Boa tarde a todos. Muito obrigado ao André Khan e aos demais organizadores desse evento; obrigado ao Jair Bolsonaro e ao Jeffrey Nyquist por estarem presentes, e por fazer essa gentileza. Sobretudo, parabéns aos organizadores por não terem permitido a entrada de repórteres, porque a imprensa brasileira se transformou em um grupo de organizações criminosas, dedicadas especialmente à calúnia e à difamação.

O mais curioso é que alguns tentam atingir o candidato Jair Bolsonaro através da minha pessoa, porque acham (sei lá de onde tiraram a idéia) que sou o ideólogo da campanha dele, a qual desconheço por completo (não tenho a menor idéia do seu programa político). Já declarei pessoalmente que irei votar nele, e isto por dois motivos apenas: primeiro, ele é um dos poucos (se houver outros) políticos honestos no Brasil, já que ser ladrão na política brasileira (no Parlamento, nos ministérios) se tornou uma obrigação moral – coisa que o Jair Bolsonaro tem descumprido vergonhosamente; em segundo lugar, porque ele é a única candidatura nacional. Eu até tenho uma certa apreciação pessoal pelos outros dois candidatos, Ciro Gomes e João Dória.

Acontece que este repete, igualzinho, o discurso multicultural do poder globalista, e aquele já mostrou, já confessou, já admitiu publicamente estar vinculado ao Partido Comunista Chinês. Então, acabou: só há três candidatos, sendo dois “importados” – e, portanto, vou votar no candidato nacional. E isto é tudo o que sei do Bolsonaro – e é mais do que o suficiente para votar nele, não sendo preciso nem admitir como hipótese o votar nos outros dois.

Eu vou fazer a conferência em português, já que a maioria presente é de brasileiros. Mas farei algumas interrupções para que o nosso amigo Alessandro Costa traduza para o inglês, em favor do Jeffrey Nyquist.

O que irei dizer aqui não é novidade para a maior parte dos meus alunos. Em 1989, na Casa do Estudante do Brasil (uma organização carioca), fiz uma conferência, sob o título O Fim do Ciclo Nacionalista, na qual eu enfatizava que o traço predominante e mais constante da cultura brasileira era a busca da identidade nacional. Isto começa no tempo do Romantismo, no começo do século XIX, com aquilo que os autores de então chamavam de “busca da cor local”. Em 1870, um grande romancista brasileiro – o maior deles -, Machado de Assis, já assinalava a onipresença desse fenômeno no ensaio que publicou, intitulado O Instinto da Nacionalidade. Mais tarde, no ano de 1922, houve a chamada Semana de Arte Moderna, que foi uma revolução modernista no Brasil, mas de um modernismo marcado exclusivamente pela ênfase nacionalista, pelo abandono das ligações com a literatura portuguesa, pela afirmação do material folclórico e etnográfico nacional.

Nos anos 1930, houve mais um surto nacionalista, com o chamado Modernismo do Nordeste, com José Lins do Rego, Graciliano Ramos, entre outros. A maior parte dos grandes intelectuais brasileiros (como Joaquim Nabuco, Gilberto Freyre, Raymundo Faoro, dentre outros) teve, no problema da identidade nacional, o foco de todos os seus estudos, de toda a sua visão do mundo. Até um certo desprezo pela temática não nacional marcou a literatura e o pensamento brasileiros, ao ponto de romancistas que escreviam histórias que se passavam em outros países serem muito criticados por isto, como aconteceu com o grande romancista José Geraldo Vieira. Para que se possa entender a estranheza desse fenômeno, basta imaginar os americanos criticarem Ernest Hemingway por escrever histórias que se passavam na França, na Espanha, ou em Cuba; ou os ingleses criticarem Joseph Conrad porque suas histórias se passavam na África, na China, ou em outro lugar qualquer. Esta ênfase nacionalista brasileira chegou a ser caricaturada num romance de Lima Barreto, Triste Fim de Policarpo Quaresma:

Policarpo era um entusiasta da nacionalidade a ponto de achar que deveria ser abandonada a língua portuguesa para se falar o tupi-guarani, a língua dos índios.

Toda esta ênfase nacionalista da cultura brasileira se traduz também na política, como a constante busca da afirmação e da independência nacionais. E o grande problema do Brasil é que ele desperta para o cenário internacional, e começa a ter alguma importância ali, precisamente na época em que as identidades nacionais estavam em refluxo. Já nesta época, nos anos 1980, havia regiões inteiras do Brasil que estavam sob ocupação de ONGs internacionais, em terras onde o ingresso de brasileiros era proibido. Logo, estávamos praticamente sob ocupação internacional, e não havia, de fato, na sociedade, uma reação suficiente contra isto.

Este é, então, o problema principal, para o qual desejaria chamar a atenção, especialmente do candidato Bolsonaro. Isto porque, no caso de ser eleito presidente (o que acredito que acontecerá), ele enfrentará, sendo um candidato nacionalista, um patriota voltado à defesa dos interesses nacionais, resistências medonhas do mundo inteiro. Por isto mesmo o encontro dele com o Jeffrey Nyquist é algo que deve ser celebrado, porque o Jeffrey é uma das pessoas que mais conhece este esquema globalista e a sua intervenção contra as soberanias nacionais.
A existência e o poder crescente do esquema globalista, voltado à destruição das soberanias nacionais, é um fato reconhecido pelos estudiosos das mais diversas orientações filosóficas e ideológicas que se possa imaginar. No meu debate com o professor Aleksandr Dugin (conselheiro de Vladimir Putin), nós dois estávamos de acordo quanto à existência, às dimensões e ao poder deste esquema internacional, e só divergimos na interpretação pessoal quanto ao esquema em si. O meu livro O Jardim das Aflições é, em parte, um estudo sobre a evolução da idéia de império no mundo, notando que a concepção de império vai se tornando cada vez mais vasta e mais abrangente. Pelas dimensões de hoje, o Império Romano é um território relativamente pequeno e limitado. Não deixa também de ser uma satisfação ver que um autor notoriamente comunista, como Antonio Negri, descreve o fenômeno atual do império global em termos bem parecidos com os meus. Em suma: o único lugar em que se nega a existência do esquema global de poder é a mídia brasileira. É evidente que o grau de incultura e de ignorância necessário para isto transcende as dimensões do próprio globo terrestre.

No debate com o professor Dugin, eu tentei explicar que não havia somente um poder global (negando, assim, a idéia dos “donos do mundo”), mas sim três esquemas globalistas abrangentes em disputa, que ora se combatiam, ora colaboravam uns com os outros. O primeiro e mais antigo é evidentemente o esquema islâmico, cuja existência remonta há mais de um milênio, com o sonho do Califado universal. O segundo é o esquema comunista russo-chinês, cuja formulação remonta às primeiras décadas do século XX; este esquema se caracteriza pela sua imensa flexibilidade estratégica. Por exemplo, no tempo da Primeira Guerra, o movimento comunista era francamente internacionalista, era já assumidamente globalista; depois da Segunda Guerra Mundial, este movimento descobriu que podia tirar proveito dos partidos e movimentos nacionalistas do terceiro mundo, jogando-os contra os poderes ocidentais, especialmente contra os Estados Unidos – e isto marcou profundamente a história brasileira, porque a esquerda nacional, especialmente a do Partido Comunista, sempre enfatizou mais o que chamava de “antiimperialismo”, do que a criação do socialismo. Um dos candidatos nesta presente eleição, Ciro Gomes, ainda é representante deste velho tipo de nacionalismo de esquerda. Mas não se pode confiar na sinceridade de um nacionalismo incentivado pelo Partido Comunista Chinês.

A partir dos anos 60, a esquerda internacional mudou completamente de discurso ideológico, ao praticamente abandonar a idéia da revolução proletária e da ditadura do proletariado, criando, no lugar, o discurso da proteção às minorias. Ao mesmo tempo, os grandes poderes econômicos de dimensão global (os megabilionários e suas megafortunas) descobriram que esse discurso em favor das minorias era um poderoso instrumento para a dissolução e destruição das soberanias nacionais. E isto criou a presente situação, na qual tem-se as grandes fortunas mundiais fomentando movimentos de esquerda, o que, evidentemente, cria também uma situação muito ambígua, em que há uma esquerda elitista e uma direita populista (nos EUA, tal situação é muito clara). E, aparentemente, esta será a situação que se repetirá no Brasil com a candidatura Bolsonaro contra os outros dois candidatos.

No entanto, seria um grande erro compreender a estratégia globalista em termos puramente ideológicos. As fontes do discurso globalista e multiculturalista são múltiplas e de diferentes origens ideológicas. Ou seja, a antiga idéia de um bloco ideológico monolítico de esquerda já está dissolvida. Esta mudança ideológica veio paralelamente com uma mudança estrutural do movimento comunista mundial. Já nos anos 70, um relatório , muitíssimo bem feito, da RAND Corporation assinalava a substituição da antiga estrutura hierárquica (a antiga linha de comando) do movimento comunista, por uma organização mais flexível, que chamaram de “redes”. Já não se tratava, portanto, de assegurar a unidade ideológica e disciplinar do movimento comunista, mas, ao contrário, de aproveitar, numa estratégia unificada, uma variedade de discursos ideológicos e de movimentos até conflitantes entre si. Isto equivalia a uma exploração estratégica e sistemática do caos ideológico. Para se ter uma idéia, o discurso globalista e multiculturalista tem fontes tão diferentes quanto as obras do próprio Karl Marx, as de Martin Heidegger, e as obras, sobretudo, de Rene Guénon (que formam, talvez, a mais corrosiva crítica da civilização Ocidental que alguém já produziu, embora ele fosse obviamente um homem conservador, de direita). Nos movimentos direitistas (tanto liberais, quanto conservadores), é possível ver que ainda existe muita ignorância a respeito do assunto, porque insistem em combater o movimento comunoglobalista com a mesma linguagem e a mesma retórica do velho anticomunismo.

Uma característica bastante disseminada do discurso globalista e multicultural é a exploração sistemática de qualquer tipo de insatisfação psicológica ou emocional existente, e não apenas da antiga insatisfação econômica dos povos. Destacam-se aí, evidentemente, as insatisfações de tipo sexual, que praticamente acompanham a humanidade desde a origem dos tempos. Por exemplo, todo movimento homossexual e transexual surge daí. E é evidente que este tipo de insatisfação se torna mais autoconsciente e mais pronunciado nas classes mais altas do que nas mais baixas. Se alguém estudar a história dos séculos passados, verá que a vida sexual da humanidade sempre foi muito pobre. Por exemplo, nos Estados Unidos, durante a época da ocupação do território, havia muito mais homens do que mulheres – portanto, a possibilidade de insatisfação era enorme. Mas à medida que a sociedade progride, e que o capitalismo cria uma riqueza abundante, as insatisfações de tipo emocional e psicológica começam a se destacar, justamente porque os problemas econômicos fundamentais estavam resolvidos – como bem o observou o filósofo espanhol Julián Marías, em um ensaio publicados nos anos 50, o qual morava, na época, nos Estados Unidos. Como essas insatisfações crescem, sobretudo, nas classes mais altas e nas mais letradas, é evidente que a esquerda internacional, na medida em que assume esta causa como sua, torna-se a representante das classes superiores. Isto quer dizer que houve uma inversão da composição sociológica da esquerda e da direita.

Sabe-se que, por outro lado, as insatisfações de tipo sexual são ilimitadas. Tão logo começa-se a prestar atenção nelas, quando já se está liberado da carga econômica e da carga do trabalho pesado, elas não têm mais fim. De modo que as reivindicações, as exigências, as queixas nesta área vão se alargando e crescendo à medida que o tempo passa. Isto tem um aspecto cômico na sigla dos movimentos que defendem tais interesses: LGBT (XPT…) – não há limites. Esses movimentos começaram com as reivindicações de certos direitos dos homossexuais, como o direito a um tratamento digno na sociedade, que é a coisa mais óbvia do mundo – e que ninguém nega. Depois houve a incorporação dos transexuais, com os quais criou-se um problema: todas as pessoas serão obrigadas a aceitar, como mulheres, os homens que se apresentem vestidos como tais – e, com isto, entra-se naquela famosa piada de Groucho Marx (“afinal, você vai acreditar em mim, ou nos seus próprios olhos? ”). Então, o sujeito vê um homem vigoroso (do tamanho de Arnold Schwarzenegger), mas que está usando um sutiã, e é obrigado por isto a tratá-lo por “senhora”.

Assim, para evitar um desconforto para uma minoria ínfima, é criado um desconforto cognitivo intolerável para a maioria.

Houve uma época em que coisa semelhante se observava nas reivindicações de tipo racial. Por exemplo, dizia-se que a associação da cor negra àquilo que é sinistro, perigoso fosse uma manifestação racista. Isto, não obstante eu ter demonstrado que o simbolismo da cor negra era exatamente o mesmo nas culturas africanas, especialmente na Ioruba. Também, nos Estados Unidos, certas palavras tornaram-se ofensivas: começou com a palavra nigger, depois também a palavra black se tornaria ofensiva – e assim a coisa vai crescendo. A promessa dos esquemas multiculturalistas e globalistas – de proteger as minorias contra qualquer tipo de desconforto psicológico, por mais evanescente que seja – cria certamente um desconforto psicológico para a maioria.

A adoção deste discurso leva naturalmente à adoção de incongruências mentais que raiam à psicopatia pura e simples. Por exemplo, hoje os grupos gayzistas e transexualistas, dentre outros, são aliados dos imigrantes (especialmente, islâmicos) na luta contra o Ocidente; o mesmo acontece com o movimento negro. Isto implica em que dois fatos têm de ser soterrados e tornados invisíveis. O primeiro deles é que as doutrinas racistas antinegros foram uma invenção islâmica, já no século XI, ao passo que, no Ocidente, não se vê surgir nenhuma doutrina explicitamente racista antes do século XVIII – o que foi assinalado por Eric Voegelin, na sua obra A História da Idéia de Raça -, porque o racismo ocidental já aparece com pretensões científicas; portanto, é impossível que ele aparecesse antes de haver um conceito pretensamente científico de raça. O segundo fato que tem de ser escondido e soterrado é que, em todo o contexto islâmico, o homossexualismo é considerado não apenas um pecado, mas um crime hediondo, o qual é punido com a morte.

Do mesmo modo, um violentíssimo preconceito anti-homossexual vigorou em todo o mundo comunista durante boa parte do século XX. Eu pessoalmente cheguei a presenciar este fenômeno na Romênia, onde, apesar da queda do comunismo, ainda havia, e estava em vigor, uma lei que tornava homossexualismo crime (motivo pelo qual só fiquei conhecendo dois homossexuais lá, ambos brasileiros).

Isto tudo dá uma ideia da confusão proposital da ideologia multiculturalista, a qual, por sua vez, cria uma atmosfera totalmente diferente da do antigo comunismo doutrinário. Um dos elementos que se tornaram importantes dentro dessa ideologia foi a defesa da pedofilia, que surge quase ao mesmo tempo da gritaria universal contra os padres pedófilos. Estatisticamente, o clero católico é uma das comunidades no mundo em que existem menos pedófilos. Mas a defesa da pedofilia aparece já abertamente na década de 70. Em 1977, havia três pedófilos, presos na França, e praticamente toda a intelectualidade esquerdista se mobilizou em defesa deles. Louis Aragon (poeta oficial do Partido Comunista), Jean-Paul Sartre, Simone de Beauvoir, Philippe Sollers – enfim, toda a intelectualidade esquerdista correu para defender os criminosos. Na mesma época, o mais famoso líder da rebelião estudantil de 1968, Daniel Cohn-Bendit , publicou um artigo no qual descrevia poeticamente as delícias de ser desnudado por uma garotinha de cinco anos. Nos Estados Unidos, o famoso Relatório Kinsey praticamente criou os novos padrões de conduta sexual, adotados desde os anos 1950-60; Alfred Kinsey (ele próprio, um pedófilo praticante), nas suas “pesquisas”, pagava criminosos pedófilos para que fizessem sexo com crianças menores de idade, e para que descrevessem as suas experiências. Não se pode esquecer que todas aquelas “pesquisas” foram financiadas pela Fundação Rockefeller – um dos pilares do globalismo hoje em dia.

Também não se pode esquecer que a comunidade na qual se observou o maior número de casos de pedofilia no mundo foi entre os assistentes sociais da ONU, atuantes na África.

Este complexo de reivindicações emocionais, que, por definição, não tem fim, é um dos elementos fundamentais do caos gerado propositada e estrategicamente pela chamada Nova Ordem Mundial. É claro que a adesão a esse tipo de discurso ideológico necessariamente reduz o nível de inteligência dos seus adeptos. Isto porque eles se acostumam com a incongruência não só entre afirmações distintas, mas com o total descompasso entre o seu discurso e a sua experiência real. O tipo de militância, seja ela formal, seja informal, que adere a essas ideias é observada, sobretudo, na classe média alta para cima, entre pessoas que têm algum tipo de formação universitária, mas que não chegam a ser intelectuais (são semi-intelectuais).

A classe jornalística é um exemplo. Isto quer dizer que, nos últimos vinte anos, o jornalismo se tornou quase que inteiramente ficcional, o que torna quase impossível discernir nele entre o que é uma desinformação planejada, e o que é uma simples expressão da ignorância e confusão mental da classe jornalística.

E esta é a situação com que o candidato Jair Bolsonaro vai se defrontar não somente durante a sua campanha (como, aliás, já está se defrontando, haja vista a quantidade impressionante de mitos e lendas urbanas que circulam), mas, sobretudo, se ele for eleito. Situação similar é evidentemente encontrada pelo próprio presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Mas, no Brasil, há um fator agravante: mais de quarenta anos atrás, a adoção do método de alfabetização socioconstrutivista gerou uma geração sem fim de analfabetos funcionais. As últimas pesquisas revelam que 50% dos formandos das universidades (pessoas que estão no último ano, prestes a se formar) são analfabetos funcionais. E pode-se imaginar o que é um analfabeto funcional, recheado de insatisfações eróticas e emocionais, escrevendo sobre a candidatura Bolsonaro – tudo é absolutamente imaginário.

Mas este problema não afeta só a população universitária. Há vários anos, os estudantes brasileiros do ensino médio tiram os últimos lugares nos testes internacionais, e ficam abaixo dos alunos da Zâmbia, do Paraguai, da Serra Leoa, entre outros. Para ver como o analfabetismo funcional não afeta somente os estudantes, mas também os seus professores e dirigentes espirituais, em um dos anos em que os estudantes brasileiros tiraram o último lugar no PISA , o então Ministro da Educação pronunciou a seguinte frase: “Poderia ter sido pior”. Ou seja, para os alunos brasileiros, seria preciso criar um lugar especial, abaixo do último. Uma outra pesquisa recente, abrangendo quarenta países, demonstrou que em todos eles o QI médio da população havia subido ao menos um pouco – à exceção do Brasil, em que ele havia decrescido mais de vinte pontos.
É claro que a adesão a discursos tão incongruentes e absurdos só é possível mediante uma auto-persuasão histérica. O psiquiatra polonês Andrew Lobaczewsk, no livro Ponerologia: Psicopatas No Poder, considerado um dos livros mais importantes do século XX, demonstrou que, quando uma elite de psicopatas (ou seja, de pessoas sem senso moral nenhum) chega ao poder, eles espalham em volta não a psicopatia, mas sim a histeria. É de se imaginar o que pode ser do destino de um país regido por psicopatas, com a ajuda de multidões de colaboradores histéricos. O que define o histérico é o fato de ele não acreditar no que vê, mas sim no que ele mesmo diz.

Foi assim que eu vim a ser transformado em ideólogo de uma candidatura cujo programa desconheço. Então, este é mais ou menos o panorama psicológico que Bolsonaro vai encontrar na Presidência. Eu afirmo que votarei nele porque não gosto dele o suficiente, pois, se eu gostasse, teria dito para ele ficar em casa e não se candidatar, ou, pelo menos, torceria pela sua derrota, o que não vou fazer. Era isto o que eu tinha a dizer. Muito obrigado a todos.

Mano Ice Cube: Sasquatch!

0
Compartilhar
  • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 09:07

    First com golpe.

    0
  • BolhaPOA 20/10/2017 at 09:08

    1

    0
  • Zé do ranho 20/10/2017 at 09:08

    First

    0
  • Pobre Paulista 20/10/2017 at 09:08

    FIRST SEM GOLPE

    0
  • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 09:08

    Declaro o pódio feXadu.

    0
  • Palmeirense Bolhudo 20/10/2017 at 09:09

    First?!

    Bom dia

    0
  • Nunes 20/10/2017 at 09:11

    First da ala rosa

    0
  • Neco 20/10/2017 at 09:21

    Bom dia

    Esse tópico é muito grande… só vou ler a tarde.

    0
  • roca_rj 20/10/2017 at 09:22

    CVR – Amigos bolhistas, vi umas das cenas mais tristes que essa roubalheira deixou no nosso país e principalmente aqui no nosso estado.
    Indo trabalhar agora de manhã, passo pela rua Buenos Aires com Uruguaiana, e tem uma fila gigantesca, eu digo gigantesca mesmo de pessoas desempregadas, abatidas e com o CV na mão pra concorrer a alguma vaga em algum daqueles prédio com essas empresas de RH. Espero que pelo menos não seja mais um golpe daquelas empresas de RH.

    0
  • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 09:27

    CVR:

    Ontem fui à universidade federal daqui junto com um colega de trabalho, pois estamos fazendo uma auditoria em um programa da universidade.

    Caraca. Aquilo é um antro de Marxismo cultural sem limites.

    Percorrendo alguns corredores é possível visualizar alguns cartazes fazendo propaganda sobre a ideologia de gênero, estrategicamente posicionados perto das lixeiras e com os seguintes dizeres: “Jogue seu preconceito no lixo!”

    Indo embora, deparo-me com um grupelho de seis maconheiros (alunos) fazendo picnic embaixo de um árvore e fumando maconha. Parecia a esquadrilha da fumaça!

    Mas à frente, dois viados deitados em uma toalha, um deitado no colo do outro e acariciando o namorado dele, como se na praia estivessem.

    A coordenadora do controle interno da entidade, que estava nos acompanhando em parte do trajeto, disse-nos que a rotina da maioria dos alunos é aquela mesma:

    Passam o dia na universidade, a maior parte do tempo fora das salas de aula, acampando, tocando violão, fumando maconha e namorando.

    O nosso amigo Mr. President, George Bush, pira com os aluninhos do campus!

    E aí, Vai????

    0
  • Pobre Paulista 20/10/2017 at 09:35

    Resumo do texto:

    > Não sou guru ideológico do Bolsonaro

    > Ensina toda a ideologia que o Bolsonaro precisa saber pra ser presidente

    0
  • Tannhauser 20/10/2017 at 09:36

    Alguém postou na página da bolha no Facebook uma feminista no roda viva criticando os excessos do feminismo/ideologia de gênero. Muito interessante. Camile Paglia

    0
    • Axio 20/10/2017 at 10:16

      Axio 18/10/2017 at 20:18
      Esse vídeo já foi tópico?

      —-
      Grande parte do vídeo é excelente

      0
    • Leitora assídua 20/10/2017 at 10:23

      Fui eu! Bem como o Challenger falou abaixo. Ela já começa dizendo que a disforia de gênero afeta uma quantidade muito pequena de pessoas e que não deveriam estar fazendo esse bafafá todo na mídia. Ela segue afirmando que hoje existe um pensamento de que “macho” é ruim, mas no fim das contas, quem vai salvar a civilização ocidental é o homem com H maiúsculo (o biológico mesmo). Palavras dela!

      0
      • Mente do Mal 20/10/2017 at 11:42

        Bom dia.
        A alternativa seria o fim da civilização ocidental, tal qual o Império Romano.

        0
  • Challenger SRT 20/10/2017 at 09:51

    Também assisti.
    Foi algo parecido com feminista raiz X feminista nutella.

    0
    • Bruno L 20/10/2017 at 10:38

      Já que atualmente o feminismo está causando repulsa, vamos apresentar a versão antiga, mais “light”, para comparem a ideia. Vamos voltar ao conta-gotas.
      Fico com um comentário que já li: “Empoderada é minha mãe, que acorda 5h pra trabalhar e vai dormir às 23h”.

      0
  • Saporetti 20/10/2017 at 09:52

    Duvida

    O limite de isenção de imposto pra importação, de 50 dólares, ja deve incluir o frete ou não?

    0
    • Bruno L 20/10/2017 at 10:28

      Esse limite é somente se for enviado por pessoa física. Não vale se você comprar em loja. Valor+frete+seguro (se houver) < $50.

      0
  • Pobre Paulista 20/10/2017 at 10:02
  • RoCoSala 20/10/2017 at 10:06

    Bom dia 300!!!!

    Viram os comerciais da tramontina????

    Opressão level 1000000000000000000000000000000

    http://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/7411/tramontina-contrapoe-se-a-omo-dove-e-avon-e-lanca-campanha-publicitaria-tradicionalissima-veja-os-videos

    Tramontina, tenha o meu respeito!
    Mitou, e o mimimi vai ser lindo!

    0
    • BolhaPOA 20/10/2017 at 10:09

      Além de ter os melhores produtos mita desta forma.

      0
      • Johnnyboy 20/10/2017 at 10:31

        Bacana a propaganda… mas também não teve nada de polêmico assim não…..

        0
        • Sir Scemo 20/10/2017 at 10:48

          Bom dia confrades,

          Exato, não se contrapôs a nada.

          0
          • Pé Vermelho 20/10/2017 at 11:00

            Fazer o natural hoje não é visto como normal.
            a que ponto chegamos!?
            Tramontina mandou bem!

            0
    • Neco 20/10/2017 at 10:26

      Eita… parabéns, muito bom.

      0
    • Mente do Mal 20/10/2017 at 11:48

      O curioso é que me parece que esta campanha está sendo veladamente boicotada por alguns mecanismos de busca. Busquei “tramontina” e “mestre churrasqueiro” isoladamente no youtube, e não apareceu nenhum vídeo dessa campanha nem na 5ª página. Eu tive que buscar “tramontina mestre churrasqueiro” para achar os vídeos.

      0
  • Johnnyboy 20/10/2017 at 10:22

    Você acessa o link pra conferir a boa noticia. No entanto, logo percebe a relação com os nomes dos demais deputados…. lixo total… além do próprio logo do site fazendo proselitismo da agenda LGBT:

    OBS: detalhe que no título não há menção de que o Eduardo Bolsonaro foi eleito o melhor deputado… colocam os 3 sem distinção…..

    Eduardo Bolsonaro, Jean Wyllys e Chico Alencar, os melhores da Câmara na votação da internet

    Veja a votação da internet, por ordem decrescente:
    1º         Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) – 55.256 votos
    2º         Jean Wyllys (Psol-RJ) – 20.776
    3º         Chico Alencar (Psol-RJ) – 18.072
    4º         Luiza Erundina (Psol-SP) – 13.682
    5º         Glauber Braga (Psol-RJ) – 12.399
    6º         Alessandro Molon (Rede-RJ) – 12.323
    7º         Ivan Valente (Psol-SP) – 12.123
    8º         Major Olímpio (SD-SP) – 9.040
    9º         Delegado Francischini (SD-PR) –  7.351
    10º       Tiririca (PR-SP) – 6.342
    11º       Edmilson Rodrigues (Psol-PA) – 5.238
    12º       Benedita da Silva (PT-RJ) – 4.476
    13º       Capitão Augusto (PR-SP) –  4.244
    14º       Wadih Damous (PT-RJ) – 3.973
    15º       Paulo Teixeira (PT-SP) – 3.908
    16º       Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC) – 3.377
    17º       Alice Portugal (PCdoB-BA) – 2.750
    18º       Bohn Gass (PT-RS) – 2.731
    19º       Delegado Waldir (PR-GO) – 2.560
    20º       Enio Verri (PT-PR) – 2.440

    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/eduardo-bolsonaro-jean-wyllys-e-chico-alencar-os-melhores-da-camara-na-votacao-da-internet/

    0
    • Pé Vermelho 20/10/2017 at 10:26

      tem o mitinho, um delegado e um capitão na lista, provavelmente com votos sérios,
      o resto é tudo via mav´s – só dá vermelho na lista

      0
      • Pé Vermelho 20/10/2017 at 10:36

        Por sinal,
        cade a cota do norte e nordeste de deputados bons,
        a maioria é do eixo Rio-SP.
        deixo aqui meu protesto pra esses mav´s burros fazerem direito!

        0
  • Johnnyboy 20/10/2017 at 10:26

    Incrível como a desinformação quanto a questão do trabalho escravo cola na mente das pessoas, mesmo aquelas que dizem apoiar Bolsonaro e tudo mais….

    Aqui é mais fácil por que o pessoal é Espartano 300 sinistro preparado já… e quando acontece nós depuramos os fatos….. mas o povão… putz…. é desolador ver como a campanha da Globo gruda a ideia de escravidão e tudo mais…. quando sabemos que foi dado um freio na ânsia do achaque que a JT e MPT fazem com o empresariado BR…. ainda mais o empresariado não alinhado…. Basta ver o que anda acontecendo com a Riachuelo, cujo dono andou se pocisionando diversas vezes pró direita e contra o governo e o sistema…..

    0
  • RicardoSP 20/10/2017 at 10:27

    Nota-se que a rede de esquerdistas clicadores migrou completamente do PT pro PSOL. Erundina?

    0
  • BananenseNãoPraticante 20/10/2017 at 10:29

    Cvr.
    Acabei de passar em frente ao prédio onde morei parte da minha infância. As primeiras lembranças da minha vida são todas lá.
    Neste exato momento está um forte cheiro de maconha, três grupinhos de alunos de escolas próximas queimando a erva nos gramados onde eu brincava e os traficantes no estacionamento ao lado.
    Triste.

    0
    • Johnnyboy 20/10/2017 at 10:33

      “uma erva natural não pode te prejudicar”…..

      “legalize”

      0
    • Libertario 20/10/2017 at 11:00

      i like the smell

      0
  • Neco 20/10/2017 at 10:33

    CVR – Mercadoria pra ser despachada de SP para o CE, transporte terrestre mês 04 2016 R$ 1300,00
    Mesma mercadoria, mesma empresa… atualizado o orçamento esta semana R$ 2400,00

    E ai… como vai, com um custo de logística desses.
    A mercadoria custa cerca de 8K. dai com o frete chega quase a 11K.

    0
  • Oriundo 20/10/2017 at 10:37

    CVR

    Descobri na empresa em que trabalho um funcionário chamado “KARL MARX …”

    0
    • RicardoSP 20/10/2017 at 10:39

      Descobre se ele vai votar no Mito…

      0
      • Mente do Mal 20/10/2017 at 11:49

        Mitou!

        0
  • Johnnyboy 20/10/2017 at 10:37

    Instituto Mises Brasil
    17 h ·
    “Em 2015, dezoito peruanos fugiram de uma oficina de costura na zona leste de São Paulo e correram para uma delegacia. Contaram trabalhar 17 horas por dia e que um vigia os proibia de sair da oficina.
    Um ano antes, motoristas da mineradora Milplan, de Minas Gerais, foram flagrados trabalhando com carteira assinada, férias, recesso remunerado no fim de ano e 13º salário. Como ganhavam adicional de horas extras, alguns trabalhavam mais que doze horas por dia.
    O leitor há de concordar que as duas situações são bem diferentes. A primeira envolve restrição de liberdade e obviamente motiva um processo criminal e a prisão do dono da oficina. Já na segunda há, se muito, uma irregularidade trabalhista.
    Apesar disso, os dois casos renderam acusações do mesmo crime. Um fiscal considerou excessiva a quantidade de horas extras dos motoristas e enquadrou a mineradora por manter trabalhadores em “regime análogo à escravidão”.
    Também em Minas Gerais, o Ministério do Trabalhou já considerou escravos pedreiros com salário de R$ 5 mil por mês — que estavam facilmente entre os 20% de brasileiros mais ricos.
    E já houve caso de produtor rural sendo acusado de “trabalho escravo” porque o trabalhador preferia almoçar debaixo de uma árvore em vez de no refeitório, ou porque a altura das camas dos dormitórios diferia um pouco da norma.
    Essa confusão acontece porque, até semana passada, o Brasil considerava como análogo à escravidão o trabalho com “jornada excessiva” e “condições degradantes”. Como cabia aos fiscais do Trabalho decidir, de maneira totalmente subjetiva, o que são “condições degradantes”, a regra dava margem a interpretações fantasiosas e achacadoras.
    Com a nova portaria do Ministério do Trabalho, será necessário haver restrição de liberdade para se falar em escravidão, que é exatamente a definição correta de escravidão. Essa mudança evitaria muitos imbróglios jurídicos que resultam em nada (90% das empresas denunciadas são inocentadas na Justiça criminal depois de sofrerem um linchamento público).
    Como esperado, os blogs progressistas — que, diga-se de passagem, jamais consideraram “trabalho escravo” o fato de os médicos cubanos não terem liberdade de mobilidade (são proibidos de abandonar o trabalho) e ganharem apenas 10% do que seus pares de outros países recebiam, pois o governo cubano ficava com 90% — entraram em polvorosa com esta medida totalmente sensata.
    Enquanto isso, várias empresas correndo o risco de terem a reputação manchada por algum fiscal “herói da luta de classes” já se mudaram para o Paraguai, o novo pólo de empresas brasileiras.
    Confira”.

    http://www.mises.org.br/BlogPost.aspx?id=2785

    0
    • 300esparta 20/10/2017 at 11:37

      O DRN mesmo se eu não me engano está defendendo uma empresa pq lá tinha água filtrada porém não era gelada, e isso foi considerado como trabalho escravo…

      Depois que não tiver mais nada que produza aqui, talvez acabem com esse tipo de deserviço.

      0
      • DRN 20/10/2017 at 14:36

        Exato. Defendemos, e ganhamos.

        A água gelada ficava na sede administrativa da fazenda, mas os trabalhadores, em razão da comissão por produtividade, levavam galão com água gelada, que, depois, esquentava ao longo do dia.

        Em vez de ir até a sede para pegar mais água gelada, eles preferiam ficar para trabalhar (ganhar mais), mesmo bebendo água na temperatura ambiente 32-35 graus.

        0
        • DRN 20/10/2017 at 14:37

          Mas a água gelada estava à disposição na SEDE para quem quisesse ir pegar.

          0
  • Pé Vermelho 20/10/2017 at 10:39

    Só se for sala de gás
    “http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/10/1928617-estudo-levanta-debate-sobre-criacao-de-salas-para-consumo-de-crack-no-brasil.shtml

    Autofagia kkkk
    m&erdahttps://catracalivre.com.br/geral/comportamento/indicacao/falta-de-negros-e-gays-em-foto-de-fatima-bernardes-causa-polemica/

    por sinal essas porcarias tem aparecido quando abro o chrome no android ali nas sugestões de noticias, o google anda bem empenhado na causa!

    0
    • Pobre Paulista 20/10/2017 at 10:56

      The Beautiful People

      0
  • Underground 20/10/2017 at 11:03

    Caros bolhistas,

    ontem alguem levantou a bola sobre o que aconteceria se os preços continuassem no mesmo patamar (sei que já há queda, fora a inflação), mas no sentido de não haver QUEDA como nos EUA durante anos e anos.

    Minha dúvida é mais no sentido de QUAIS seriam as CONDIÇOES GLOBAIS E LOCAIS para que a economia conseguisse absorver toda onda verde que vem em nossa direção.

    Falo isso porque não consigo ver como as pessoas ainda acham que estamos bem economicamente e como são cegos para enxergar que nosso futuro é bem pior que os anos 80… (Salários baixos e muita gente desempregada)

    0
    • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 11:16

      Disconcordo totalmente…. se vc não viveu os anos 1980 fica difícil comparar e chamar hoje de ruim!!! Aquilo era simplesmente impossível, já hoje só tá quebrado…. basta apertar mas cositas e crescer ao redor de 2/3% que, pluft !!!!

      Segue nessa mierda que tá aí mas não explode.

      0
      • neco 20/10/2017 at 11:34

        A economia brasileira esta sobre o fio de uma navalha, sobre um abismo, muito fundo. Basta um vento forte, um fator externo, algo diferente, que vai tudo pro fundo.
        Vai ser pior que os anos 80. Naquela época muita divida se pagava com over, hoje isso não existe.
        Eu só não tenho certeza de qual é o gatilho. Mas a queda fica a cada dia mais visível.

        0
        • neco 20/10/2017 at 11:39

          Lembram do cvr que contei outro dia, sobre meu conhecido, vendendo o pombal que construiu pensando em alugar?
          Vendeu tudo. Torrou a 50k cada um, vendeu tudo a vista direto com o cliente. Ou seja tem muita gente que tem $$$ escondidinho, esperando a oportunidade. Quem tem tijolos e entender isso e baixar o preço, vende.

          0
      • Underground 20/10/2017 at 11:48

        Vivi os anos 80, era criança mas lembro de muita coisa. Na verdade, deve ter sido muito difícil manter uma família com estabilidade naquela época, mas vivíamos bem. Não tinha luxo, mas nada faltou.
        A minha impressão é que hoje, todo mundo quer TUDO. O menor aprendiz ter um celular igual ou melhor que um gerente e achar isso normal, me soa muito estranho.
        Quando cresci, era normal pessoas que trabalhavam ter condição e acesso a coisas que adolescentes não tinham. Na minha opinião na mente dos adolescentes de hoje, eles NÃO SABEM o que é NÃO TER AS COISAS.

        0
        • neco 20/10/2017 at 11:53

          Bingo.
          Não sabem ouvir um não.

          Não tem jogo de cintura.

          E o resultado, vai dar ruim.

          0
          • Underground 20/10/2017 at 11:54

            Neco, que bom saber que não sou um dos poucos a pensar assim.

            0
        • Rafael Km 20/10/2017 at 13:49

          Na década de 80 o objetivo era pagar o aluguel, as contas de água e energia (com foco em ter energia elétrica para manter a geladeira funcionando e não precisar usar velas à noite) e colocar a comida na mesa, ou seja, subsistência. Para a economia chegar neste ponto só com golpe comunista.

          0
  • Pé Vermelho 20/10/2017 at 11:06

    Borrazópolis Crianças conhecem e passeiam na viatura da polícia Militar

    https://1.bp.blogspot.com/-rYCJSPIKkJA/WenNLEJhOZI/AAAAAAAARDA/zGWrgdizXSo0xCF–q_TfgZ_ObDcJlznACLcBGAs/s640/DSCF9900.JPG

    “nossa reportagem conversou com Major Sagati que falou a respeito desta ação e que o povo bom não tem medo da polícia e é assim que tem que ser.”

    “http://www.jornalcatugi.com/2017/10/borrazopolis-criancas-conhecem-e.html

    0
  • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 11:10

    FirstO das montanhas do Sul do ES…. alo bolhardarios e bolhistas opressores e ai será que vai?!?! Huum com cracodromo aberto, legalizado e soltando fumaças que nem trem antigo… vai não ne!!!

    0
    • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 11:12

      CVR … virando latifundiário nessphorai, compramos mais uma parcela de terreno aqui nessa paradisíaca região !!! Agora vai…

      0
      • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 11:13

        Ahhh… tutto sussa, aquelas pbr4 vendidas nos $37 em 2007 e o PMJ pagam tutto e Ainda sobra uns dindin pra tomar uns vinhos e comer um socol com Polenta !!! Hehehe

        0
        • Mat 20/10/2017 at 11:23

          hehehe comprei meu ap a vista com o dindin de petr4 compradas antes do anúncio do pré sal (e sem bolha é claro)

          0
  • Mat 20/10/2017 at 11:19

    First com passagem comprada para o Canadistão

    Quebec e Ontario na lista. Chegada via Toronto, vou para Quebec, depois volto a Toronto via Montreal e Ottawa provavelmente de trem.

    Casaco polar para frio -40 oC comprado kkk

    Vou me entupir de salmão e aquele xarope de mapple tree

    Pago com juros e commodities

    PNJ! Copyright by Pandeiro

    0
    • Mat 20/10/2017 at 11:22

      Alguma dica para não congelar rs?

      0
      • pequenoBolhudo 20/10/2017 at 11:35

        Bota impermeável, segunda pele e se sentir muito frio no pé tem uma pomada que aquece!

        Se for sair no sol, usar óculos porque a neve derrete a retina!

        0
        • Mat 20/10/2017 at 11:59

          Fala litlebuble

          Vou arriscar um esqui em Quebec

          Comprei uma bota com cano alto (uiii delícia kkk) obviamente vou esconder o cano por baixo da calça.

          Vou tentar andar com 1 calça e 1 calça segunda pele, mas por via das dúvidas comprei uma calça de 3 camadas que de tão pesada vem até com um suspensório.

          Vc lembra o nome da pomada? Se alguém responder KY vou parar de postar dicas financeiras no blog kkkk

          0
          • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 12:15

            Mat provando a bota e a calça contra o frio:

            0
            • Mat 20/10/2017 at 12:20

              kkkk tutto trans

              0
              • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 12:22

                Ficou um charme!

                Você vai arrasar no Canadistão.

                0
                • Oriundo 20/10/2017 at 12:24

                  Blog bibado hoje.
                  Meldels

                  0
                  • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 12:28

                    Esqueci da pomada que o Mat perguntou. Aqui vai uma foto, Mat:

                    0
                    • Rafael Km 20/10/2017 at 13:54

                      Cetoconazol é para tratar micose devido à fungo.

                      Para proteção do ressecamento pelo frio usa-se vaselina sólida grau farmacêutico, aka petrolatum nos EUA.

                      0
                    • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 14:20

                      Candidíase mais especificamente.

                      Mas o Mat pode usar também contra o ressecamento.

                      0
      • Kurt 20/10/2017 at 11:40

        Bom dia
        No mínimo 3 camadas de roupa.

        0
    • Manco 20/10/2017 at 11:37

      Salmão selvagem ainda por cima, isso sim é salmão.

      0
  • Ugo 20/10/2017 at 11:23


    “Momento é de testosterona”, diz Ciro sobre Marina nas eleições

    #EXAME

    Publiée par Exame sur Jeudi 19 octobre 2017

    0
    • BolhaPOA 20/10/2017 at 11:26

      Que machista misógino!

      0
    • TukhMD 20/10/2017 at 11:28

      Se acham o Bolsonaro canastrão é porque fingem não lembrar o que é o Ciro Gomes em uma eleição. Se perde pela boca toda vez…

      0
  • 300esparta 20/10/2017 at 11:43

    está uma calmaria…. até aqui no blog….

    Será que é a tal calmaria que antecede a tempestade??

    Será que em Novembro vem bomba por ai?

    Ou to viajando na maionese?

    0
  • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 11:56

    Olhem que coisa maravilhosa:

    dois ministros do TCU passeando de Iate dos irmãos Joesley Safadão:

    No iate e na mansão
    Dois ministros do TCU, acompanhados das mulheres, passaram o fim de semana numa ilha paradisíaca à custa da JBS — a empresa que eles investigavam

    Em meados do ano passado, a Lava-Jato já havia deflagrado três dezenas de operações. As empresas do grupo J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, ainda não haviam caído na teia, mas já eram alvo de investigações que apuravam suspeitas de pagamento de propina para obter financiamentos no BNDES e na Caixa Econômica Federal. Na época, longe de Brasília, no píer de uma mansão em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, uma pequena lancha aportou para apanhar um grupo que havia chegado para um fim de semana de lazer. Todos a bordo, a embarcação rumou mar adentro, até encontrar o iate Why Not. Para os ministros Vital do Rêgo e Bruno Dantas, ambos do Tribunal de Contas da União (TCU), era o começo de um animado dia de mordomias, com boa comida, champanhe e vinho da melhor qualidade, tudo diante de uma paisagem deslumbrante.

    Joesley Batista já confessou ter habilidades especiais para corromper. Quando não pagava propina para atingir seus objetivos, usava outras artimanhas para capturar a simpatia de figuras importantes do poder. Não foi por outra razão que o empresário convidou os ministros para o passeio no sábado 11 de junho de 2016, quando o TCU já analisava os empréstimos suspeitos dos Batista. Combinar o encontro com Bruno Dantas e Vital do Rêgo foi relativamente fácil. O empresário ficara sabendo que os dois estavam no Rio, onde haviam participado, na véspera, de um seminário. O convite foi feito — e aceito.

    No iate de 10 milhões de dólares, o grupo foi recebido pelo próprio Joesley. Antes de eles se reunirem em torno de uma mesa de queijos, o dono da JBS, hoje preso, apresentou a embarcação, de 30 metros de comprimento, três andares, quatro quartos (incluindo uma suíte de 20 metros quadrados), cozinha, sala de estar e um amplo deque com jacuzzi. Em pouco mais de uma hora, o Why Not chegou à casa de Joesley em Angra dos Reis, um château al mare construído em uma ilha, que o empresário comprara do apresentador Luciano Huck. A festa prosseguiu até o fim da noite. Só acabou depois de um jantar com camarões, lagostas e, claro, carnes especiais.

    Só por financiamentos e aportes suspeitos do BNDES que somam mais de 10 bilhões de reais, a J&F e sócios são alvo de quatro processos no TCU. As ações apuram o tamanho do prejuízo, o nome dos responsáveis e, demonstradas as irregularidades, tentarão recuperar o dinheiro. Em apenas uma das transações, o TCU já identificou um prejuízo de mais de 300 milhões de reais aos cofres públicos.

    Procurado por VEJA, Dantas — cujo nome já havia aparecido nos documentos da delação da JBS por ter voado em um jatinho da companhia entre o Recife e Brasília — negou que o encontro tenha servido para tentar cooptá-lo. Ele ressalta que, ainda no ano passado, chegou a votar a favor do prosseguimento de uma investigação sobre a companhia.

    O ministro Vital do Rêgo — citado na delação por ter recebido 8 milhões de reais das empresas de Joesley Batista durante sua campanha ao governo da Paraíba, em 2014 — não quis falar com VEJA. Na quarta-feira 18, ele participou, no plenário do tribunal, de uma sessão que aprovou a abertura de mais uma investigação sobre os empréstimos concedidos pelo BNDES às empresas dos Batista. Sentado ao lado do relator, acompanhou com atenção a leitura dos detalhes do caso, mas não se pronunciou. Dantas, seu colega, não estava presente — ficará afastado do tribunal até o fim do ano, para participar de um curso no grão-ducado de Luxemburgo.

    Em tempo, aquele seminário no Rio que antecedeu o passeio em Angra foi promovido pelo IDP, instituto do ministro Gilmar Mendes, do STF. O tema do seminário era o seguinte: mecanismos de defesa do interesse público.

    Publicado em VEJA de 25 de outubro de 2017, edição nº 2553

    http://veja.abril.com.br/revista-veja/no-iate-e-na-mansao/

    0
    • Viking 20/10/2017 at 12:03

      quanto mais fuça, mais fede!

      0
    • BananenseNãoPraticante 20/10/2017 at 12:22

      “… , um château al mare construído em uma ilha, que o empresário comprara do apresentador Luciano Huck.”

      É só ligar os pontinhos. Pena que os bananenses mal sabem assinar o próprio nome.

      0
      • Viking 20/10/2017 at 12:56

        deve ser aquela mansao do Huck que invadiu APP

        0
  • pequenoBolhudinho 20/10/2017 at 11:59

    https://pbs.twimg.com/media/DMlcLpgW0AEpAIA.jpg:large

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Se fode ae Fátima Bernandes

    0
    • Rafael Km 20/10/2017 at 13:58

      Tem no mínimo 4 gays na foto…

      0
  • Pobre Paulista 20/10/2017 at 12:23

    http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2786

    Sim, a escola está destruindo gerações e causando estragos profundos

    0
    • Pobre Paulista 20/10/2017 at 12:25

      Já o atual modelo de escola compulsória, o qual copiamos do resto do mundo ocidental, foi criado ainda no início da Revolução Industrial. E sua função era preparar a mão-de-obra oriunda do campo para as indústrias. Consequentemente, o modelo de organização e agremiação das escolas era um simples espelho do modelo organizacional das fábricas: os sinais tocando entre as aulas, indicando que uma acabou e que outra deve começar; os sinais anunciando o início e o fim do recreio; as filas e a ênfase na obediência e submissão; o ambiente maçante; as fileiras de jovens sentados passivamente em suas carteiras escolares obedecendo a seus professores; os professores obedecendo aos supervisores e ao diretor etc. — tudo isso foi modelado de acordo com a organização das fábricas.

      O problema é que já deixamos a Era Industrial há muito tempo e estamos entrando na Era da Imaginação. Mas o modelo escolar continuou estagnado na era das fábricas.

      0
      • Oriundo 20/10/2017 at 12:26

        Aí veio a internet e deu liberdade a quem queria.

        0
      • MrCitan 20/10/2017 at 12:38

        Continuou estagnado na era das fábricas, pois Governos sabem que com este modelo é mais fácil moldar jovens mentes a serem subservientes.

        0
      • RicardoSP 20/10/2017 at 12:49

        É tópico

        0
        • Viking 20/10/2017 at 12:54

          TÓPICO
          TÓPICO TÓPICO
          TÓPICO TÓPICO TÓPICO

          0
          • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 12:59

            Será tópico sim.

            CONSIDERO OS MAIS IMPORTANTES:

            4. Finanças pessoais – Esse é crucial. Cálculo de juros para financiamentos, entender como os juros compostos podem elevar o patrimônio do poupador (e destruir o do devedor), entender as consequências do seu nível de endividamento, aprender negociação, gestão de patrimônio etc. É inacreditável que se perca tanto tempo em uma escola sem que o indivíduo sequer aprenda o básico sobre como gerir a própria vida.

            5. Inteligência emocional – Como reagir a situações adversas. Aprender a perder para ganhar. Saber se colocar no lugar dos outros. Empatia. Liderança (de novo). Saber trabalhar em grupo. Como lidar com a ansiedade, com as frustrações, com o medo etc.

            6. Empreendedorismo – Não apenas na forma de se ter uma empresa, mas também como empreender em uma carreira profissional. Empreender com a mesada. Estímulos para startups na internet. Blogs. Conteúdo no YouTube e redes sociais com o foco na criação de audiências.

            9. Política e sociologia de forma isenta e não-doutrinária – Este seria o mais difícil, mas é possível de ser feito.

            11. Idioma estrangeiro com qualidade – O inglês é uma disciplina estudada em todas as escolas, mas menos de 3% da população dominam o idioma. Eis mais uma fragorosa prova do retumbante fracasso do modelo educacional vigente. É inaceitável que menos de 100% de nossos alunos cheguem ao final do ensino médio e não falem no mínimo 3 idiomas. Há tempo para isso, mas a competência das escolas atuais passa longe.

            12. Língua portuguesa, interpretação de textos e redação. Uma atividade a ser desenvolvida todos os dias. Treinando a forma e desenvolvendo pensadores que se expressam muito bem, tanto de forma oral como escrita. Quem não sabe se comunicar bem por escrito não terá capacidade de liderar. Seus relatórios não serão bem compreendidos e seus pedidos/ordens serão mal executados. E isso influenciará diretamente a qualidade dos bens ou serviços que você fornece. Peça a um grupo de 100 jovens recém-formados em uma universidade para escreverem uma redação e sinta o terror.

            0
            • Showizards 20/10/2017 at 13:47

              Mas será que o MEC libera abrir uma escola nessas diretrizes ?

              0
              • Viking 20/10/2017 at 13:56

                certeza que nao!
                mas seria um sonho!

                ou talvez até libere, mas nao como uma escola regular de ensino medio e fundamental

                0
                • Showizards 20/10/2017 at 14:19

                  Eu tinha vontade , e vejo mercado para uma escola assim !

                  0
                  • Subsenso 20/10/2017 at 14:52

                    Para complementar,

                    Se virar tópico, seria legal lembrar dos debates que já tivemos por aqui sobre o modelo de educação clássica (Trivium e Quadrivium) que basicamente foca no desenvolvimento do domínio da linguagem e da lógica, e que muita gente sequer conhece que existia e muito menos como funcionava.

                    Vídeo do Ted explicando melhor (vá direto para 3:30)

                    Imagine complementar um currículo desses com matérias propostas acima como educação financeira e programação (que no futuro todo mundo terá que saber um pouco).

                    Seria a nossa própria anti-Bubble School.

                    0
                    • Viking 20/10/2017 at 15:56

                      seria a escola da igreja bolhista do sétimo dígito!

                      0
    • Viking 20/10/2017 at 12:30

      melhor parte do texto:
      Aviso: texto disruptivo, com reflexões polêmicas que requerem uma grande capacidade de abstração e um desprendimento dos modelos vigentes. Caso ache que está tudo certo com o mundo e com a educação brasileira, não perca seu tempo com a leitura. Pode voltar para o Facebook ou Instagram.

      0
    • Viking 20/10/2017 at 12:46

      agora que eu vi o autor do texto!
      baita pedrada do Flavio Augusto

      0
  • RoCoSala 20/10/2017 at 12:26

    Bando de pessimista, agora vai!!!!

    http://www.gazetaonline.com.br/noticias/economia/2017/10/construtoras-retomam-lancamentos-de-imoveis-1014104298.html

    “É a hora da virada no mercado imobiliário. Ao menos, o início dela”, define o presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-ES), Sandro Carlesso.

    Ardam

    0
  • O Barão 20/10/2017 at 12:31

    Briga no condomínio vizinho, todo mundo com SUV, aquela Suburban parece um caminhão kkkk, não cabem nas vagas.
    Aqui é bairro antigo com ruas estreitas e carros estacionados, só passa um carro por vez.
    As cidades americanas foram planejadas para carros, lá é gostoso dirigir e tem espaço pra esses carros, qualquer subway da vida tem um estacionamento maior que os dos shoppings da banania.

    0
    • Viking 20/10/2017 at 12:54

      aqui na banania quem tem carrao nao consegue estacionar em lugar nenhum.
      o tamanho das vagas do walmart é uma piada

      0
  • MrCitan 20/10/2017 at 12:35

    Só verdades…

    Quanto mais me batem, mais eu cresço, Coroné.Meme do Flavio Souza

    Publiée par Corrupção Brasileira Memes sur Jeudi 19 octobre 2017

    0
    • Nunes 20/10/2017 at 12:36

      grande Citan, prazer vê-lo por aqui

      0
      • MrCitan 20/10/2017 at 12:58

        Prazer em revê-lo, nobre colega.
        Obrigado pela recepção.

        0
  • Poker Bubble 20/10/2017 at 12:36

    Teste

    0
    • Mente do Mal 20/10/2017 at 12:37

      Testando, 1,2,3.

      0
    • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 12:37

      Cadê o BB para testar o Poker?

      0
      • Poker Bubble 20/10/2017 at 13:00

        Tava tentando copiaro relato dos PMs e não ia…
        Veio do zap e ttinha uns simbolos q tavam dando ruim kkkk

        0
  • Poker Bubble 20/10/2017 at 12:37

    mão ao rapaz, deixou que a guarnição de militares opressores, privasse o rapaz de sua liberdade:

    *OPERAÇÃO ATERRO PRESENTE*

    *FLAGRANTE DE ROUBO (Art. 157 do CP)*

      *Dinâmica:* _A atenta guarnição estava em patrulhamento quando foi solicitada por um gari, informando as características de uma pessoa que acabara de roubar uma jovem no ponto de ônibus. De imediato, a astuta guarnição, alimentada pelo compromisso com a sociedade, realizou o cerco, abordando o suspeito em frente ao Hotel Novo Mundo. A vítima, que vem a ser *filha do Deputado Estadual Marcelo Freixo,* reconheceu o autor e teve seus pertences: *mochila, relógio e R$ 154,00* devolvidos. Chegando na 9° DP, foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante e o facínora, com extensa ficha criminal, permaneceu preso a disposição da Justiça.

    0
  • Poker Bubble 20/10/2017 at 12:38

    O começo do texto é: A filha do Freixo ao ser vítima de um infrator social, ao invés de dar as mãos

    0
    • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 12:42

      Infrator social é um termo lindo!

      Se houvesse mais ações afirmativas, tenho certeza que essa vítima social, obrigada a cometer atos sociais infracionais contra a sociedade capitalista opressora, não estaria sendo obrigada a subtrair pertences alheios.

      0
      • windville 20/10/2017 at 12:53

        Cara que m… de novilíngua “ações afirmativas” cara está aí uma palavra/expressão que não tem sentido nenhum. E a gente só lê isso em propagandas do governo em geral, maldito Orwell!

        0
        • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 13:03

          Pois é.

          Ontem quebrei o pau com alguns colegas que bateram palma para um vídeo lazarento que circula no zap, onde um grupo de corredores amadores disputariam uma corrida para ganhar U$ 100.00. Aí o babaca-mor começa a mandar os “que tiveram pais presentes”, “os que não sofreram abusos”, etc, dar dois passos à frente, como forma de mostrar que esses “privilegiados” são “opressores” e tiveram mais oportunidades que os coitadinhos que não tiveram as mesmas oportunidades.

          Uma propaganda da agenda globalista esquerdista a todo vapor.

          0
          • Viking 20/10/2017 at 13:09

            ja vi esse video rolando por ai, mas fiquei com preguica de abrir pelo titulo.
            fiz bem, entao

            0
            • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 13:15

              Não fez bem.

              Você tem que ver e depois desconstituir aquela porcaria pra quem te passou, pois o objetivo daquela mierda é doutrinar os idiotas que não têm capacidade de discernir do que aquele lixo se trata.

              0
          • BananenseNãoPraticante 20/10/2017 at 13:34

            Recebi essa merda também.

            A lição é: se vc teve família, se vc teve pai, se vc estudou… Então vc não merece receber 100 dólares mesmo em uma disputa em igualdade de condições.

            0
            • Subsenso 20/10/2017 at 15:07

              O interessante é como eles não têm o menor problema para quantificar isso, como se algo material fosse o suficiente para resolver o problema de uma formação deficiente e uma família desestruturada. Daqui a pouco vão começar a dar bolsas pra quem teve pais divorciados, pra quem sofreu bullying, pra quem reprovou de ano…. melhor parar.

              0
          • windville 20/10/2017 at 13:36

            Cara eu perdi meu velho pai quando era criança, e toda vez que vem esse blá blá de cota disso, cota daquilo, eu já chego e falo nunca pedi cota para órfão, em vez de reclamar da vida foquei em estudar, trabalhar e ajudar a família com a graça de Deus. Por isso que gosto desse diálogo do livro Guerra do Velho, aonde o Sargento Ruiz perguntou aos recrutas, quem faz parte de alguma minoria? Os humanos nesse livro servindo no espaço são verdes.

            “– Quem faz parte de uma minoria?
            Dez recrutas avançaram.
            – Besteira. Olhe ao redor dos senhores, desgraçados. Aqui em cima, todo mundo é verde. Não há minorias. Os senhores querem ser uma maldita minoria? Ótimo. Há vinte bilhões de seres humanos no universo. Há quatro trilhões de membros de outras espécies sencientes, e todas elas querem transformar você em aperitivo do almoço. E essas são apenas as que conhecemos! O primeiro de vocês que reclamar que é minoria aqui em cima vai tomar um chute do meu pé verde latino no meio da fuça. Vão!”

            0
          • Underground 20/10/2017 at 13:52

            Fui o único no grupo do whats que refutou esse vídeo. O resto achou uma maravilha…

            0
  • Nuendo 20/10/2017 at 12:42

    Espero que o Bolsonaro não revogue a portaria do temer e continue colocando esses vagabundos pra trabalhar!!

    0
  • 300esparta 20/10/2017 at 12:42

    O que é melhor?

    Montar restaurante nos EUA? Ou deixar seu capital no TD brasileiro??

    Resposta está no 1:20 desse vídeo.

    0
    • 300esparta 20/10/2017 at 12:48

      Mat

      Vc que reclama que não dá margem as coisas aqui, olha o lucro dos restaurantes americanos!

      de 4 a 6 % !!!

      0
      • Mat 20/10/2017 at 16:48

        Mas lá a renda fixa é zero!

        0
  • Nunes 20/10/2017 at 13:03

    windville e EngenheiroMG, enviei um email para vocês.
    Abraços

    0
    • EngenheiroMG 20/10/2017 at 13:04

      Vlw, Nunes.

      0
    • windville 20/10/2017 at 13:37

      Blz Nunes vou olhar, conversamos.

      0
  • Kurt 20/10/2017 at 13:03
    • Julio 20/10/2017 at 14:39

      Veja também o nível dos comentários bananenses. Um misto de inveja, frustração e raiva. A maioria ficou feliz pela morte do soldado.

      0
  • O Barão 20/10/2017 at 13:03

    ”https://g1.globo.com/goias/noticia/escola-tem-tiroteio-em-goiania.ghtml
    Na globo já diz que ele é filho de militares, aposto que no fantástico vai ter matéria especial a favor do desarmamento.

    0
    • joselito 20/10/2017 at 13:24

      Será?
      Eles desinformam sobre desarmamento com tiroteios nos EUA, pois confundem todos ao deixarem no ar que TODA E QUALQUER ARMA é permitida EM QUALQUER LUGAR lá.
      Ou você ouviu algo sobre tiroteios em gunfree zones, ou sobre proibição de armas automáticas?
      Nesse caso, só se for campanha de desarmamento de policial fora de serviço, por exemplo, para evitar que seus filhos possam acessar inadvertidamente as armas blablablabla

      0
    • neco 20/10/2017 at 13:41

      A verdade é que as pessoas não são tolerantes. Qq coisa vai na bala.

      0
    • Bruno L 20/10/2017 at 13:45

      Adivinha se já não denunciaram a página do colégio no fb e foi tirada do ar?

      0
      • Kurt 20/10/2017 at 13:47

        Nós temos que aprender a contra atacar denunciando páginas esquerdistas também.

        0
        • Bruno L 20/10/2017 at 13:48

          justamente: fui dar meu apoio para a escola, mas a página já foi tirada do ar: https://www.facebook.com/Univest/

          0
        • Cervejeiro Bolhista e Opressor 20/10/2017 at 13:53

          No twitter e nos grupos de whats já fiquei com fama de chato.

          Não tô nem aí.

          Olha o que o Padre José Eduardo falou hoje:

          “Cristãos, entendam: nossa missão não é mais somente pregar para a sociedade, mas reconstruir as bases da sociedade para a qual vamos pregar.”

          É o que tenho feito.

          Deus VULT

          0
      • Bruno L 20/10/2017 at 13:47

        Esquerdismo é doença. Só pode.
        “Já que a escola é tão correta, deveria saber que certas palavras não devem ser usadas, por se tratarem de termos racistas. Como por ex. Denegrir, é uma palavra racista, a pessoa que fez o termo de suspensão precisa se informar. Denegrir é o mesmo que dizer, coisa de negro. E pra escola, fica a dica.

        0
    • Viking 20/10/2017 at 14:02

      pq nao mostraram o comunicado da escola na integra?

      0
    • Viking 20/10/2017 at 14:05

      fora que a opiniao da garota é totalmente hipocrita: quer aprender o que quer, mas ao mesmo tempo apoia que o governo determine o que as escolas tem que ensinar…

      0
      • Cervejeiro Bolhista e Opressor 20/10/2017 at 14:12

        Não mostraram, pq não convém ao jornalista, com crtz.

        E a menina….até pela resposta da mãe, já pode preparar as fotos do Antes e Depois da Federal, mais uma maconheira, feminazi, líder de DCE.

        Falta meia hora de cinta pra aprender.

        0
  • Cervejeiro Bolhista e Opressor 20/10/2017 at 13:51

    CVR Brocha

    Fui almoçar no xópingue aqui perto da repartição.

    Dei aquela voltinha básica após comer um japoneis, e passei por duas moçoilas. Olha o que uma falou para a outra:

    “ai miga, nem te conto, o márcio está BROCHA”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Quase q eu solto uma risada na cara dela, ainda bem q me contive.

    Tudo bem que a maioria das mulheres bananenses só falam de homem (estatística minha rsrr). Mas isso é demais.

    0
    • Viking 20/10/2017 at 14:03

      brocha? aposto como ele ta comendo a baba, a faxineira, ou a moça da academia….

      0
      • BananenseNãoPraticante 20/10/2017 at 14:08

        Ou muito preocupado com as parcelinhas que não cabem mais no bolso.

        0
        • Cervejeiro Bolhista e Opressor 20/10/2017 at 14:14

          Provavelmente.

          Pela estirpe da cidadã…..

          Ainda bem q é sexta e o Joaquin Teixeira já liberou.

          Logo logo abro a primeira.

          Hoje tem BOTECO?

          Tenho q aproveitar, moça deve parir mês q vem, jajá não terei tanta vontade de beber kkkkkkkkkkkkk

          0
          • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 14:19

            Nem vontade nem tempo!
            Vai ter buteco sim.

            0
            • Cervejeiro Bolhista e Opressor 20/10/2017 at 14:21

              kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

              0
      • Julio 20/10/2017 at 14:35

        Ou está dando para o motorista. Sabe como é, assiste Globo, lê a Folha, segue tendências …

        0
  • Pé Vermelho 20/10/2017 at 14:24

    PPP por favor emita sua opinião sobre
    Valeska Teixeira
    assessora do escritório ligado ao Mula

    0
    • Pao de queijo com cafe 20/10/2017 at 15:38

      Filha do Roberto Teixeira. Laranj, digo, advogado do Mula.
      Mulher daquele baitola… o Zanin…

      0
  • Baiano Canguino 20/10/2017 at 14:24

    https://g1.globo.com/goias/noticia/escola-tem-tiroteio-em-goiania.ghtml

    Me zuaram pra caramba, sou zuado até hoje e eu ainda não matei ninguém.

    0
    • Pé Vermelho 20/10/2017 at 14:26

      A vingança é um prato que se come frio rarara
      hj olho estou e vejo eles rararara
      Sofri muito tb, mas me ajudou muito a ser mais forte

      0
      • Baiano Canguino 20/10/2017 at 14:38

        Rapaz, eu li sobre o “tetinhas” e a esquerdista bonita lá no blog do Seu Madruga e me identifiquei pra caramba. Quando eu era mais novo eu namorei com uma piriga bonita que fodia igual um coelho. Fui um manezão apaixonado e tomei vários chifres.

        Hoje em dia ela está com 30 anos com 3 filhos e já embarangou. Fora o fato de estar envolvida com o MST. Essa nem prestou pra arrumar um cara rico depois.

        Já a irmã dela que era muito parecida com ela, arrumou um gerente de banco público mais velho que assumiu o filho dela e está linda.

        As duas eram idênticas, hoje em dia uma é uma tiazinha mãe de 3 filhos no MST e a outra uma madame bonitona.

        0
      • Cervejeiro Bolhista e Opressor 20/10/2017 at 14:38

        Pois é

        Houve uma época que eu era gordo, raspava a cabeça (não sei pq kkk), minha cabeça é meio oval, usava óculos (redondo preto, de massa), usava aparelho nos dentes e ainda tinha o tal do freio (q ÓDIO q eu tinha daquele troço), puta dor nos dentes.

        E ainda minha mãe tinha q comprar calças “semi-bag”, pq eu sempre fui bundudo kkkkkkk

        Imagina se fui zoado??

        Até por isso acho q me tornei tímido, e acabei optando por estudar bastante.

        Graças a Deus fui zoado, pois fui talhado assim.

        Tem uma música do Bon Jovi q gosto muito, e diz muito da minha história: “That’s what the water made me”.

        Hoje é só mimimi, bullyng.

        Geração leite com pera tá foda.

        0
        • Baiano Canguino 20/10/2017 at 14:42

          Acho que também me formei assim, eu não era gordo. Eu era “catarrento”.

          Tenho desvio de septo e problema respiratórios fora que morava numa rua sem calçamento. Espirrava muito e sempre cheio de alergia a fumaça e poeira.

          Chegaram a me chamar de “manteiguinha” huauahauhuah

          0
        • Pé Vermelho 20/10/2017 at 14:42

          Tem como desler pra desfazer a imagem mental que formei aqui

          0
          • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 14:44

            Foto do Cervejeiro Bolhista e Opressor:

            0
            • Cervejeiro Bolhista e Opressor 20/10/2017 at 14:53

              kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

              Faltou umas demão de tinta aí, mas é quase isso

              Boa

              0
    • Kurt 20/10/2017 at 14:33

      Ele pode ser um psicótico.Muitos desses relatos de “buliyng” são delírios persecutórios.

      0
      • Kurt 20/10/2017 at 14:36

        “mania de perseguição”

        0
      • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 14:37

        A maioria é.

        Eu me lembro que meu tempo havia um Xófem que estudava com a gente, no primeiro ano do ensino médio, com a cara cheia de espinha, magrelo, molengão, parecia que estava cheio de vermes, que o pessoal chamava de “Já morreu”.

        Isso numa escola particular para a elite dos olhos azuis e com mensalidades opressoras.

        Aquilo era um claro e evidente caso de Bule sem café.

        0
        • Kurt 20/10/2017 at 14:39

          Eu me refiro aos que cometem crimes tipo homicídio-suicídio

          0
          • Kurt 20/10/2017 at 14:40

            Não ao bulying , que é comum

            0
            • Kurt 20/10/2017 at 14:41

              *Não ao buliyng em si, que é algo comum.

              0
        • Pé Vermelho 20/10/2017 at 14:43

          “Bule sem café” what?! kkk

          0
          • Kurt 20/10/2017 at 14:44

            kkkkkkk
            Não tem “café no bule”(ratinho feelings)

            0
    • Pobre Paulista 20/10/2017 at 14:35

      “ainda” 😉

      0
  • Pé Vermelho 20/10/2017 at 14:49

    Pena de morte tenho muita contrariedade, mas prisão perpetua com trabalho forçado apoio! Pensando bem, abrir a barriga e retirar as tripas desses fdp não acharia ruim nao.
    “https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/bebe-retirado-a-forca-de-barriga-da-mae-e-amamentado-por-policial-apos-ser-resgatado-no-am.ghtml

    Quem foi o animal da história?!
    “https://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/crianca-chora-e-consola-burro-que-foi-abandonado-apos-ter-pata-quebrada.ghtml

    0
  • Pé Vermelho 20/10/2017 at 15:06

    Ja é Buteco?

    Solta o som DJ
    https://uploads.disquscdn.com/images/e122f86a1205e48a163f1e346da498df6a8eb64b916922cb9d985c5f7a9b0626.jpg?w=600&h=172

    “https://www.youtube.com/watch?v=A1PAO3jgmXY

    0
    • neco 20/10/2017 at 15:14

      Ta muito cedo pra boteco.

      0
  • g.w. bush 20/10/2017 at 15:24

    Boa tarde folks!

    0
  • Final Countdown 20/10/2017 at 15:27

    Caceta, postei isso errado lá em cima
    Kurt 20/10/2017 at 13:03
    Desconsiderem a fonte e o conteúdo da matéria.Foquem apenas no título:
    https://g1.globo.com/mundo/noticia/impressionada-diz-viuva-de-soldado-filho-de-brasileiros-sobre-telefonema-que-recebeu-de-trump.ghtml

    Sobre esse assunto, Trump e equipe já mitaram
    Veja o video do Gen da equipe de Trump declarando o que Trump fez e como foi.
    DETALHE: o Gen perdeu im filho no afeganistao
    É FODA, frio, claro , objetivo e EMOCIONANTE no Final. Democratas se FUDERAM no final.
    Tem no Breitbart

    0
    • Pao de queijo com cafe 20/10/2017 at 15:41

      Eita

      0
  • Sapato Furado 20/10/2017 at 15:49

    Boa tarde!
    Quero ver quanto tempo vai levar para usarem esse crime na escola para fazer campanha contra o armamento, dizer que armas são perigosas e todo aquele engodo. Quando penso que um merda vitimista desses faz uma bosta dessas e não percebe que as consequências vão além dos muros de sua escola…

    Vai ver é que a escola não ensinou ideologia de gênero, como aquela canalha citada mais acima reclamou de ter sido podada por querer “discutir o assunto” na escola.

    Enfim, nossa educação está no fundo do poço, não aprende nada para poder ser um cara prestativo na vida adulta e ainda corre o risco de ser vítima de bala ou das ideologias podres da esquerda. Dá um desânimo só…

    0
  • neco 20/10/2017 at 15:57

    https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/10/20/megaoperacao-combate-a-pedofilia-em-24-estados-e-no-df.htm

    120 pessoas presas. E a investigação também foi sobre as pessoas que usam a deep web.
    Pelo que li e entendi, não tem muito isso de ficar anônimo na deep web não.
    Tem funcionários públicos, professor, mãe e filho e por ai vai.

    0
    • Pobre Paulista 20/10/2017 at 15:59

      São artistas sendo censurados.

      0
    • Sapato Furado 20/10/2017 at 16:00

      Aqui na região também teve operação, foi algo realmente bem grande.
      Até mulheres no meio… bom, se bem que esses dias casal levando a criança no presídio para o abusador, nada surpreende mais.

      0
  • Sapato Furado 20/10/2017 at 15:58

    Ontem o Rodolpho no Terça Livre falou uma coisa que achei sensacional: os futuros campos de concentração da esquerda não serão campos físicos, de isolamento e tortura, mas sim, campos mentais, onde as pessoas entram e dificilmente conseguem sair.
    Hoje em dia conseguimos ver diversas pessoas que não vislumbram serem livres no pensamento e escolhas, que estão subordinadas a agenda e tão somente a atendê-la.
    No fim, começo a concordar… e vou dizer, esse é pior de todos, pois ao seu lado podem haver vários prisioneiros, todos loucos para “aprisioná-lo” junto.

    0
    • neco 20/10/2017 at 16:06

      Esta semana fui pela primeira vez assistir um estudo bíblico da igreja que minha mae frequenta. Tradicional igreja protestante. No estudo as pessoas podem perguntar e falar mais do que no culto. Foi triste. Varios esquerdistas, inclusive o pastor. Distorcem a palavra de Deus e pior, ficam indignados se a gente não concorda. Dai fiquei num dilema grande, mamãe não quer sair de lá, apesar dela não ser de esquerda, e não posso deixar ela ir só.

      0
      • Viking 20/10/2017 at 16:10

        falando em igreja, vi um video sensacional do padre paulo ricardo ontem, numa reuniao da comunidade.
        assim que eu achar o link posto aqui

        0
      • Freedom 20/10/2017 at 16:12

        É um problema, tanto na igreja católica quanto na protestante.
        Tem um pastor Anderson Silva que postou algumas mensagens referentes a retomada da hombridade e masculinidade na igreja.
        Prense no mimimi feminazi de “cristãs” e feministos
        Há também vídeos de uma mulher no youtube explicando como o feminismo e esquerdismo infestaram a igreja.
        Ainda há muita gente séria, só procurar. Mas sim, estão querendo se infiltrar na ultima resistência do ocidente.
        Caiu a igreja a porta está aberta para mohameds e tudo mais

        0
        • Sapato Furado 20/10/2017 at 16:19

          As vezes penso que essa infiltração não é algo planejado, no sentido da pessoa ir lá e pensando em fazer isso, mas sim, consequência desse pensamento pequeno que prevalece no país, e que invariavelmente, respinga lá dentro também.
          O problema que essa desconexão com os valores primordiais acabará com a igreja ou a transformará em mero instrumento da esquerda e aproveitadores.
          E qualquer reação que você possa esboçar, será visto como algo “opressor”.

          0
          • Freedom 20/10/2017 at 16:22

            Talvez a pessoa que foi lá com esses ideias seja somente um idiota útil. Com um povo tão ignorante e com essa cultura não seria difícil.
            Agora, que há alguém que planejou, maior, nos bastidores, isso há.
            Em última análise é o tinhoso mesmo.

            0
            • neco 20/10/2017 at 16:55

              Certeza, idiota útil. Sem noção do que acontece.

              0
      • Sapato Furado 20/10/2017 at 16:13

        Estão substituindo o pensamento protestante pela mentalidade esquerdista. É bem triste o seu relato, o estrago na mentalidade brasileiro foi muito grande nos últimos 30/40 anos, vai respingar em todos as áreas e até nos meios religiosos, infelizmente.

        0
        • neco 20/10/2017 at 17:03

          A anos a igreja não cresce mais em nenhum lugar ( esta protestante), vai desaparecer em mais alguns anos. Os velhos que a sustentam ele vão partir, e os poucos jovens que ficam não vão conseguir manter. Porem eles contam com ajuda internacional do velho continente, podem até dar uma sobrevida.

          0
  • Bruno L 20/10/2017 at 16:02

    Pessoal, a escola que bateu de frente com a esquerda. Quem quiser deixar 5 estrelas lá: https://www.facebook.com/pg/ColegioUnivest
    Já deixei minha msg de apoio.

    0
    • windville 20/10/2017 at 16:52

      Os que estão reclamando adivinhem de qual partido são?

      0
  • Pobre Paulista 20/10/2017 at 16:04

    E pensar que já fui fã do André Dahmer 🙁

    André Dahmer‏Conta verificada @malvados

    Um péssimo dia para a nação que quer proteger crianças de obras de arte, mas é a favor do porte de arma.

    @benebarbosa_mvb 20 minhá 20 minutos
    Em resposta a @malvados

    E um excelente dia para quem não tem escrúpulos em comemorar a morte de crianças em uma escola para defender narrativa canalha e mentirosa.

    0
    • Sapato Furado 20/10/2017 at 16:06

      Nem estressa, eu já fui fã do Laerte, você está no lucro. kkkk

      0
  • Pobre Paulista 20/10/2017 at 16:24

    Mostre para seu amigo petista:

    Péra, vcs não tem amigos petistas né?

    0
  • Viking 20/10/2017 at 16:28

    home do yahoo, na hora lembrei do papirante
    ‘Tráfico de drogas financia campanha política no Brasil’, diz Marcinho VP
    https://br.yahoo.com/noticias/trafico-de-drogas-financia-campanha-politica-no-brasil-diz-marcinho-vp-112649227.html

    0
  • Francisco Quiumento 20/10/2017 at 16:39

    Boa tarde, mizifios!

    Vastas benças.

    Passo agora só para lembrar-lhes de um pequeno detalhe:

    NÃO, NÃO VAI!

    0
    • neco 20/10/2017 at 16:52

      Kkkkkk

      Não precisa lembrar.

      Mas a coisa ta feia.

      0
      • Francisco Quiumento 20/10/2017 at 17:03

        Mizifio, enquanto a coisa estivar feia, estamos bem. O que Pai Xicão alerta* é que pode ficar BEM pior.

        * Não é irritante gente que fala de si em 3a pessoa? 😛

        0
        • g.w. bush 20/10/2017 at 17:12

          kkkkk jogadores de futebol, pastores, artistas e profetas em geral

          0
          • neco 20/10/2017 at 17:35

            No ceará tem um restaurante, muito bom, que fica no caminho pro porto do pecem. Lá tem uma placa que diz mais ou menos assim: Aqui se reúnem amigos, pescadores, carreiristas, contadores de estórias e outros mentirosos. Lembrei disso agora.

            0
            • Francisco Quiumento 20/10/2017 at 18:15

              Sim, os alienígenas tem desses costumes.

              -CEARENSES, SEU DOIDO!
              -Vixi, tá endemoniada…

              0
        • Freedom 20/10/2017 at 17:40

          Não sendo um “agente vamos”…

          0
  • g.w. bush 20/10/2017 at 17:36
  • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 17:47

    Meus dois pitacos sobre o tópico…

    Como o cara que inicia o papo, tb não tenho a minha ideia da proposta do gobierno desse cara ai, que vcs chamam de Bolsomito !!!

    e sigo votando NULO !!!

    Ahhh, dos demais sei bastante e lhes digo… meu voto… nem a pau Juvenal … segue o jogo!!!

    0
    • Pobre Paulista 20/10/2017 at 17:54

      Idem

      Mas reconheço que, no cenário atual, Bolsonaro não é apenas o menos pior, é o único.

      0
      • g.w. bush 20/10/2017 at 18:02

        Eu sinceramente que o Bolsonaro reduza o tráfico de drogas e armas para os bandidos, acabe com o financiamento de comunistas mundo afora via bndes, e impeça a ideologia de gênero no ministério da educação. Isso está dentro das atribuições do executivo e não depende de aval/negociação/compra do congresso. O resto, inclusive na economia, infelizmente, acho que ele nada poderá fazer.

        0
        • g.w. bush 20/10/2017 at 18:03

          *sinceramente espero

          0
  • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 18:04

    Concordo!!! Precisa descer do palanque e dizer que vai enfrentar a CN88 e o Estado cidadão implantado pelos bolivarianos em 1988!!!

    Pra mim muda tutto, mesmo que não mude nada e enfrente 1001 obstáculos como o garnisé Trumpinator, já vale por ter dito : mermao FODEO!!!

    0
    • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 18:09

      Concordo com vocês todos, mas veja bem:

      não adianta ter um discurso desses, pois o bananense merdiano não vai entender do que isso se trata. Vocês acham que bananense merdiano pensa que nem a gente ou mesmo tem conhecimento sobre o que debatemos aqui???
      Basta olhar as pessoas que lhes rodeiam.

      Afora isso, os candidatos concorrentes iriam explorar essas falas para falar para os bananóides que o Bolso quer tirar os “direitos conquistados”, tudo que o bananóide anencéfalo não quer ouvir.

      0
      • Kurt 20/10/2017 at 18:10

        Exato

        0
      • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 18:15

        Não falo de discurso pra ganhar eleição, aliás nisso acho que ele Ta 1001 anos atrasado… nióbio não ganha nem jogo de bocha!!! Digo pros primeiros 100dias de gobierno, agenda de enfrentamento do sistema e do modelo CN88!!! Se for pra compor, será apenas mais um de todos…

        O que penso…

        0
        • Quero mais é que se f... 20/10/2017 at 18:18

          Só que para implantar as ideias dele, primeiro tem que vencer a eleição.

          E outra: esse discurso de nióbio já é coisa do passado; ele já foi devidamente instruído sobre isso e não o vemos mais com esse discurso.

          0
  • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 18:10

    Mat
    First com passagem comprada para o Canadistão
    Quebec e Ontario na lista. Chegada via Toronto, vou para Quebec, depois volto a Toronto via Montreal e Ottawa provavelmente de trem.

    Se vai no inverno brabo, melhor se locomover de trem, esquece estrada e aeroporto!!! Nas cidades tem rede de Tuneis e uma cidade subterrânea (a última vez em Montreal eram mais de 25kms) mas… simplesmente não da pra sair à rua com esse frio!!!

    Mesmo com o típico cebola, roupas finas por baixo e vai aumentando até os casacos, calças e botas, luvas e gorro de neve pra ir tirando em ambiente quentes… esquece rua pois só da pra ficar lá por 15/20 minutos!!! A não ser nos esportes de neve, ai o papo é outro!!!

    Mas… o que vc vai fazer naquele paraiso gelado ?!?! Huuum….

    0
  • Hidden (aquele) 20/10/2017 at 18:13

    Rafael Km
    Na década de 80 o objetivo era pagar o aluguel, as contas de água e energia …

    Concordo plenamente, vivíamos em clima de guerra e vendendo almoço pra comprar janta!! Nada comparável com a maravilha, sic de hoje…

    Mas, tb concordo, se o mundo todo se implodir com as bolhas… ahhh Tamos lascados!!!! Mas em boa companhia…hehehe

    0
  • Pobre Contemporâneo 20/10/2017 at 18:36

    CVR: No ultimo feriadão, fui pra Volta Redonda, como a Dutra estava mega parada o Waze traçou um caminho pela Washington Luiz-Arco Metropolitano… Tem vários postes de luz derrubados, os vagabundos estão derrubando provavelmente pra roubar as baterias e placas solares. O Rio é surreal!!!

    0
  • Escreva seu Comentário (Ir para o início)