

            0
  • bolha buritis 13/01/2018 at 18:59

    Não sei se já postaram

    Amanda Klein e Boris Casoy entrevistam Bolsonaro na Redetv.

    0
  • 8º Passageiro 13/01/2018 at 19:03

    E posso falar outra?

    Sei que também posso desagradar a muitos, mas…

    Não se enganem se o gentili já já sair do armário e carregar uma camisa do che e uma foice pela rua.

    Essa galera já se deu conta que a onda agora sopra pra direita e vão tentar $urfá-la a qualquer custo.

    Maldito o homem que confia no homem.

    Raposas vestidas de cordeiros.

    0
    • bolha buritis 13/01/2018 at 19:19

      Depois da Xerazêdo, não confio mais em ninguém.

      0
      • Barnabezinho 14/01/2018 at 01:52

        confio absolutamente até que me seja demonstrada a falsidade. Confiar em ninguém é apenas relativismo.

        0
  • Julio 13/01/2018 at 19:03

    Hit do Carnaval 2018

    0
    • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 19:25

      João Roberto Kelly, a lenda das marchinhas!!!

      Uma? Olha a cabeleira do Zeze será que ele é???

      E um milhão mais… um craque !!!

      0
  • Saporetti 13/01/2018 at 19:06

    HELP – Voces acham que serei tributado no BR se comprar uns 8 dólares de suplemento ??? da mais ou menos 25 reais total compra (loja virtual gringa).

    0
    • Manco 13/01/2018 at 19:11

      Depende, pode ser que sim ou não, não tem como ter certeza, aí vai os meus achômetros:
      – sites famosos como o bodybuilding.com, iherb, já estão fichados, além da taxação, corre o risco de sumir, porque o fiscal também gosta de suplementos.
      – transportes como o DHL, FedEx, são mais visados para taxação também, prefira os USPS.

      Isso não quer dizer que eu não consegui trazer coisas sem taxação nas condições acima, opção a isso, E-bay, ainda é onde eu tenho histórico de sucesso sem taxação, fora que receber estorno se der problema é muito mais fácil também.

      0
      • Saporetti 13/01/2018 at 19:18

        ja pagando a taxacao, nao compensa, dobra de valor…vou tentar comprar pelo eBay pra fugir do fiscal…vai q ele curte suplementos kkkk obrigado pelas dicas.

        0
      • Bruno L 13/01/2018 at 21:35

        Fedex vc paga imposto e ainda tem que apresentar receita médica para retirar (sim, a Anvisa exige. E no caso da Fedex fazem tudo certinho, conforme a legislação. Uma vez eu comprei whey pelo bodybuilding e trouxe pela fedex para vir mais rápido. Tive que correr atrás de receita médica. E olha que eu liguei na Anvisa pra falar pq um suplemento vendido livremente no Brasil eu precisava apresentar receita. Resposta: “Pq se vc toma e passa mal, no br nós temos que responsabilizar. Vindo de fora, não.”).
        Depois só DHL pelos Correios e sem opção de rastreamento. Alguns tributam, outros não, mas sempre chegou.

        0
  • Pé Vermelho 13/01/2018 at 19:19

    Estão trabalhando nas massas de manobra para o futuro,
    a direita por mais que alcance também precisa ficar atenta a esses movimentos

    https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2018/01/13/projeto-busca-nova-geracao-de-politicos-em-favelas-do-rio.htm

    0
    • Mineirausfall 13/01/2018 at 21:19

      Ihhh… Fui dar uma xeretada na página desse treco aí, e ó… F*#% Foundation na jogada.

      Legal, né? #SQN Metacapitalistas sempre presentes.

      WTF://agenciarj.org

      0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 22:03

        Mais uma… L&#@%% declarando apoio ao H%*#.

        Isso não vai prestar…

        VSF://veja.abril.com.br/blog/radar/homem-mais-rico-do-brasil-lemann-apoia-candidatura-de-huck/

        0
  • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 19:23

    Taí a tempestade que, dizem, transou com o garnise trumpinator !!

    Se pagaram $130,000doletas pra comprar o silencio Dela…. huuum, melhor teria sido dar mais umas ne = http://www.jb.com.br/internacional/noticias/2018/01/13/advogado-de-trump-comprou-silencio-de-atriz-porno-diz-jornal/

    0
  • Axio 13/01/2018 at 19:37

    7://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2018/01/13/sete-delatores-vao-depor-a-moro-sobre-sitio-de-atibaia.htm

    0
    • Mineirausfall 13/01/2018 at 21:43

      OPA!!! Alguém me chamou? 😀

      0
  • Floyd 13/01/2018 at 19:55

    https://www.youtube.com/watch?v=JSUpOElVS5g
    Camilla Uckers tem silicone REJEITADO e o PIOR ACONTECE com a Youtuber

    Caramba!!

    0
  • Axio 13/01/2018 at 20:29

    As we’ve written about at length in our recent report The Great Retirement Con, the average American worker is woefully unprepared to afford his/her retirement:
    http://cdn.gobankingrates.com/wp-content/uploads/2016/03/age.jpg

    And for those counting on a pension, odds aren’t bad it may get reduced/eliminated during a future economic crisis.

    California Governor Jerry Brown said legal rulings may clear the way for making cuts to public pension benefits, which would go against long-standing assumptions and potentially provide financial relief to the state and its local governments.

    Brown said he has a “hunch” the courts would “modify” the so-called California rule, which holds that benefits promised to public employees can’t be rolled back.

    “There is more flexibility than there is currently assumed by those who discuss the California rule,” Brown said during a briefing on the budget in Sacramento. He said that in the next recession, the governor “will have the option of considering pension cutbacks for the first time.”

    That would be a major shift in California, where municipal officials have long believed they couldn’t adjust the benefits even as they struggle to cover the cost. They have raised taxes and dipped into reserves to meet rising contributions. The California Public Employees’ Retirement System, the nation’s largest public pension, has about 68 percent of assets needed to cover its liabilities.

    Across the country, states and local governments have about $1.7 trillion less than what they need to cover retirement benefits — the result of investment losses, the failure by governments to make adequate contributions and perks granted in boom times.

    “In the next downturn, when things look pretty dire, that would be one of the items on the chopping block,” Brown said.”

    And this is in California, one of the most pro-worker/pro-entitlement states in the Union. If California is already sending out warnings like this, you can be sure that the other 49 states are thinking of making (at least) equally-harsh cuts when the next recession hits.

    ‘https://www.zerohedge.com/news/2018-01-13/drowning-money-river

    0
    • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 23:07

      O povo dos States vive inundado em crédito … e em dívidas, em especial a famosa hipoteca !!!

      E trabalham até os 70/75 pra depois fazer aquela dream life trip !!! mas a dívida continua os caras devem muiiito

      0
      • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 23:08

        E claro, o sistemas de Previdência tão quebrados ….

        0
  • Knight-Doc 13/01/2018 at 20:48

    Senta que o Leão é Manso 😀

    0
  • trouxa bananense 13/01/2018 at 20:58

    8º Passageiro 13/01/2018 at 19:03
    E posso falar outra?

    Sei que também posso desagradar a muitos, mas…

    Não se enganem se o gentili já já sair do armário e carregar uma camisa do che e uma foice pela rua.

    Essa galera já se deu conta que a onda agora sopra pra direita e vão tentar $urfá-la a qualquer custo.

    Maldito o homem que confia no homem.

    Raposas vestidas de cordeiros.

    ———————————

    Antes de responder….não é melhor aproveitar a onda do que ser contra ela????

    SIM…o Gentilli fez seu filme, que foi feito e distribuído pelo establishment…logo…é do metier…..ah…teve lei Rouanet no filme …ok???

    0
    • AL 13/01/2018 at 21:19

      Gentilli é só mais aproveitador e já falou, por diversas vezes, que não é de direita, que pra cada caso tem um opinião.

      Então, qdo o caso o favorecer, ele soca um pinto no rabo, põe a camisa do tchê e vai pra praça.

      0
      • trouxa bananense 13/01/2018 at 21:24

        Certeza.

        0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 21:32

        Uai? Há algum(a) integrante da grande mídia que não seja esquerdinha (declarado ou enrustido)?

        0
      • 8º Passageiro 13/01/2018 at 21:37

        AL
        Gentilli é só mais aproveitador e já falou, por diversas vezes, que não é de direita, que pra cada caso tem um opinião.
        Então, qdo o caso o favorecer, ele soca um pinto no rabo, põe a camisa do tchê e vai pra praça.

        Exatamente isso!

        Temos que separar o joio do trigo, sempre.

        Junto com a onda de direita e a nova consciência sendo despertada em muitos de nós, aparecerão os “surfistas” tentando tirar proveito da situação.

        Acautelai-vos, pois eles só querem $urfar.

        Chêrazêdo que o diga.

        0
  • Knight-Doc 13/01/2018 at 21:00

    Começando 2018 com o pé direito: o novo filme sobre Winston Churchill
    Bruno Garschagen

    0
  • Mineirausfall 13/01/2018 at 21:15

    check-in

    0
    • bolha buritis 13/01/2018 at 21:24

      Checado !

      0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 21:24

        Yeah!

        0
      • trouxa bananense 13/01/2018 at 21:24

        Nem vou perguntar como foi a checagem…rs

        0
        • bolha buritis 13/01/2018 at 21:25

          ARDA na curiosidade.

          0
        • Mineirausfall 13/01/2018 at 21:31

          Aham… Muito engraçadinho…

          0
  • Manco 13/01/2018 at 21:21

    China quer dominar o mundo até 2050.

    0
    • Balduíno IV 13/01/2018 at 21:48

      Se depender dos líderes ocidentes e seus apoiadores bundões, vai mesmo. Mas tento ver o lado bom, pois os cabeças de pano tem o mesmo objetivo, e quando os interesses de ambos entrarem em conflito, um deles será varrido do mapa.

      0
  • bolha buritis 13/01/2018 at 21:27

    Estou assistindo O dia de amanhã. Os FDP culpam o frio intenso ao aquecimento global

    0
    • Manco 13/01/2018 at 21:31

      Quer ver um filme todo esquerdozo, assiste o Geostorm.

      0
      • bolha buritis 13/01/2018 at 21:32

        É ruim ? Não conheço.

        0
        • Manco 13/01/2018 at 21:33

          É novo, eu não gostei.

          0
        • bolha buritis 13/01/2018 at 21:33

          Estou vendo esse

          0
      • Balduíno IV 13/01/2018 at 21:37

        Nossa, pense numa werda.
        Os caras pegaram a ideia de Interstellar, misturaram com O dia depois do amanhã+Impacto profundo e saiu esta porcaria. Os traillers já deixaram claro a qualidade do filme, resolvi da uma chance assim mesmo, e minha expectativas foram atendidas. Uma WERDA

        0
        • bolha buritis 13/01/2018 at 21:40

          Bom saber

          0
  • Knight-Doc 13/01/2018 at 21:27

    O destino de uma nação

    0
  • Mineirausfall 13/01/2018 at 21:55

    OFF

    Gostaria de saber o que esse sujeito está tomando, para soltar essa “pérola”.

    HUE://exame.abril.com.br/economia/meirelles-estima-criacao-de-25-milhoes-de-empregos/

    0
    • bolha buritis 13/01/2018 at 21:58

      Mulla 2 ?

      0
    • trouxa bananense 13/01/2018 at 21:59

      Drogas bastante pesadas, eu acredito.

      0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 22:17

        Pois é. Não há dados de realidade que deem suporte às expectativas de crescimento da economia e de emprego em 2018.

        -https://www.conquistafm.com.br/noticia/mais-de60-das-familias-brasileiras-estao-endividadas

        -http://www.otempo.com.br/mobile/opinião/paulo-r-haddad/crescimento-sem-ilusões-a-economia-brasileira-em-2018-1.1557923?amp

        0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 22:07

        O.O

        Que horror. De certa forma, é mais ou menos o que os políticos fazem com o povo.

        0
    • Balduíno IV 13/01/2018 at 22:08

      Na verdade ele não está tomando, e sim oferecendo, quem toma automaticamente entra na fantasia de país maravilhoso pintado por ele. É um traficante de ilusões esse velho fdp.

      0
    • AL 13/01/2018 at 22:08

      É a pura colombiana, 100%.

      Só pode!!!

      0
      • AL 13/01/2018 at 22:10

        Quem já lideou com esses merdas, principalmente o povo da GV, sabe, esses putos vira e mexe entram cheirados em grandes reuniões, negociações e entrevistas.

        0
        • Mineirausfall 13/01/2018 at 22:24

          Surpreendente. O.O

          Agora, já dá para entender porque eles falam e fazem tanta BOSHTA.

          0
          • Manco 13/01/2018 at 22:27

            Viram o caso do sobrinho da Isadora Ribeiro? O moleque foi curtir o reveillón numa rave na Bahia, surtou e desapareceu, a última foto era ele brisando com uma bíblia na mão.

            0
    • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 23:12

      Só esse ano foram criados 1milhao de empregos, a maioria acho sem carteira!! E Bananistao cresceu 1% se muito, então se crescer 3% em 2018 pode ser… Tutto informal

      0
  • 8º Passageiro 13/01/2018 at 22:22

    E vocês vejam que essa situação do desemprego não melhora significativamente.

    O mastodonte não deixa.

    Está muito pesado em nossos cangotes, não dá chance do país, digo, povoado progredir.

    0
    • Manco 13/01/2018 at 22:26

      Melhora sim, é só dar as ordens para os fiscais, os policiais, que ninguém interfira no negócio dos ambulantes, em qualquer lugar, logo eles recuperam mais uns milhares de empregos.

      0
  • bolha buritis 13/01/2018 at 22:30

    ⚫ Alexandre FROTA DETONA Raquel Sheherazade!

    https://www.youtube.com/watch?v=8jEx2w0quX4

    0
    • Manco 13/01/2018 at 22:31

      Não tem chance de ela estar sendo chantageada? Está muito estranho essa virada repentina dela.

      0
      • Balduíno IV 13/01/2018 at 22:35

        Se for o caso, seria o próprio SS, já até escreveu uma carta de punho próprio ditando normas para os jornalistas, mas vai saber.

        0
      • bolha buritis 13/01/2018 at 22:36

        Ela mudou depois da reunião do SS com vampiro vlad, conforme esse vídeo. De qualquer forma deveria ter caráter.

        0
        • Manco 13/01/2018 at 22:37

          O Allan Santos falou que tem uma carta na manga sobre esse caso.

          0
          • bolha buritis 13/01/2018 at 22:40

            Hmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

            Ele não deu pista?

            0
      • Mineirausfall 13/01/2018 at 22:38

        Possível. A criatura já tinha levado uma patada do S!%#!* [email protected]#%*$.

        Interessante ter sido levantada a questão do tabelião de Angra.

        0
      • Mephistopheles 14/01/2018 at 01:10

        Não, ela só não confia que o Bolsonaro seja a favor de estado mínimo.

        0
  • bolhadetz 13/01/2018 at 22:38

    Pequeno CVR:
    Acabei de entrar em casa depois de caminhar umas quadras para buscar carteira/celular que esqueci na casa de minha irmã. A noite estava bonita para caminhar e lembrei que é uma coisa que gosto bastante de fazer. Vi pessoas trabalhando comendo, se divertindo e pensei no direito de se ter segurança. Isso é que teria que ser o normal.
    Ao mesmo tempo na ida passei em frente a um boteco (o tal Natalício) e estava rolando uma música ao vivo. Tocavam “sweet child o mine” no pandeiro e no violão (estava bom o som). Na volta me surpreendi de novo, pois a banda de pagode entoava o canto alegretense. Senti que ainda as brasas quase esquecidas da tradição, do direito e de tudo aquilo que é correto ainda vivesse. Foi só um simbolismo eu sei, mas ainda creio que o meu estado tem uma centelha de vida.
    E lhes digo: Por tudo aquilo que é correto, direito e certo, ainda tem gente boa aqui nesta terra. Não é bairrismo barato, mas sim ver a parte boa da tradição que ensina a ser correto, valorizar o esforço, o mérito e a honra.
    Ainda tenho vontade de ir para o interior, mas pela primeira vez vi que em Porto alegre as redes de comunicação não conseguiram e não conseguirão apagar todos os valores e costumes ancestrais com suas pautas de funks, diversidades e outras esquerdices que só nos dividem como povo em vez de nos unir.
    Precisamos da verdadeira direita nos próximos anos, para agitar essa pequena brasa e fazer com que venha o fogo da glória e da justiça a esses estado e esse país.

    0
  • MrCitan 13/01/2018 at 22:46

    Boa noite a todos.
    Mini CRV noturno.

    Aproveitando a noite agradável, e fazer um passeio a pé, pra tomar um café e ainda comprar algumas coisas faltantes do mercado.
    – Na padaria, a Veja desta semana falando de Fake News, e dizendo que os seguidores do Bolsonaro é que são responsáveis pela maioria de notícias favoráveis a ele.
    – Próximo a um ponto de ônibus, na parede de uma loja de tintas com uma placa que suplicava aos pichadores para não sujarem a parede, uns 20 cartazes colados, convocando o pessoal a ir para Porto Alegre defender o Lula, e derrotar a Direita.

    https://i0.wp.com/www.causaoperaria.org.br/wp-content/uploads/2018/01/conheca-e-divulgue-materiais-da-campanha-pela-ocupacao-de-porto-alegre-em-defesa-de-lula-dia-24-2.jpg

    – Na volta pra casa, bares e botecos vazios, e para minha surpresa, um deles tocava um rock de uma certa banda californiana.

    0
  • bolhadetz 13/01/2018 at 22:47

    Boa noite a todos. E não vamos desistir de brigar nunca. Bolso 2018!

    0
  • Mineirausfall 13/01/2018 at 22:56

    Uééé??? Até o pasquim paulistano dizendo que o ato em favor do L%#@ tinha só alguns gatos pingados…

    Esse aí, já era…

    BOSHTA://m.folha.uol.com.br/amp/poder/2018/01/1950318-em-ato-esvaziado-em-porto-alegre-gleisi-reafirma-que-lula-sera-candidato.shtml

    0
  • Mineirausfall 13/01/2018 at 23:20
  • Hidden (aquele) 13/01/2018 at 23:27

    Essa Narizinho é a coisa mais patética do mundo bolivariano PeTeca…. risível criatura = http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/a-protagonista/2018/01/13/gleisi-se-confunde-e-ve-apoio-lula-ate-em-homenagem-torcedor-de-futebol-italiano/

    0
  • Floyd 13/01/2018 at 23:36

    Ando vendo a esquerda silenciosa apoiando e acompanhando o Ciro Gomes, será que ele ganha os votos de protesto dos liberteens?

    0
    • trouxa bananense 13/01/2018 at 23:42

      Certeza

      0
      • Floyd 13/01/2018 at 23:50

        Março vai rolar um evento sobre livre mercado, irei ficar atento a esse Movimento, uma vez OC disse que Ciro seria um candidato ideal para a direita, ando vendo a possibilidade de se traçar uma identidade dele com a Direita, tornando-se um forte concorrente.
        Livres tentará consolidar as suas lideranças, provavelmente seus apoiadores serão opositores mais ferrenhos que a própria esquerda contra o Bolsonaro.

        0
        • Pé Vermelho 13/01/2018 at 23:53

          Ciro pode ser um Cavalo de Tróia que vem com casca de “livres”
          Ou cometer um haraquiri eleitoral por ser linguarudo e queimar a largada como sempre faz

          0
    • MrCitan 13/01/2018 at 23:52

      Cara, pelo menos no Facebook, o Ciro Gomes consegue ser mais impopular que o João Amoedo, do NOVO.

      0
      • Floyd 14/01/2018 at 00:01

        Ano passado quando andava de Uber direto, a maioria falava que votaria no Bolsonaro.
        Atualmente, meu irmão anda direto e os mesmos falam abertamente sobre João Amoedo.
        Dentre os universitários é Ciro na cabeça, a parte louca é que ninguém está se manifestando abertamente, se for para acreditar em quem se manifesta, o Mito levará em 1 turno.
        É acompanhar para ver como a coisa se consolida.

        0
        • Barnabezinho 14/01/2018 at 00:04

          cirão da massa nunca passa de 10%, amoedo é só isso, nome que gente viu no facebook.

          0
          • Floyd 14/01/2018 at 00:12

            Petista de carteirinha vota com o partido penso em uma margem maior quando o pt ordenar a manada ir. Deve ficar com uns 15% no mínimo, talvez segundo turno com o Mito.

            0
          • MrCitan 14/01/2018 at 01:51

            Sim, curtidas no Facebook não são dados de intenção de voto.
            Mas é engraçado ver que o Cirão impressora não tá com esta bola toda…

            0
  • Pé Vermelho 13/01/2018 at 23:50

    A bomba atômica do Brasil – e outros cinco segredos que o governo tentou esconder

    A bomba atômica dos militares
    Ditadura pode ter matado JK, Jango e Lacerda
    Brasil, o vilão da Guerra do Paraguai
    Rui Barbosa “apagou” a escravidão
    Roubamos o Acre
    Vargas criou campos de concentração

    Tenho curiosidade sobre a Bomba Atomica, até que ponto chegamos perto, se temos condiçoes de fazer ainda, quem nos ajudou.

    http://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/a-bomba-atomica-do-brasil-e-outros-cinco-segredos-que-o-governo-tentou-esconder.phtml#.Wlq0S9QrK8q

    0
    • Hidden (aquele) 14/01/2018 at 00:13

      Assunto fértil….

      Se tiver interesse leia esse ótimo material sobre a extração de areia monazitica e material radioativo nas praias do ÉS = http://especiais.gazetaonline.com.br/bomba/

      0
      • Hidden (aquele) 14/01/2018 at 00:15

        Aliás, o Éneas na campanha pra Presidência falou muito sobre as jazidas de nióbio e terras raras de Bananistao!!!

        0
        • Hidden (aquele) 14/01/2018 at 00:19

          Com a popularização da energia elétrica, a partir de 1920, a exportação da monazita sofreu uma queda, até que as pesquisas sobre energia atômica se intensificaram no período da Segunda Guerra Mundial e na Guerra Fria. A monazita foi, então, recolocada em evidência por conter tório, elemento radioativo do qual é possível fabricar o urânio-233.

          0
        • BananenseNãoPraticante 14/01/2018 at 00:19

          Ainda não era o momento de termos um gênio no comando, mas ele deixou sementes.

          0
    • AL 14/01/2018 at 03:16

      Qto lixo esquerdista!

      Pelo amor, nem repliquem isso, não dêem ibope.

      0
  • trouxa bananense 13/01/2018 at 23:56

    Sophie Ellis-Bextor – Me And My Imagination

    0
  • Floyd 14/01/2018 at 00:05

    Vou fumar um toscanino e tomar uma cerveja. O.o
    Boa noite.

    0
  • BananenseNãoPraticante 14/01/2018 at 00:17

    Voltei agora do restaurante que fui pra fazer uma média com a patroa. O diferente da noite foi que a mesa ao lado começou a pegar fogo!

    Os garçons numa primeira tentativa pra apagar começaram a soprar como se fosse vela de aniversário, só que as labaredas só aumentaram.

    Então arrancaram o forro da mesa e apagaram as chamas com tapas e pisões. Um “preparo” invejável pra lidar com a situação.

    Assim que notei o que estava acontecendo já me levantei e fiquei perto da saída, mas o que mais me chamou atenção foram os bananenses da mesa em chamas continuarem sentados!

    O povo está muito tapado! Não tem mais noção do perigo e nem do mínimo de auto-proteção. Talvez por tomarem tanta tarja preta, drogas ou alienação total mesmo.

    Sei lá, muito estranho.

    Pelo menos eu já tinha comido e estava esperando a conta.

    0
    • Hidden (aquele) 14/01/2018 at 00:22

      Foi aquela sobremesa da banana flambada no conhaque e Cointreau?!?! Já vi colocarem fogo numa cortina de restaurante com saphorrai…. Ainda bem que o maître tava esperto e apagou logo com o guardanapo!!! Hehheehe

      0
  • trouxa bananense 14/01/2018 at 00:19

    Sophie Ellis bextor Murder On The Dance Floor

    0
  • Fênix 14/01/2018 at 01:21

    Boca Mole sendo escrachado em Portugal (?)

    XINGANDO GILMAR MENDES

    Brasileiras falam o que todos nós temos vontade de falar para Gilmar Mendes! 👏👏👏👏💪💪 ASSISTA!

    Publiée par O Jacaré de tanga sur Samedi 13 janvier 2018

    Não devem ter paz jamais esses fdps….

    0
  • Mari 14/01/2018 at 02:04

    Bom domingo a todos!

    John Coltrane, Stan Getz, Oscar Peterson, – Hackensack

    0
    • trouxa bananense 14/01/2018 at 02:07

      Salve salve!!!!!!!!!

      0
  • trouxa bananense 14/01/2018 at 02:08

    Ana Carolina – Eu Que Não Sei Quase Nada do Mar

    0
  • trouxa bananense 14/01/2018 at 02:17

    Mephistopheles 14/01/2018 at 01:10
    Não, ela só não confia que o Bolsonaro seja a favor de estado mínimo

    E nem é pra ser nesse momento…..quem souber ser ” ” coroné” ” e tocar essa bosta numa boa vira imperador, czar dessa merda toda.

    0
  • trouxa bananense 14/01/2018 at 02:40

    Eagle-Eye Cherry – Falling in Love Again

    0
  • Neco 14/01/2018 at 08:04

    Bom dia .

    E segue a chuva.

    0
    • Mineirausfall 14/01/2018 at 09:05

      Bem que essa chuva podia vir para um certo quadrado no meio do Banaling…

      0
  • Escreva seu Comentário (Ir para o início)